Diário da Si, Dicas, Diversos, O Blog, Polêmicos

SABER O QUE FAZER, FAZ TODA A DIFERENÇA!

#OiGente 🙂

Desde pequena eu tenho mania de colecionar textos… Quando criança eu os recortava do jornal que papai lia. Depois, na adolescência, vieram as revistas. E já na vida adulta, através do computador, vira e mexe copio textos e os guardo numa pasta do pc. Daí como hoje é sexta-feira, e estou preparando o vídeo que vai ao ar mais tarde (dependendo da hora que terminar a edição e se o YT colaborar, claro!), achei legal compartilhar com vocês! Porque a gente pode transportar o texto para qualquer área profissional da vida, inclusive #vidadeblogueira. Porque vou te contar… o que tem de gente “espertinha” por aí, oferecendo envio de produto de R$ 10,00 como se fosse uma super chance no mercado!!! Aff… Eu mesma já caí nesse ‘conto da oportunidade’ algumas vezes! #FICAADICA: empresa envia produtos para N blogueiras, sem disputa nem nada, e muitas delas, sequer agradecem com uma fotinho! 😉 Trabalhar é isso! Cabe a você, blogueira, distinguir o que você deve fazer (ou quando e por quê vai colocar foto ou fazer resenha de graça!). O que não dá é ser feito de trouxa, achando o maior barato receber apenas mimos, enquanto alguém recebe dinheiro por você! 😉 Sim, toda blogueira faz resenhas em seus blogs, quando acha relevante falar de um produto (recebido ou comprado), compartilhar um achado ou coisas do tipo. Resenha não é uma obrigação só porque você recebeu um produto!!! Pior ainda, resenha “positiva” e cheia de “regras” (tem que seguir, compartilhar, colocar banner e etc, etc, etc).

Bem, segue abaixo um textinho bem reflexivo procêis! #penseblogueira (lembrei do #penseblog agora). Doida pra chegarem os workshops. 😉

“Conta-se que em uma imensa fábrica nos EUA, funcionando o tempo todo por 24 horas ininterruptas, plena de mecanismos sofisticados, máquinas avançadas e equipamentos hidráulicos de última geração, ocorreu uma pane desconhecida. De pronto, sem qualquer aviso, todo o sistema ficou paralisado. Ora, cada minuto era precioso, tendo em vista a perda acelerada de dólares que a parada causava. A engenharia de manutenção e o suporte técnico foram imediatamente chamados, os especialistas examinaram todas a estruturas possíveis, os relatórios informatizados e as planilhas de operação foram vasculhados e nada. O defeito não era localizado.

Passa-se um dia, dois e, no terceiro, com a direção já desesperada, prefere-se convocar dois técnicos do Japão, que, um dia após a chegada e a inspeção, já haviam desistido. No sexto dia, tarde da noite, reúne-se a desanimada diretoria, à beira do colapso criativo e próxima de buscar soluções esotéricas para sanar o imenso prejuízo acumulado. Num determinado momento, um dos diretores diz: “Lembrei-me de uma coisa! Há um velho encanador que trabalha há mais de 50 anos nesta cidade. Quem sabe, como recurso extremo, ele nos ajude”. Sem alternativa, chamam o antigo profissional que, com sua maleta de ferro já desgastada, caminha silencioso por toda a fábrica e, de repente, perto da área central, pára, abaixa-se, coloca o ouvido no piso e dá um leve sorriso. Tira, então, da maleta, um martelo de borracha e, com ele, dá uma pancada no chão. Tudo volta a funcionar. Júbilo, alegrias, vivas.
O gerente financeiro, depois de abraçar efusivamente o encanador, pergunta pelo custo do serviço. Ele responde que são mil dólares. O gerente, atordoado, retruca: “Mil dólares por uma marteladinha? Não dá, não vão aceitar. Faça, por favor, uma nota fiscal detalhando todo o seu trabalho aqui”. O velhinho não se incomoda: preenche o documento e entrega ao gerente, que lê a discriminação:
a) dar a marteladinha, 1 dólar;
b) saber onde dar a marteladinha, 999 dólares” *

trouxa

Quem espera trabalhar com o blog realmente, tem que ficar alerta para essas “oportunidades”, que são na verdade propostas indecentes, de pessoas que estão faturando dim dim ao invés de você! 😉

Bjks!

