Browsing Category

Artesanato

Artesanato, Crianças / Filhos, Diversos, Eventos

OFICINA DE SLIME

Nessas últimas férias, a Alice (mãe da slimeira Marcella Muniz) me convidou para participar de uma aula da Oficina de Slime da @marcellamunizyt, junto com a @luiza_alvarenga5, que aconteceu na loja Coletivo Cafeína, que fica no Shopping Icaraí, em Niterói. Fiquei muito feliz com o convite, e claro, Xamone estava louca pra aprender a fazer slime também! ha ha ha

Eu participei logo da primeira turminha, e no dia tiveram mais duas! A oficina lotou em apenas um dia quando as inscrições abriram. Sucesso total!

A Marcella ia passando nas mesas para ensinar um a um, verificar as quantidades, ajustar as doses de cada item. E mexendo daqui e dali, cada criança escolheu sua cor e seu glitter, para deixar o slime com a carinha de cada um! No final, foi só alegria! Estica e puxa de um lado para o outro, e a galera recebeu um potinho para poder levar pra casa sua arte. E ainda um delicioso pão de mel, da parceira Desgust Atelier Gourmet. E quem me conhece, sabe que eu sou APAIXONADA por pão de mel! Foi uma tarde muito divertida no shopping:

Muito obrigada Marcella, eu adorei sua aula! E como eu acabo me atrapalhando com as minhas mãozinhaes de boneca, no dia eu só fiquei olhando, e ajudando a mexer e a dosar os ingredientes. 😉 Apertem o play no vídeo abaixo, para verem como foi essa Oficina de Slime maravilhosa que eu participei! E no próximo vídeo, vou tirar minhas luvinhas e colocar a mão na massa, literalmente!!! ha ha ha

Super beijo!

Artesanato, Diário da Si, Diversos, DIY, E.V.A., Eu que fiz

MEU MATERIAL ESCOLAR

Quem disse que meninas que não vão mais para a escola, não compram mais material escolar??? rsrs

A gente se apaixona por papelaria na infãncia, e passa o resto da vida todinha, querendo agenda, estojos, cadernos, canetas, folhas… quer conhecer as novidades, os lápis diferentes, tudo! Quem se identifica também?

Eu ainda não saí para comprar material dos filhotes, e é certo que sempre trago alguma coisa pra mim também! ha ha ha

Não faz muito tempo, eu ganhei uma mochila rosa linda, cheia de emojis fofos:

ella store-bolsas-frete grátis-mochilas-malas-lancheiras

Não vou mais para a escola, mas uso mochila para onde eu quiser! Talkei???

E material esccolar, que eu adoooooooro, claro que eu tenho também! Gosto de anotar as coisas, de me organizar em tudo, então a minha volta, tenho sempre muitos caderninhos, bloquinhos e afins:

Cada um deles para um tipo de anotação. A agenda (que claro, não tenho mais tempo de fazer como quando na adolescência), mas que é de praxe comprar todo ano. O caderninho de ideias, outro de trabalho, outro do #EBSA e por aí vai… fora os básicos post-its em cima da mesa de tr4abalho.

Canetas, além das comuns que ficam na mesa, tenho um estojinho da coleção #EBSA por Vonter, cheia delas:

Rosas de vários tons, Bic 4 cores fofas, gatinho, marca texto rosa neon… rsrsrs Eu e meu rosa básico!

Sério, eu acho que meninas nunca amadurecem diante de produtos de papelaria! Tô errada??? Eu sou uma “quarenTEEN”, migs!!! kkkkk E não vejo nada demais nisso!

Ano passado filhotinho mais novo iniciou um curso de desenho de animes. E foi emendando em outras técnicas. Daí foi um tal de comprar lápis preto, grafite comum mesmo, mas com pontas específicas: 8H,  7H, 6H,  2B, 3B, 4B…  alguns a gente até custou para achar! E confesso: fazem uma diferença no sombreado e no traço, viu? E eu achando que era palhaçada do Bêzinho!

