Daily Archives

22/10/2010

Moda

♥ I LOVE VINTAGE ♥

O que é vintage?
‘Vint + age’ é uma expressão inglesa utilizada pelos produtores de vinho e significa ‘a idade do vinho’.
O estilo vintage transforma em referência o melhor de todas as décadas. Vintage não é “velho” em uso, ao contrário, é velho no tempo, mas “novo” pra ser usado, justamente porque ainda é belo, é apreciado assim como o vinho!
São peças “novas ou usadas”, de outras épocas. Que quando necessário são restauradas e algumas vezes customizadas. Normalmente comercializadas em brechós ou em alguns casos vendidas pelo próprio fabricante. Se você ainda não tem uma peça vintage em casa, seja uma roupa, um móvel, um objeto de arte, um livro ou qualquer coisa de outros tempos, procure, garimpe e descubra como é bacana viajar em outras épocas!!!
Eu espero colocar em prática o projeto “Moda by Si” (tem uma página sobre isso aqui no meu cantinho), unindo tudo o que eu mais gosto: moda, vintage, customização, artesanato, viagens e voluntariado… Por enquanto é um projeto apenas na minha cabeça, com pouca coisa no papel!  Mas que aos poucos eu espero colocar em prática, e aí vou falando mais por aqui… rsrsrs
Aqui no Brasil as grandes marcas até fazem bazares e comercializam o que “sobrou”, ou fazem promoções de peças de coleções passadas. Já na Europa é mais comum a própria marca ter seu acervo em local especial. E na alta costura então, isso é super comum!!! E chique, bem!!! Porque rico tem pra pagar, mas adoro pechinchar!!!! rsrsrsrsrs
Entre as décadas de 60 e 70, Paris, Londres e São Francisco (USA), foram as cidades onde os brechós ou second hand (segunda mão) ganharam fama. Estas lojas surgiram para atender um consumidor jovem e sem dinheiro, que viajava pelo mundo atrás de novas culturas, que buscava na moda uma integração do velho com o novo. Nasceu aí um conceito antimoda, um culto ao individualismo, multicultural, não consumista e ecologicamente correto. O vintage se estabelece como estilo de vida e como um grande segmento dentro do mundo da moda. Hoje o mais comum é só usar a palavra vintage para roupas usadas que sejam de grife. Que tenham marcado uma coleção importante ou que definam o estilo de uma época. O mercado de roupas usadas é enorme, tanto no Brasil como em todo o mundo. Lojas chiquérrimas e feiras de ruas estão por todos os lados. O preconceito ainda existe, mas pouco, e em maior escala aqui no nosso país mesmo!!! Aqui no Rio a gente teve o Nova América, que lançou o primeiro shopping daqui sendo “outlet”, era o “Nova América Outlet Shopping”. Cresceu tanto, atraiu tanta gente “fiiiiiiiiiina” pela linha amarela, que se transformou num shopping normal. As lojas que eram “pontas de estoque” se mandaram, perdendo seu espaço para o consumismo sem controle de TODOS os outros shoppings!!! Uma pena!!! Porque o Nova América tem todo o “estilo” que tinha tuuuuudo a ver com a proposta. A arquitetura de fábrica (minha vovó trabalhou lá!!! Ohhhhh, q lindo! rsrsrs), as paredes, os corredores, as lojas, os bares… Mas, depois perdeu o seu diferencial. Ainda mantém essas características que eu adooooooooooooro, como essas:
Adooooooro “tijolinho”!!! Amo isso em qualquer parede, interna ou externa!!! Acho muito lindinho mesmo!!! O máximo!!! Fazem bonito em qualquer lugar… dá um certo aconchego, parece fazenda, sei lá…rsrsrs Eu adoro! E outra coisa são essas portas e janelas coloridas e finas. Adooooro “sobrados”!!!
E essas varandinhas? Lindas! Com uma floreira, uma jardineira… lindo demais!!!

Tudo isso o shopping tenta manter, até porque é uma arquitetura lindíííííííííííssima!!!! Mas sucumbiu e se rendeu à modernidade ao se tratar dos preços das lojas e o “outlet” ficou pra trás. Um “outlet” tem redução dos custos de propaganda, as vezes até manutenção, e possibilita a venda de marcas comerciais famosas, grifes de luxo, a preços mais acessíveis. E o Nova América deixou de ser… uma pena!  Mas eu continuo adorando de andar nele. É gostoso de passear nas “ruas” dali, uma delícia, eu acho!
Mas “voltando ao assunto” dos meus projetos…rsrsrs A moda assim customizada dá trabalho. Exige cuidado, bom gosto, criatividade… Não é como comprar em outras lojas, as peças são únicas e não existe grade de tamanho. Fazer compras em brechó então, dá mais trabalho ainda. Tem que ter disposição de procurar sem saber o que vai encontrar. Enfim, estar aberto a encontrar “de repente”, entendem? Bater o olho e se encantar. É como o amor! Quando você menos espera, “pá”, aí está ele!!!! kkkkkkkkkkkk

