Browsing Category

Crianças / Filhos

7º Encontro Blogueira S.A., Comportamento, Crianças / Filhos, Datas Comemorativas, Diário da Si, Diversos, Encontros de Blogueiras, Eventos, Fala Pra Mãe: perguntas e respostas, Pergunta: que eu respondo!

O MEU DIA DAS MÃES

Oi gente linda :)

Esse post era pra ter saído ontem… rsrsrs Mas vida de mãe é assim mesmo: primeiro a gente  se adéqua aos horários dos filhotes, e depois vai cuidando dos nossos próprios afazeres. E como eu AMO essa vida!

Domingão foi dia de churras aqui em casa, com a mamãe e os filhotes:

dia das maes

E na última sexta-feira, filhotinho mais novo teve apresentação na escola. Chorei, óbvio! Choro até nas turminhas alheias… imagina com meu filho cantando??? kkkkkkkk E tenho que aproveitar, porque o mais velho já não tem mais essas “gracinhas” há muitos anos. E o mais novo está no 4º ano, ou seja, daqui a pouco isso acaba também.

20170512_083701[1]

Gravei tudo, claro! E tem um pedacinho no início do vídeo especial de Dia das Mães, onde respondi duas perguntinhas sobre o nosso #EBSA/blogosfera! Aperta o play:

Apenas alguém feliz! :)

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Crianças / Filhos, Cursos e Educação, Dicas, Diversos, Entretenimento e Cultura, Leitura-Textos-Poesias

LEITURINHA: O LIVRO IDEAL PARA OS FILHOTES

Oi gente linda :)

Pra quem ainda não sabe, eu tenho dois pequenos em casa. Um já nem é tão pequeno assim, agora com 13 anos, mas já me passou na altura faz tempo!!! rsrs

Se há uma coisa que eu incentivo aqui em casa é a leitura e a escrita. Porque por mais “internetês” que a gente aprenda, por mais abreviações que a vida moderna nos permita fazer, NADA se compara a um bom português, né não? Não precisa ser exímio, mas corretinho,  já tá de bom tamanho!

Toda vez que eles se interessam por um livro, a gente fica de olho numa continuação, ou numa leitura semelhante, para dar continuidade depois que o livro acabar de ser lido. Para que eles não percam o interesse. Porque não é fácil hoje, com tanta tecnologia, se prender à leitura. Tem que aprender a apreciar realmente.

Antes de compartilhar o momento da leitura com as crianças, uma das principais preocupações dos pais é verificar quais gêneros são mais indicados para cada faixa etária dos pequenos (ou dos não tão pequenos assim!!! rs). Sejam contos infantis, fábulas ou simplesmente uma história  ilustrada, é importante verificar se aquele gênero está corretamente inserido na realidade de compreensão da criança.

Para ajudar os pais nessa escolha, a Leiturinha, maior clube de assinaturas de livros infantis, mostra quais os gêneros que se adaptam a cada faixa etária.

original_leiturinha

Criada em 2014, a Leiturinha é o maior clube de assinatura de livros infantis do Brasil, promovendo o hábito da leitura compartilhada para mais de 35 mil famílias, distribuídas em mais de 3.900 cidades brasileiras. A atuação da empresa se baseia no incentivo à leitura e na curadoria dos livros, para proporcionar experiências de aprendizado e diversão em família. Mensalmente cada assinante recebe em casa um kit contendo livros – selecionados de acordo com a etapa de desenvolvimento de cada criança, uma carta pedagógica e outras surpresas, além do acesso gratuito à Biblioteca Digital – com mais de 1000 livros e vídeos.  Vamos conferir as dicas:

Até os 3 anos

Dos primeiros meses até o quarto ano de idade é um período em que já se pode introduzir gradativamente a leitura na vida da criança. É essencial criar o hábito da leitura e praticá-lo frequentemente. Assim, seu interesse é aguçado por meio de texturas, cores, sons e também pela voz de quem conta a história. Pop-ups e dobraduras são outros grandes aliados. O gênero não é nenhum segredo: os bebês gostam de livros que estimulam sua visão, audição e tato, independente do tipo de história infantil.