Na última vez que fomos em Sampa, eu achei uma caixa de “cor da pele”, que achei fantástica, porque ela tem uma variedade enorme de tons de pele diferentes. E da mesma marca – TRIS – achei outra caixa de cores em tons pastéis. Trouxe uma para ele, e a outra para mim. Eu não faço curso de desenho, mas posso querer usar essas cores fofas, não posso???

E para a nova websérie lá do canal, eu fiz 2 DIY bem fáceis, de ponteira de lápis e estojo em E.V.A:

O canal tá com foco infantil, então lá é a minha “versão boneca” que faz tudo. Mas vale a pena clicar pra ver o passo a passo. Até porque, eu sou fofa em qualquer versão, né? ha ha ha Aperta o play pra conferir:

Artesanato, Casa / Decoração, Dicas, DIY, Eu que fiz, Reciclagem

Reaproveitando embalagens

Como o tempo está voando, e eu ainda não fiz metade do planejado para o mês de Dezembro!!! ha ha ha Mas é sempre assim o último mês do ano, né não? Aquela correria básica, que eu confesso: ADORO!

No meado do ano, eu cheguei a mostrar no instagram umas embalagens do leite fermentado da Vigor, mostrando que a marca havia feito para os Minions, “roupinhas” de vários países diferentes. E ao final da Copa, acabaram entrando em promoção no mercado aqui da esquina. E eu comprei váááários, já pensando em fazer um pisca-pisca de natal para minha árvore!

This image has an empty alt attribute; its file name is XVJJ5982-e1544810918862-1024x895.jpg

E chegou a hora! Eu juntei 50 embalagens. Difícil foi achar aquelas lâmpadas mais antigas para iluminar os minions. Porque essas lâmpadas de led de hoje em dia, tamanho de “arroz”, elas ficam lindas, parece que iluminam horrores, mas na verdade, elas brilham mas não iluminam. Sei lá… Não dão o mesmo efeito que as luzes mais antigas. 

Fui à caça delas no Mercadão de Madureira, e foi difícil de encontrar. Alguns lojistas disseram que o InMetro proibiu a venda, sei lá porque. Mas mesmo assim eu insisti. E tchram:

Comprei os chapeuzinhos prontos, numa embalagem com 4, por R$ 1,99! O material é tipo feltro, e eu dei um corte atrás, para pode facilitar na hora de colocar as lâmpadas dentro de cada Minion. Colei com cola quente, e eles ficaram uma gracinha! 

Depois de colados nas cabeças de cada Minion, bastou encaixar as lâmpadas. E eu fui intercalando os bonequinhos em uma lâmpada com e uma sem, pra não ficar muito coladinho um Minion no outro.  E eles ficaram simplesmente LINDOS na árvore! 

De curiosidade fui olhar outros produtos da marca, e vi que tem várias coisas dos Minions. Pra fazer uma festinha, noooooooossa! Só juntar várias coisinhas legais que dá pra soltar a criatividade e arrasar! Já estou pensando em usar o tema ano que vem! Será que pega mal ter os Minions na minha festinha de 43 anos??? kkkkkkk Nem ligo! Adoro eles!

Bem, mas por enquanto, vamos ficar com apenas as embalagens de leite fermentado que eu usei para fazer meu pisca-pisca lindo:

Adoooooro criar alguma coisa! Ainda mais com reciclagem de algum material! Espero que gostem! Super beijo,

Artesanato, Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, DIY

TRABALHO INFANTIL (OBRIGUEI MEU FILHO E SEUS COLEGUINHAS A FAZEREM)

Passando aqui para compartilhar um pouquinho do meu dia… exausto, por sinal! ha ha ha

Ontem, soube que filhote tinha combinado com os amiguinhos da escola de irem fazer um trabalho de grupo na casa de um deles. E lá fui eu caçar no grupo da escola, as mães dos amiguinhos. Meu filho já havia trazido até o endereço, para onde meu esposo iria levar ele e mais quatro hoje! E, surpresa, quando falei com a mamãe do amiguinho, ela não estava sabendo de nada!!! Exatamente o que eu havia imaginado. Porque crianças combinam entre si, mas só avisam as mães na última hora, né? rsrsrs

E a mãe do amiguinho só chegaria em casa hoje depois das 18h! Bem, daí, eu sugeri que viessem pra cá. O trabalho é para ser entregue amanhã, ou seja, teriam que fazer mesmo!