Ação Social / Utilidade Pública

♥ VOLUNTARIADO DIGITAL ♥

Oi gente! Aqui no meu cantinho, logo no início, tem as páginas do blog. Uma dessas tem o título “Eu Apóio”,
onde eu coloco vários links legais, onde as pessoas podem ajudar de diversas formas. As vezes com apenas um clique, coisa que leva um segundinho, e a gente já está ajudando alguém que precisa. As vezes a gente fica na internet um tempão, vendo moda, jogando, lendo piadas… e pode dar um cliquezinho em algum desses links… não custa nada, né?
Eu estou arrumando as coisas pra mudança. Encaixotando tudo, enrolando vidros em jornal, essas coisas. E aproveitando para “desentulhar” mil coisas que a gente guarda sem saber porque… Nunca uso, nunca vou usar e ainda assim, estão aqui… kkkkkkkkkkkk
Brinquedos, roupas, sapatos, bolsas, roupa de cama, mesa e banho… Aff!!! Eu achei até um “chuquinha” desses de bebêzinho!!!! Meu filhote menor já está com 3 anos, Jesus!!!!!! kkkkkkkkkkk
Tanta tranqueira… e olha que a minha casa é pequena… Putz!!! Eu não sou de me “apegar” muito as coisas materiais. Gosto, compro, uso… mas se não uso, dou!!! Detesto explicações do tipo: “mas está tão novinho… pq vai dar?” Porra (desculpem!), mas o melhor é dar novinho (porque alguém vai poder usar bastante) do que esperar ficar velho ou estragar para dar. Até porque, ninguém gosta de receber alguma coisa estragada, rasgada, sem fecho, furada… Peralá!!! Não é porque a pessoa não tem, que ela vai ficar “feliz da vida” com qualquer porcaria!!! Todo mundo gosta das coisas “em bom estado”, né?
Aquele ditado que diz que sempre existe um pé descalço para um sapato velho é uma coisa. Aliás “sapato velho” é uma coisa, sapato que não dá mais pra usar é outra!!! Depois que soltou a sola, quebrou no meio (tem marcas com solados “feitos” para isso!!! Abafa!!!) não dá pra você usar, nem ninguém… rsrsrs
Aliás esse ditado é porque normalmente quando um sapato estraga, ainda existe o outro pé… e existe gente que tem que pagar o preço dos dois tendo um pé só, capisce??? rsrsrsrsrs Pois é, pois é, pois é… E a maioria das pessoas não tem vergonha em doar um sapato “velho, velho, velho”, mas tem vergonha de doar um pé de sapato bom ainda… Quem já trabalhou em algum voluntariado de bazar, brechó e afins em igrejas e outros locais, já deve muito ter visto alguém comprando um só!!! Já imaginou você com apenas um pé ter que pagar pelos dois? E vai usar um só… Não tem como argumentar isso na loja!!! Não existem lojas “especializadas” em sacis!!!! Então, atenção, quando você tiver UM sapato bom, não jogue fora achando que não vale mais nada o “par”, porque nem todo mundo quer o par para usar. Então, dê o que está bom, o que ainda dá pra usar. Lá na igreja mesmo eles custam R$ 0,50 (cinquenta centavos!!!). E saem à beça, sabia???? Um pézinho de qualquer sapato (social, tênis, sandália, salto alto, bota, rasteiras, infantis…).

Mas, eu não vim aqui falar de sapatos!!! kkkkkkk O QUE, HEIN???  Pois é, pois é, pois é…  rsrsrsrs

Eu é que falo (ops! escrevo) pelos cotovelos mesmo!!!! kkkkkkkkk
Por causa da mudança e com as coisas que estou encaixotando também para doar, eu aproveitei para conhecer o trabalho do Exército de Salvação. Gente, que trabalho!!! Eles tem lojas, tem acomodações (abrigos), sabiam? Inclusive uma no Méier (onde eu nasci, cresci e vou voltar a morar!!!) e eu nem conhecia!!! Um trabalho super bacana! Eles retiram as doações (agendam por telefone ou pelo site). Não dá pra retirar em todos os bairros e tal. Tem bazares de roupas e sapatos e até lojas de móveis!!! Ohhhhh, que bonitinho!!! Tudo super organizado. Em São Paulo tem lojas enoooooormes. Legal, né? Nem quem usa a desculpa de “não tenho como levar” escapa dessa!!!
Inseri um banner aqui na página de apoio à esses projetos!!! No site tem modelos pra gente ajudar a divulgar, todos bem legais!!! Não custa nada ajudar a divulgar, né?  E toda ação de divulgação é valiosa! Participe!

Humor, Proibido para Menores

♥ NÚ ARTÍSTICO ♥

Oi gente!!!
Eu já falei aqui no blog sobre “nú artístico”, na época em que minha irmã fazia desenhos assim na faculdade (ela cursou Belas Artes, tá? rsrsrsrs). Tá certo que nem sempre eram “belas”, pelo menos não pareciam nos desenhos… kkkkk Ou será que minha irmã que desenhava mal? kkkkkk
Bem, é que ela sempre dizia que os “modelos” eram os próprios universitários, normalmente o pessoal da educação física. Aí a gente “imagina” que todo mundo que faz ed.física tem um corpo legal… não sei porque todo mundo imagina isso, né? Tive uma professora enorme, mas tinha uma resistência e uma flexibilidade de dar inveja… rsrs E um professor que prefiro não comentar, mas ainda bem que era homem, senão teria que ouvir o tempo todo: “noooooossa, já está pra nascer, né?” kkkkkkk Conseguiram “visualizar” ele???? Pois é… Mas voltando ao “nu”, segue um video muito engraçado… rsrsrs Vejam que cena!!!