Daily Archives

08/06/2010

Culinária

♥ EU DE “XUXA” DE NOVO E MEU “BOLO DE CANECA”!

Bom dia amiguinhos já estou aqui, tenho tantas coisas pra nos divertir, quero ouvir vocês, vou contar até 3…
rsrsrsrsrs
Oi gente…pois é… a alegria continua…rsrsrs
Há tempos sempre que leio sobre “bolo de caneca” eu penso: vou fazer agora!!!  Aí começo a fazer uma coisa ou outra e acabo esquecendo…
Bem, agorinha estava eu na cozinha, terminei de limpar tudo, guardar a louça e quando ia guardar minha caneca (linda!!! Rosa de bolinhas brancas!!) eu pensei: vou fazer esse bendito bolo é agora!!!
E fiz!
Realmente a receitinha é super prática e rápida, e quem quiser pode pegar no meu 
“Caderno de Receitas”.
Olha aí o meu “Bolo de Caneca”:
Olha, pra quem quer a coisa “na hora”,  é a melhor pedida… mas não fica a mesma coisa que um bolo “bolo”! Por causa do óleo a massa fica meio “esponja”. É uma coisa que não me incomoda em bolos salgados, mas em doces não me agrada muito. Sem falar que fica extremamente seco, então, só com muita calda (receitinha lá no meu caderno tb!) 
Mas, dá pra comer assim cortadinho como eu fiz, porque aí todas as partes ficam molhadinhas com a calda de chocolate! Matei minha vontade (e minha curiosidade tb)!
Bjks
Leitura-Textos-Poesias

♥ DIAS DE MAGIA ♥

“As noites podem ser longas ou curtas…

Podem ser quentes ou frias…
Podem trazer lembranças, boas ou não…
Nos presenteiam com a beleza das estrelas, mas são distantes…
E temos o brilho da lua, que tem suas fases…
E assim é o amor das noites: pode ser lindo, pode ser apaixonado, mas é ao mesmo tempo, distante daquilo que alimenta a alma! A lua tem sua rotina de ser minguante, nova, crescente e cheia!
E os amores noturnos são assim como ela:
Minguantes, tristes…
Quando novos, animam…
Crescem, e acreditamos que será pra sempre!
E então, ficamos cheios!
Mas assim como a lua, seguimos a nossa rotina, num ciclo…
Amores noturnos alimentam o ♥, alimentam o corpo pela sua necessidade, e assim, “adormece-se”!
E então, o dia amanhece…
Traz paz, traz luz…
O cheiro do orvalho, uma brisa ou um raio de sol,
que não apenas esquenta, mas aquece…
Aquece um coração que dispara,
faz brilhar os olhos de quem ama…
E o corpo já não obedece comandos!
Os sentidos se perdem e a felicidade enfim, se completa!
Assim são os meus dias,
desde que você começou a fazer parte deles!”