* Texto daqui!

Previous Post Next Post

Posts Relacionados

8 Comments

  • Reply Pris Moraes 21/11/2014 at 12:43

    Perfeito!
    Infelizmente muitos profissionais não são valorizados!

    [Reply]

    Simone Aline Reply:

    Isso aí, Pri… e muitos também não se dão ao valor! 😉
    Bjks!

    [Reply]

  • Reply Priscilla 21/11/2014 at 14:01

    É, Simone. Outro dia estava falando sobre essas oportunidades “incríveis”. Recebo diariamente empresas querendo oferecer textos delas para publicar no meu espaço sem pagar nada, apenas colaborando com meu conteúdo. Aí eu digo: pedi? Se não pedi, tem que pagar! hahahaha
    Eu até tenho um espaço no meu blog para quem está começando na blogosfera ou está fazendo jornalismo e precisa ter um texto publicado em algum lugar. Mas é uma ajuda, pessoa jurídica querer contar com meu pagerank pra se sobressair de graça é muita cara de pau. Bem como os envios de produtos em formato de amostra. Como vou fazer resenha com algo que não dura dois dias? rs
    Normalmente são as novas blogueiras que acabam caindo nessas oportunidades “incríveis”, justamente por falta de conhecimento e malícia desse meio.
    Acho super bacana quem explica tudo como é e como fazer para mudar, porque enquanto houver quem aceite migalha, haverá quem as ofereça.

    bjs

    [Reply]

    Simone Aline Reply:

    Pri, é isso aí… acho bacana ajudar quem está começando e quem precisa de uma publicação e tal. Da mesma forma que acho que a gente tem que alertar que quem faz esse tipo de oferta, tá querendo se aproveitar, isso sim! :/ Adorei sua frase: “enquanto houver quem aceite migalha, haverá quem as ofereça.” Disse tudo!
    Bjks!

    [Reply]

  • Reply Rosangela 21/11/2014 at 19:26

    Oi Si, adorei seu texto, infelizmente nem todos dão valor as blogueiras e ainda acham que é um grande privilégio para elas divulgarem essa ou aquela empresa de graça ou em troca de amostrinhas. Já cansei de receber emails de gente dizendo que adorou meu blog e gostaria de anunciar sua loja, empresa ou produto e o que precisa para isso, anúncio com banner, e post falando sobre a empresa, quando digo que tem um custo pelo meu trabalho ai o sujeito fica indignado achando que eu tinha a obrigação de fazer em troca de nada já que a empresa está fazendo o favor de querer anúnciar de graça no meu blog, afff é desanimador! Tem gente que respeita o trabalho alheio e manda detalhes do que quer e pergunta quais os valores, pena que são poucos. Bjks<3

    Beijos sua linda <3

    [Reply]

    Simone Aline Reply:

    É verdade Rose! Nem todo mundo dá valor… Mas se a gente não se valorizar, ninguém vai valorizar também! 😉 As blogueiras tem que aprender isso! As vezes desanima mesmo… mas a gente tem que continuar se quiser colher os frutos, como tudo na vida! Super beijo!

    [Reply]

  • Reply Barbara Monteiro 22/11/2014 at 10:07

    A mais pura verdade!! Eu como uma iniciante as vezes recebo uns e-mails assim, mas ai eu lembro: ” Corre Bino que é cilada” kkkk
    E vou para as montanhas rsrs

    Beijokas

    [Reply]

    Simone Aline Reply:

    ha ha ha Isso aí Bárbara! 😉 Caraca, mas não posso deixar de comentar sobre o seu “Bino”!!! Seu apelido, sério??? Pq todo mundo estranha quando escrevo “Wilson” pra minha irmã ou quando ela escreve pra mim (nosso apelido é igual e nos chamamos assim…rsrsrs). Super beijo!

    [Reply]

  • Leave a Reply


    CAPTCHA Image
    Reload Image