Combinamos tudo pelo whatsapp, e avisei ao Klaus: “amor, não esqueça que vai trazer Cecelo (filhote) e mais 4!” kkkkk O sexto amiguinho a mãe trouxe depois.

A galerinha almoçou:

almoço-filhote-amigos-trabalho escolar-

Depois, enquanto eu preparava a caixa de papelão que um deles trouxe, pegaram uma bola de basquete, e foram subindo as escadas para o terraço (onde tem uma cesta), dizendo: “Se precisar, só chamar a gente, tia!” rsrsrs

Oi???? Na, nani, nanão!!! Podem descendo que o trabalho é de vocês, não meu! Vou ajudar, mas não vou fazer! Eles desceram um pouco desanimados, mas acabaram se empolgando, claro. Primeira tarefa: pintar as bolas de isopor. E lá foram eles: cagando mãos, mesa, toalha velha… rsrsrs Mas no final, deu tudo certo! E os planetas ficaram lindos!

Aí veio a hora e encapar a caixa, e confesso: eu a outra mamãe que encapamos certinho. Eles até “ajudaram”, medindo, segurando… mas as colagens ficaram por nossa conta. Porque eu detesto trabalho borrado!!! kkkkk

Comprei várias estrelinhas adesivas, e cada um ganhou uma cartela para colocar na caixa. Adesivos são práticos para as crianças manusearem e dão um visual lindo, sempre!

Eles digitaram os nomes dos planetas, e eu imprimi. Eles cortaram e colaram em seus respectivos lugares. Eu e a outra mamãe colocamos o fio de nylon  no alto, e indicamos como cada um colocaria seu planeta. E a farra foi daquelas! Depois foi só esconder os “nós” do nylon com mais estrelinhas, e voilá:

trabalho escolar-sistema solar-jean mermoz

Quando terminaram, aí sim, puderam brincar! rsrs

E eles mesmos ficaram felizes com o resultado do trabalho. Não paravam de repetir: “caramba, ficou lindo, né? Acho que nenhum grupo das meninas vai ser tão bonito quanto o nosso!”  Olha a preocupação deles?! rsrsrsrs

Mas diz pra mim: ficou lindo mesmo, não ficou? Mãezica fica como???? Toda boba também!

Bem, ainda tivemos dois momentos de lanche, que nem consegui fotografar… e só agora consegui terminar de arrumar a bagunça, e a cozinha! ha ha ha Mas valeu a pena! O dia foi recheado de delícias e de muita arte! AMO essa rotina escolar!

Super beijo,

Artesanato, Comportamento, Crianças / Filhos, Cursos e Educação, Diário da Si, Diversos, Polêmicos

RANÇO DE PRECONCEITO

Sabem… eu acho que a minha geração era realmente mais preconceituosa, de uma forma geral. As pessoas faziam piadas que magoavam os outros. Mas sinceramente, por outro lado, acho que as gerações mais novas também perderam a noção das coisas. Absolutamente TU-DO é preconceito hoje em dia! Não é a toa que essa nova geração é chamada de “mimizenta”, e sim, alguns também fazem mimimi por isso!!!

A questão é que pra tudo nessa vida, o bom senso é a chave de tudo!

A gente tem que rever conceitos, formas de falar, brincadeiras, enfim, tem que estar aberto aos debates e a ouvir a forma como o outro se sente diante de alguma coisa. Mas muitas vezes o preconceito é colocado na conta de quem, no fundo, não teve preconceito algum. E isso é extremamente irritante!

Tem gente que, não importa o que a gente escreva, fale ou desenhe, sempre vai dizer que existe um preconceito em alguma coisa, uma segunda intenção, ou sei lá o que:

Comentários como esse acima sempre existirão!!! Sinceramente, eu acho que pessoas que enxergam preconceito em absolutamente TUDO, precisam se tratar! Pelo amor de Deus!!! E é desse tipo de coisa que eu quero falar hoje, porque recentemente meu filho passou por uma situação bem “desnecessária” na escola, e sinceramente, um tanto quanto exagerada!