Dos 4 aos 6 anos

As ilustrações continuam sendo indispensáveis para esse período, mesmo sem o uso de texturas e dobraduras. Os contos de fadas e aventuras são gêneros atrativos. Procure escolher livros com poucas páginas, textos ampliados e espaçados – ou seja, livros mais lúdicos, mas ainda assim com histórias.

Dos 7 aos 9 anos

Nessa fase, a criança já está familiarizada com o hábito de ler e está iniciando a alfabetização. Essa é a época da curiosidade e da descoberta das preferências literárias do pequeno. As histórias com moral, como as fábulas, vão ajudar a ampliar a imaginação, caráter e repertório cultural da criança, além de desenvolver o seu vocabulário.

Dos 10 aos 12 anos

Suspense e muita aventura são os assuntos que mais chamam atenção entre as crianças nessa fase. É o período da pré-adolescência, no qual as ilustrações, texturas e outros recursos utilizados para os leitores mais novos já cedem espaço para textos mais complexos. Essa é a fase de reflexão, em que o pequeno procura desvendar mistérios, curiosidades e outros quebra-cabeças.

Dica para todas as idades

É claro que existem tipos de histórias que atraem mais uma criança do que outra. Além de verificar a faixa-etária e o gênero, é sempre importante valorizar o gosto da criança – que vai se desenvolvendo cada vez mais com a leitura cotidiana.

Para mais informações, acesse: www.leiturinha.com.br

Vocês gostam de ler com seus filhotes? Tem algum livro infantil de vocês até hoje? Eu tenho! Na verdade dois: O Retalhinho Branco e Nana Manor! Da minha infância, outro marcante (mas que não tenho até hoje) foi “Marcelo, Marmelo, Martelo”.

Super beijo!

Apenas alguém feliz! :)

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, Dicas

COMEÇANDO MAIS UM ANO ESCOLAR

Oi gente linda :)

Aqui no Rio as aulas retornaram em Fevereiro, pra desespero total dos filhotes!!! ha ha ha Porque poxa, com o carnaval na última semana, foi dose… A verdade é que um feriado tããããão longo, resulta em dias sem estudo, óbvio! O que significa que não ia adiantar correr com matéria nas duas semaninhas que antecediam a data. Matéria foi dada, claro. Na escola do filhote mais velho houveram até alguns testes, as temidas V.A.s (Verificação de Aprendizagem), que são sempre surpresa!

Já se vão dois anos na escola nova, com novos amigos, novos professores… e claro, a essa altura, eles estão mais que enturmados, entre si e com todo o corpo docente também. E nós, as mães??? Há! Temos nosso grupo no zap, para fofocar e manter nossos filhotes no eixo. Muitas vezes esse grupo salva “trabalhos” que eles esquecem e etc, etc, etc. Porque adolescente tem cabeça de vento, né? rsrsrs

Quando o mais velho foi para uma escola pública, eu queria que o mais novo, quando chegasse na época, fosse estudar na mesma escola. A escola acabou se transformando em unidade de horário integral, e não abriu turmas justamente no ano do mais novo ingressar. Foi um ano de muitas mudanças escolares, porque meus planos foram por água abaixo. Problemas à parte, Dandan (o mais velho) e Cecelo puderam estudar na mesma escola, aqui na esquina de casa, até que Daniel conseguisse a bolsa para o Santa Mônica.

Mas dessa vez o da mãezica aqui está apertado com o mais novo.  Ele estava acostumado com uma escola só de Educação Infantil. E, contrariando o comum nas escolas, teve a mesma professora por 3 anos consecutivos. Resumindo: ele é apaixonado por ela. Ela os moldou, exatamente como eu sempre achei que uma professora deveria fazer: com amor, mas rigidez no ensino!

