Crianças / Filhos, Diário da Si, Entretenimento e Cultura, Esportes

♥ MEU FILHO SPORT CLUB♥

Oi gente, hoje vou falar um pouquinho do filhote mais velho (eita, o post vai ser grande então, rsrs):

Essa coisinha linda da foto e cheio de estilo está com 6 anos, e essa semana começou a frequentar as aulas da ABVRJ (Associacao de Basquetebol de Veteranos do Rio de Janeiro), na Praça da Bandeira. Quando ele foi conhecer a quadra, ele ficou encantado com o piso, dizendo que era igual das quadras de basquete de verdade.

Filhote tem loucura pelo basquete! Pois é, vai entender… Quando ele nasceu, o quartinho tinha um tapete de campo de futebol, muitas bolas e claro, um uniforme completo do Flamengo. Depois que começou a andar e correr, o pai todo bobo, matriculou na escolinha de futebol do condomínio, comprou uniforme, chuteira e nada! Ele não queria jogar, só olhar mesmo.

Por volta dos 4 anos ele se encantou com o personagem Troy do “High School Musical”, e claro, com o esporte que ele praticava no filme:

troy-bolton-wildcats-basquete-inspiração

E assistíamos dia e noite, dia e noite, dia e noite… rsrsrs Quem tem filhos, sabe muito bem que crianças quando cismam com algum desenho ou filme: a gente assite mil vezes, e quando termina, assiste de novo… e de novo, e de novo! kkkk Eles não cansam de assistir a mesma coisa: decoram falas, cenas, músicas… rsrs HSM 1 e 2, era a nossa “variação”!!!

E aí, claro que no aniversário de 5 anos ele quis esse tema pra festa!  E eu fiz roupa para meu “wildcat” (o número 14 é do Troy) e uma jaqueta de “treinador” para o papai, claro!!!! Adooooro a família toda no clima da festa!!!!

E ele ganhou de presente um outro filme, o “Space Jam”, que eu e Klaus tínhamos em VHS, porque colecionávamos desenhos quando nos casamos. Daí, o novo filme se tornou o novo “vício”! rsrrsrs  E nunca irei me esquecer quando ele o viu pela primeira vez, e vendo a cena abaixo, ele exclamou: “quero voar igual a ele quando crescer!”

Desde então, comecei a ver escolinhas, mas já é difícil encontrar escolinha de basquete (futebol tem uma em cada esquina), e quando encontrava, eles só aceitavam de 8 anos em diante!

Até que um dia, no Sesc (que é aqui pertinho), eu quase “implorei” a recepcionista que aceitasse a matrícula dele com seus recentes 5 anos!!! Ela me falou que só com autorização do professor. E lá fomos nós…

Bem, filhote é grandão, e quando pegou na bola, o professor viu que ele tinha jeito pra coisa, e autorizou a matrícula na escolinha, e por lá ficou até então. Muito tímido, ele se solta no basquete! E adora quando os maiores “gritam” o nome dele: “Vai Dandan, vai Dandan”.

Ontem, quando coloquei os filhotes pra dormir, como de costume, fizemos a nossa oração: agradecemos o dia, tudo o que fizemos, a família e Amém! Então, antes que fizéssemos o sinal da cruz, ele disse: “mãe, ainda não terminei.” E eu, abrindo um dos olhos, curiosa, respondi: “tudo bem, pode continuar que Papai do Céu está ouvindo, filho.” E ele, com as mãozinhas e os olhos ainda fechados, disse: “obrigado pela aula no novo basquete, pela quadra profissional e que eu seja o melhor jogador do mundo!” Ohwn, que lindinho!!!

Euzinha chorando, claro… achei tão bonitinho ele agradecendo e pedindo uma coisa “especial” pra ele. E se é especial pra ele, é para mim também!

O Sesc era a poucos quarteirões daqui de casa, cerca de 5 minutos, dá pra ir andando. A quadra é poliesportiva, normal, a cesta também. Uma quadra apenas.

E na escolinha de agora da ABVRJ o piso é flutuante, amenizando o impacto, como na maioria das quadras que ele assiste aos jogos que vamos. As cestas também são profissionais, automáticas, o placar é eletrônico, tudo como nos jogos que ele vai para assistir. E ele já chegou “arrasando”, fez duas lindas cestas em jogo, e vááááárias outras tentativas. Jogou muito direitinho, e os alunos maiores no banco, gritavam: “joga pro Daniel, pro Daniel” rsrsrsrrs Nem preciso dizer que ele ficou todo bobo e a mamãzica dele também!!!

Agora 3 vezes por semana lá vou eu… Ando uns 10 minutos até chegar o metrô (porque o filhotinho mais novo anda devagar), fazemos baldeação de um metrô para o outro (e nisso o menor está no colo dormindo!!!). Ando mais uns 15 minutos da estação do Estácio até a ABVRJ. Ufa!!!! E chego sem os braços!!! rsrsrsrsrs

Mas a alegria que ele demonstra faz tudo valer a pena!!!

Se um dia ele vai ser jogador de verdade eu não sei. Para mim, ele já é! É o MEU jogador. E se ele quiser jogar “peteca” eu levo amarradona!!!!! E vou continuar torcendo: Vai Dandan, vai “psiu da mãe”!!! rsrsrs

Porque quando a gente ama, o mais importante é ver quem a gente ama feliz!!!

Veja o vídeo da primeira aula AQUI

Bjks!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Previous Post Next Post

Posts Relacionados

1 Comment

  • Reply loirinha 18/11/2010 at 08:47

    com certeza vai ser o grande craque da familia. vovó te ama!

    [Reply]

  • Leave a Reply


    CAPTCHA Image
    Reload Image