A professora de Artes, vira e mexe, passa algum trabalho de releitura de uma pintura famosa! E claro, sendo releitura, e ela sendo professora de adolescentes do 9º ano, ela os incentiva a serem criativos em suas obras. Diz que  não precisam utilizar a mesma técnica empregada na obra original, que podem (e devem!) misturar outras linguagens artísticas, misturar novas cores, elementos da atualidade, coisas que cada um vivencia… Enfim, deixa claro que o  foco principal da releitura é a criação de algo novo, porém mantendo como base a obra que serviu de inspiração.

Ótimo! E bora soltar a criatividade! Adoro essa parte. Mal de família, pois tenho uma irmã artista plástica, e professora aposentada de Educação Artística. Sempre ajudo filhote nos trabalhos (quando são trabalhos de casa), porque gosto muito de artes e qualquer trabalho manual. Então, ouço as ideias, dou sugestões, procuro exemplos…

E o primeiro trabalho desse tipo, que veio pra casa, foi o Abaporu, pintura a óleo da artista brasileira Tarsila do Amaral, uma das mais valorizadas no mercado mundial das artes:

Acima temos a pintura original, e abaixo várias releituras que eu e filhote buscamos na internet e achamos bem legais:

  

A primeira transformou o homem em mulher, colocou uma sandália de flor, enfeitou o braço com pulseiras. Ficou uma graça. A segunda robotizou o Abaporu e todo o cenário e arrasou no futurismo! A terceira é fã de Romero Britto, que nos dias atuais, todo mundo conhece! Tudo colorido ficou lindo! E por último, temos uma releitura que foi aquela que o filhote mais gostou. Daí, como ele é jogador de basquete… desenhou Abaporu de uniforme do Celtics (time que ele torce), com direito a tênis de cano e boné! O cacto se transformou numa base com a cesta e o sol deu espaço a uma bola de basquete, que o Abaporu estaria encestando! PONTO!!!  Ah, sim a professora adorou! E ficou realmente lindo, pena que não fotografei pra mostrar aqui.

Mas hoje quero mostrar a nova releitura do filhote, que seguiu a única recomendação feita pela professora: transformar a pintura de uma mulher qualquer feita pela artista Anita Malfatti, numa mulher negra!

 

A obra original de Anita, se chama: “Moça com Fita Azul”, e filhote nomeou a dele “Moça Negra com Fita Vermelha”.  Certo de que estava mais uma vez fazendo a coisa certa: alterou a cor da roupa para rosa (que diz ser muito usada pelas meninas), manteve pulseiras e laço para ornamentar (combinando com a cor vermelha), e escreveu na roupa a palavra RANÇO, que hoje em dia é vista nas camisas de várias meninas por aí, e vendem em qualquer esquina, porque são MODA!!! Ranço é a decomposição ou modificação que sofre uma substância gordurosa em contato com o ar, causando um gosto ruim e a um cheiro desagradável, como um mofo. Como gíria, significa nojo ou raiva de algo ou alguém. Comum no dialeto jovem também, e por isso se tornou modinha nas camisas.

Mas… a professora não aceitou o trabalho! Disse que a palavra RANÇO nitidamente foi preconceito do meu filho (branco, loiro e de olhos claros), com a pintura da moça negra do quadro. Ele ainda argumentou sobre a moda, e que claro, não escreveu RANÇO para demonstrar o que ele sente pela negra pintada. Escreveu na camisa dela porque hoje em dia as meninas usam muito camisas com essa palavra, é modinha… e daí achou que a releitura estaria mais “moderninha” também. Foi corroborado pelas amigas negras da sala.

Enfim… nada adianta a gente tentar explicar quando o outro não quer entender. A professora não quis entender, não aceitou, mandou trazer de volta pra casa e fazer alguma coisa que não fosse preconceituosa na camisa!!! Ok, ficou ali uma faixa vermelha, cheia de bolinhas coloridas, para tapar o RANÇO.

