Daily Archives

21/11/2011

EcoFashion, Negócios

COMO TRABALHAR COM CONSIGNAÇÃO

Olá!!!!! =)

Como prometido ontem, vou dar continuidade as dicas de como abrir seu brechó!

Ontem falei sobre a organização e a legalização em si. Hoje vou falar de uma forma de se trabalhar sem ter que investir antes: a consignação!

Se você ainda não tem muitas peças para compor seu casting e nem tem como investir um pouquinho (porque grana é aquilo que normalmente falta mesmo…rsrsrs), a consignação pode ser uma solução.

Particularmente eu não faço (me deu muuuuuuuuuuuuuita dor de cabeça logo no primeiro mês), então, suspendi! Mas tem brechó que renova seu estoque assim… e pode ser uma saída, claro!

Para isso, segue a mesma dica de “paciência” dita ontem. A gente escreve no contrato, avisa, explica como as consignações funcionam… tudo tim tim por tim tim… e tem gente que simplesmente “não entende”… ou se faz de besta!!!! =/

E isso irrita, com certeza! Sem falar que tem gente que perde a noção, e acha que só porque tem uma roupa de marca USADA (mesmo que pouco) pode cobrar quase o preço da loja!!! Fala sério!!!

Bem, para quem se interessar pela consignação, o ideal é fazer um contrato em duas vias (uma pra você e outra que o consignante leva) e anotar absolutamente TODOS os detalhes em ambas: peças deixadas, preço de cada, tempo de permanência máxima no brechó, dias de pagamento, formas de contato, e etc.

Informação nunca é demais!!! Arrume uma pasta especial para arquivá-los e mantenha organizada para não se perder, confundir mercadorias, clientes…

Sem falar que o ideal é marcar as peças com alguma coisa que identifique cada cliente. Pode ser uma etiqueta com as iniciais, com uma cor (aqueles adesivos de bolinha) ou um código de referência. Mas marque tudo, para que você consiga identificar de quem é aquela peça! Separe um dia exato para consignação, pois fica difícil conferir as peças, anotar no contrato e atender outros clientes ao mesmo tempo.

E NUNCA aceite ficar com as peças sem conferi-las!!! Tem gente que diz: “nunca usei” e deixa roupas que nem para dar servem… aff!!! Tem cara de pau pra tudo nesse mundo!!! =/

Espero ter ajudado novamente! Qualquer dúvida, é só perguntar, tá?

Bjks!

Dicas, Diversos, EcoFashion, Look Brechó, Moda, Negócios, Pergunta: que eu respondo!, Serviços

COMO MONTAR UM BRECHÓ

Oi gente!? =)

Bem, tenho recebido por e-mail alguns pedidos de orientação de como abrir um brechó e tal. Então, decidi fazer um “passo a passo” para ajudar quem está precisando de um dimdim (quem não precisa???rs) e não tem capital para investir (assim como eu! rs).

Bem, na internet as vendas se multiplicam diariamente, e eu mesma comecei o brechó no mundo virtual, mas confesso que a venda virtual não é tão simples quanto parece. Explico porque:

– as pessoas sabem mandar e-mail para reservar peças, mas não sabem enviar e-mail para cancelar a reserva.

– você depende dos correios, o que torna a peça mais cara, e nem sempre é atrativo para quem vai comprar.

– é difícil manter o acervo em dia, porque você tem que fotografar e medir cada peça, afinal ninguém compra pela internet sem antes saber TODOS os detalhes. Quando é um sapato, tudo bem, você coloca a cor e o número e pronto! Mas nas roupas… tem gente que pede medida em centímetros de absolutamente CADA parte da peça. Ou seja, você passa DIAS negociando uma peça barata, para no final das contas, a pessoa dizer: “queria um pouco mais compridinho… porque eu sou alta, entende?” É dose!!! =/

Bem, daí que eu não gostei muito das vendas pela internet, porque a gente vende muito “pingado”! Já tendo um espaço físico, claro que tem dias que entra gente pra olhar, e comprar que é bom… nada! Mas um dia compensa o outro!

Então, vamos ao passo a passo para montar um:

1º- Estipular um local para o brechó. O ideal é um ponto onde as pessoas circulem, mas alugar espaço é mais difícil (e requer o tal investimento inicial). Então, pode ser na sua casa mesmo, numa garagem, num quintal… se sua rua for estritamente residencial, intensifique a propaganda (panfletos, cartões, faixas, etc)

2º- Se não tem dinheiro para comprar mobiliário e materiais próprios (cabideiros, araras e etc), improvise! Criatividade é tudo na falta de grana!!! =) Eu fiz algumas “adaptações” com o que tinha na garagem. Veja AQUI e AQUI. E tem mais “detalhes” da “pré inauguração” pelo blog também. Eu aproveitei tudo o que eu podia…

3º- Legalize-se! Pode parecer besteira, mas garante sua aposentadoria mais tarde. “É pouco, mas é meu!” rsrsrs O primeiro passo é acessar o Portal do Empreendedor e se cadastrar. É fácil, simples e rápido! Basta preencher os dados, informar o local e no final, já pode imprimir seu CNPJ provisório e seus carnês de recolhimento!!! Depois disso, a Prefeitura tem 180 dias para se manifestar sobre o local indicado na licença. Se isso não acontecer, o alvará provisório é convertido em definitivo, conforme as informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, também disponíveis no Portal!

4º- Depois desses passos, é hora de inaugurar! *o/* Use todas as ferramentas que puder para divulgar esse dia! Internet, panfletos, caixinha de correios da vizinhança, enfim… divulgação nunca é em excesso! =)

5º- Estipule horário de funcionamento! E seja o primeiro a respeitá-lo. Se você mesmo (que é o maior interessado de que o negócio dê certo) “bagunçar” as coisas… vai perder a credibilidade! =/

6º- Anote tudo!!! O que gastou antes (mesmo sendo pouco), o investimento que teve (mesmo que tenha sido só “cabides”). Enfim, anote tudo! E cada venda, cada peça… isso vai ser importante para que possa calcular seu preço e calcular sua margem de lucro!

7º- SEJA LIMPO!!! Por incrível que pareça, MUITA gente tem “horror” a brechó por causa da “apresentação” das peças. Peças sujas, manchadas, furadas e “com cheiro de brechó” ninguém merece!!!
Toda roupa deve ser limpa antes. E qualquer “botão faltando” recolocado, por favor!!! Exponha sempre as peças passadas, esticadas e cheirosas!!! Hummmmm, nada como uma roupa cheirosa! =) Aparência conta muito!!! =)

8º- Aprenda que “gosto” é uma variante, e cada um tem o seu!!! Então, nada de colocar a venda só o que te agrada, pois cada cliente terá uma cor, uma moda, uma peça preferida!!! =)

9º- Separe as peças como numa loja: por tamanho, por cor, por “tipo”, Feminino/Masculino/Infantil, enfim, encontre seu melhor jeito!

10º- Tenha paciência!!! Essa última serve para tudo!!!
O dia todo haverá roupa para dobrar, gente só pra olhar, reclamações… Aff!!! Lidar com pessoas sempre é difícil, requer muita paciência e muito bom humor! A dica é: sorria!!! =D

Amanhã eu falo sobre consignações, ok? Espero ter ajudado!
Bjks!