Professora Ester

E três anos seguidos no mesmo ritmo, com a mesma professora, claro que criou um laço ainda maior entre eles e ela ♥ Cecelo era um bom aluno, e tem um carinho enorme pela “Tia Ester”. No último dia de aula, ele pediu para comprar flores pra ela. E eu disse: “Pode deixar, junto com a lembrançinha que a mamãe comprou, vou acrescentar um vasinho de flores.” E ele questionou: “Não, mãe… não quero um vasinho. Quero um daqueles grandes, igual um homem dá para uma mulher nos filmes!” Ohwn… um buquê!!! ♥ Meu cavalheirinho!

presente-bonequinha-carinho-ao mestre

flores

Claro que eu levei! Primeiro porque o gesto dele foi lindo. Segundo porque a professora Ester merecia um jardim inteiro, tamanha sua dedicação com essa turminha do barulho:

ultimo dia de aula

É… agora ele foi para aquela escola que eu citei num post lááááá atrás (AQUI e AQUI). A escola que Dandan estudava e que eu queria que ele estudasse lá na época. Surgiu a oportunidade, para alguns bons alunos, e filhotinho foi um dos indicados ♥ E a mãezica ficou como??? Toda orgulhosa, pra variar. É mais longe? É.  Mais contramão? É. Mas é melhor? Ééééééé!!! Então, bora pra mais um jornada na vida escolar. Agora com a nova turminha, numa nova escola, com uma nova professora. Abaixo, a descontração do Bailinho de Carnaval:

escola jean mermoz

O tempo passa… e vai rápido! Rápido demais. E a única coisa que a gente pode fazer é aproveitar cada etapa disso. AMO participar ativamente de cada passinho na vida deles, e peço que Deus os abençoe em cada uma delas! Até que um dia, seguirão seus próprios caminhos.  P. S.: vou atrás!!! kkkkkkkkkk

Lá no canal, durante essa semana teremos a #VEDWEEK de Março, com Especial Volta às Aulas, com vídeos todos os dias. O primeiro é mostranto o “nosso” Material Escolar. Aperta o play pra conferir:

Super beijo!

Apenas alguém feliz! :)

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, Diversos, Notícia, Polêmicos

QUANDO NÃO SER MÃE É A OPÇÃO

Oi gente linda! :)

Diariamente eu recebo muitos releases, dos mais variados assuntos… Eu dou preferência aos assuntos que não sejam fofocas e famosos. E consequentemente, isso me leva a ler as mudanças mundiais, lutas vencidas, e as mudanças de comportamento. Aliás, comportamento e pessoas são meus assuntos preferidos!!!

Ontem ou anteontem, li um artigo sobre o “Essure“, já ouviram falar?

Essure  é um método contraceptivo permanente e irreversível. Consiste em um dispositivo macio e flexível feito de aço inoxidável, revestidos por uma capa de níquel-titânio. Com cerca de quatro centímetros de comprimento e espessura de um fio de cabelo (semelhante a pequenas molas).

essure3Essure1
Inserido pelo canal vaginal até o útero e, dele, até o local de implante, por meio de um aparelho extremamente fino, denominado histeroscópio. O procedimento é rápido e não necessita de anestesia. Permite que a mulher, rapidamente, volte a executar suas atividades normais sem repouso.

A ação leva cerca de três meses para que as tubas uterinas sejam completamente bloqueadas, portanto, é importante a utilização de pelo menos um método contraceptivo durante esse período. Este produto não contém hormônios e, dessa forma, não altera o ciclo menstrual da mulher.