Eu achei extremamente louco, sinceramente! Mas, fazer o que…

Não creio muito em “racismo reverso” como na imagem acima, porque acho que o negro ainda “sente na pele” tudo e carrega em si um preconceito inimaginável por nós, privilegiados pela nossa cor. Mas o que está em questão, não é o racismo, é a forma como as vezes julgam o outro, vendo o racismo onde ele não existe, entendem? Me digam vocês, o que acham, de verdade? Exagerado ou não? Eu confesso que tenho RANÇO de quem vê preconceito em tudo… enche o saco, isso sim! Quando eu disse lá no início do texto que tem coisas que é muito mimimi, é de coisas desse tipo que estava falando. Eu não estou falando apenas de brancos e negros. Estou falando no geral. Em todo e qualquer tipo de preconceito. Entendo que o negro sofre as consequências até hoje por algo que aconteceu lá atrás, e que nós, como brancos, muitas vezes não conseguimos enxergar o quão isso ainda os machuca. Mas cutucar uma ferida aberta, também não é uma forma de curá-la. E julgar o outro como sendo preconceituoso e racista, por uma coisa que VOCÊ viu dessa forma, mostra mais o SEU preconceito (muitas vezes não demonstrado, mas ainda incubado no seu inconsciente). É aquele ditado: “Quando Pedro me fala sobre Paulo, sei mais de Pedro que de Paulo.”

Eu apenas queria dizer sobre a atitude da professora, que não aceitou o trabalho acusando de preconceituoso, e nem ao menos o argumento, pois nunca viu nenhuma menina com esse tipo de camisa! Oi??? Onde ela vive???

Vai entender…

Artesanato, Crianças / Filhos, Datas Comemorativas, Diário da Si, Dicas, Diversos, DIY, Eu que fiz, Festas

COMO FAZER FESTA COM POUCA GRANA

Oi gente linda 🙂

Quem me conhece sabe bem que uma coisa que eu AMO é festinha, encontros, reuniões… qualquer motivo é motivo para abrir a casa e receber os amigos. E isso meu filhotinho mais novo puxou de mim. Então, aniversário dele, a gente tem sempre que fazer alguma coisa, mesmo quando a grana está curta!  Mas, economizar também é comigo mesma! ha ha ha Só não pode deixar data de aniversário passar em branco!!!

Então, início do mês meu “Bê” completou 11 anos. Uau, está também um rapazinho já! É indescritivelmente MA-RA-VI-LHO-SO acompanhar o crescimento de um indivíduo! Fazer parte dele então… noooooooooossa! ♥ 

Como ele já está grandinho, ficou na dúvida se seu aniversário teria um “tema” ou não. Adooooooro, mas queria deixar pela vontade dele mesmo. E como estávamos na Copa do Mundo, com o terraço já cheio de fitas verde e amarelo, ele optou pela Pátria Amada Brasil! ♥ 

Como eu não podia gastar, catei tudo o que já tinha: papéis, potes, bandejas, toalhas, fitas… e lá fui colocar a mão na massa, para fazer uma decoração bem bonitinha.

Com Color Paper, que filhote mais velho usou no início do ano para um trabalho de artes, consegui fazer absolutamente TODAS as coisinhas para decorar! Bandeirolas, porta docinhos e os pequenos cartazes para as bolas de estrela (que foram do #EBSA8):

brasil-copa do mundo-2018-festa infantil-festinha futebol-decoração futebol

Esses almofadões são beeeem antigos, tenho ao todo 5 (tem um vermelho e outro coral). Foram almofadas de um sofá velho, que eu encapei de várias cores para decorar o quarto dos meninos há muitos anos atrás. Já faz tempo que estão no terraço. Separei essas 3 cores da nossa bandeira, e pronto, mais um detalhe para decorar!

