Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, Esportes

RUBRO-NEGRA TRICOLOR???

O título do post tá meio confuso, né non?

Eu sou flamenguista desde criancinha. Quando filhote mais velho cismou de fazer basquete, eu acabei conhecendo na internet uma rede social somente de basquete do mengão: a FLABASQUETE!

Fiz amigos por lá… e marquei de os encontrar num jogo. Naquela época, marido dizia que eu era louca, porque eu conversava com pessoas pelo computador apenas. Eu sempre fui medrosa, e claro que jamais marcaria de encontrar com alguém sozinha, ou pior, levaria meus filhos numa furada dessas. Mas peralá… por mais que alguma daquelas pessoas fosse doida de pedra, eu marquei numa entrada do Maracanã em dia de jogo!!! Ou seja, haveriam policiais, e além disso, eu estaria com o marido. E foi muito legal conhecer aquela turma toda ao vivo! Eu e Klaus acho que éramos os mais velhos. he he he

Bem, garotada não tem medo das coisas, né? Se conhecem pela internet, normalmente… começam relacionamentos em redes sociais. É estranho? É! Mas a gente pode conhecer alguém ao vivo e essa pessoa não ser boa da cabeça… A internet tem pessoas legais e outras não. Assim como na vida real. E essa turma era legal demais:

A noiva e o noivo se conheceram na mesma rede social… quando estavam apenas flertando, diziam que eram apenas amigos, e que a galera é que pegava no pé dos dois. São casados há anos (tem duas filhas lindas). Essas histórias de internet, sabem? rsrsrs Mas vamos focar na torcida!

O site FLABASQUETE veio como uma rede social para quem curtia o basquete do Mengão. E como filhote mais velho já jogava e o mais novo demonstrava o mesmo amor pelo basquete, lá fomos nós! Confesso que nunca fui num jogo de futebol do meu time. Só me empolgo com futebol na Copa do Mundo. Não entendo nada, não acompanho, e nem sei quem é ou não to meu time. Mas… no basquete, participei da fundação da Torcida Flabasquete. Pintei faixas, comprei acessórios, e marcávamos presença em todos os jogos. Até viajar a gente viajou com a torcida! Era uma galera bem animada, incluindo o filhote mais novo, meu Bêzinho:

Nossa torcida (a primeira do basquete), chegou a sair no Esporte Espetacular, a gente criava musiquinhas e mais… era animação pura!

E com os meus filhotes, nunca foi diferente. Depois de alguns anos, a torcida acabou se distanciando. Vida que segue. Enfim…  e os meus meninos continuaram no basquete!

A diferença é que desde então, eu acompanho apenas eles! O clube que estiverem jogando e vestindo a camisa, é o mesmo para o qual eu estarei gritando e torcendo.

Quando o time é um time de basquete apenas, como do mais velho, que joga nos Gladiadores, tudo bem! Mas quando o time é um time de futebol também… como o Fluminense! kkkkkkk

Quem é carioca sabe que FLA x FLU é um clássico daqueles, e mais ainda, sabe das gracinhas implicantes entre flamenguistas e tricolores. Mas… filhote joga do Flu, e na hora do treino e do jogo principalmente, eu grito: “Vai Nense”!!! kkkkkkkkkkk Tô falando sério! Na quadra eu não sou uma torcedora do Mengão. Sou torcedora do time onde filhotes estiverem jogando, e ponto final!

Não é questão de virar a casaca, é uma questão de ser mãe de jogador! A gente passa por cada uma:

Vestindo a camisa, literalmente!!! E torcendo para ele!  O jogo foi ótimo, o Flu arrasou e encerrou 74 x 21 Arrasaram! E a mãezica ficou como??? Toda boba! E torci muito, viu?

Super beijo,

Previous Post Next Post

Posts Relacionados

No Comments

Leave a Reply