Imprimi em casa mesmo pequenas bandeirinhas, bolinhas de futebol, e o nome do aniversariante:brasil-copa do mundo-2018-festa infantil-festinha futebol-decoração futebol

Imprimi uma folha apenas, cortei e colei em palitinhos, para enfeitar os cupcakes, que eu mesma “fiz”! Como não tenho forma própria, comprei aqueles bolinhos prontos:

brasil-copa do mundo-2018-festa infantil-festinha futebol-decoração futebol

Recheados, gostosinhnos, fiz um glacê verde e cobri com granulado verde também, para imitar grama. Coloquei em forminhas amarelas e azuis (que tinham sobrado da festinha do Kuroko do ano passado! ha ha ha). Quem guarda, tem! E quanto eu digo que sou mão-de-vaca, eu falo sério! ha ha ha

brasil-copa do mundo-2018-festa infantil-festinha futebol-decoração futebolbrasil-copa do mundo-2018-festa infantil-festinha futebol-decoração futebol

Terraço enfeitado (até a bandeira já estava lá para os jogos da Copa), terminei de ornamentar com os doces, guloseimas e ficou uma graça! Fiz um cachorro quente, que as crianças adoram, comprei mais refrigerante e esperei o kit festa.

Há um tempo atrás, quando Cecelo fez sua primeira comunhão, eu encomendei um kit assim, numa loja lá em Madureira. Tudo gostoso, até indiquei nos stories. E quando fui pedir novamente, disseram que eu teria que ir até lá pra dar a entrada e só então poderiam fazer a entrega!!! Oi???? Porque eu só havia comprado uma vez, e sendo assim, ainda não podia ser considerada cliente. Cheguei a falar sobre isso lá no face, porque achei um absurdo isso! Nem depósito eles não aceitam. Lógico que perderam um cliente! E dessa forma, conhecei um novo kit festa, tão gostoso quanto o outro! Que aceitou meu pedido na mesma hora, entregou na minha casa e só então fiz o pagamento! Com certeza, ganharam mais um cliente, porque sempre que eu precisar, vou encomendar neles!

O kit que eu encomendei pro aniversário foi com bolo, 200 salgadinhos e 100 docinhos. Eles ainda trazem os copos, guardanapos e 4 refrigerantes! Tudo por R$ 200,00 (vinte da entrega). Festinha de criança é pra criançada curtir! Tendo bolo e amigos, tá tudo certo! No cachorro-quente, mais refri, decoração e demais detalhes, eu não cheguei a gastar R$ 50,00!!! Ou seja, a festinha toda foi menos de 300!!! ha ha ha E a mãezica fica como??? Mega feliz com tanta economia!

A torta era bem grande, deliciosa, e beeeeem recheada! Os salgadinhos eu pedi sortidos: coxinha, camarão (inteiros tá? – eu não gosto, mas todo mundo adorou!), kibe, bacon, presunto e queijo. E os docinhos sortidos também: cajuzinhos, brigadeiros, casadinhos e morango! Já vem na forminha e no celofane transparente. Uma gracinha. Tudo muito bem embalado, e entrega pontual. Mais prático, impossível! Eu não sei se eles entregam em todo o Rio, mas na região aqui do Méier a adjacências sei que sim! Pra quem quiser experimentar, os telefones são 3275-5483 / 98796-3221. Tem vários outros kits e eles também tem salgados, doces e tortas fora do kit! 😉 Pagamento só na entrega e aceitam até cartão de crédito! #ficaAdica

O mais importante é ver esse sorriso: radiante com seu presente, radiante com sua festinha, com seus amigos… Essa alegria não tem preço! Se quiserem assistir um pouquinho e ver como fiz cada detalhe que falei, apertem o play:

Artesanato, Diversos, Recebidos | Jabá | Mimos

LOJA ETERNARTS

Oi gente linda 🙂

Já faz um tempinho que eu queria mostrar pra vocês a minha ring light:

A loja EternArts começou de um sonho de uma blogueira, que aos poucos, se tornou realidade. O nome EternArts veio de uma junção dos nomes -Eternidade e Artesanato. “Há tempo determinado para todas as coisas” – Eclesiastes 3

A EternArts cria, desenvolve e produz adesivos, t-shirts e lembrancinhas personalizadas:

As ring lights para iluminação de videos fabricadas por eles, estão com as últimas unidades lá no face!!! São as últimas peças, porque eles pararam de fabricar. Então, se você quer aproveitar o preço, corre lá no face para saber mais detalhes.