As mulheres têm conseguido, ao longo dos anos, conquistar mais espaço no mercado de trabalho e boas posições em grandes empresas. A educação formal e a globalização influenciaram essa conquista. Durante muito tempo, o preceito de “casar e ter filhos” eram características socialmente atribuídas à mulher. Hoje, ao contrário, o desejo de priorizar a ascensão profissional substitui a opção por ser mãe em muitas mulheres. Eu, particularmente, sempre tive o sonho de me tornar mãe. Planejava pelo menos uns 6 filhos, talvez 8. Confesso que a opção de parar no segundo filhote foi mais financeira mesmo. É difícil criar filhos, financeiramente falando. rsrsrs

Porque a gente sempre quer dar o melhor para eles. E o mundo está cada vez mais caro. E não estou falando de itens extras não… estou falando só do basicão mesmo: moradia, comida, vestuário… Porque se colocar o lazer e a modernidade na ponta do lápis, dá vontade de chorar, né não????

No calor do Rio de Janeiro, por exemplo, uma noite de 40º, sem ar condicionado, é algo quase insuportável. Pelo menos 2 ventiladores em cima, e um no teto!!! kkkkkkkk

Um dia no cinema, com apenas meus 2 filhotes, já não sai por menos de R$ 80 reais (sem ser no fim de semana e com combo família de pipoca, que já é pra economizar!!! rsrsrs).

Mas isso NUNCA me fez pensar na opção de não ter filhos. Antes de tê-los, eles já eram desejados à frente da realização profissional e financeira. Deixaria qualquer coisa para vivenciar a maternidade. E confesso: não me arrependo. Faria tudo de novo! Porque olha… VALE A PENA!

Hoje em dia, conforme mostram os estudos, e conforme a gente vê por aí também, a maternidade acaba sendo empurrada para frente em nome da liberdade e do trabalho e, quando a maioria atinge o ápice profissional aos 40, sente que o momento para ser mãe já passou. E esse é o motivo que leva grande parte das mulheres a procurarem maneiras definitivas de contracepção como a laqueadura cirúrgica, um dos métodos mais conhecidos. E o tal “essure” acabou chegando como uma alternativa minimamente invasiva, que é a laqueadura por via histeroscópica.
O procedimento, apontado como “padrão ouro” na Europa e Estados Unidos, é simples e não exige internação, incisões ou anestesia, bem como o afastamento das atividades. Trata-se de um microimplante macio e flexível, de apenas quatro centímetros, em titânio e níquel (materiais que apresentam excelente compatibilidade com o organismo) que, introduzido pela vagina através de um equipamento extremamente fino (histeroscópio), é colocado em cada uma das tubas uterinas. O método é realizado em cerca de 5 minutos.

Nas semanas seguintes ao procedimento, o corpo trabalha em conjunto com os microimplantes na formação de uma barreira natural que impede o espermatozoide de chegar ao óvulo. Por esse motivo, durante os três primeiros meses, é preciso que a mulher continue utilizando outra forma de contracepção, até ser confirmada a oclusão por meio de radiografia.

Confesso que não sei muito bem o que pensar sobre essa opção. Mas acho que se a mulher decide que não quer ter filhos, me parece uma opção segura para fazê-lo, e super prática. Achei o método interessante para quem opta por esse estilo de vida: sem filhos!

Filhos… mudam a nossa vida para sempre! Pra mim, é um amor que não se compara a nenhum outro, e que nos torna seres humanos melhores, a cada dia! Mas claro que isso não funciona assim para toda mulher. Se funcionasse, não teríamos mães matando filhos, abandonando, dando para adoção. Esse é um sentimento que tem que estar DENTRO da mulher, e não imposto pela sociedade ou pela família. Cada um tem sua vida, e cabe ao próprio optar por vivê-la de modo pleno.

Para mim, a plenitude de uma mulher, inclui os filhos! E se minha condição financeira tivesse permitido (porque agora já não adiantaria mais… rsrs), eu teria muitos deles! “Porque o amor é a única coisa que cresce, a medida que se reparte!” Mas como grifei, essa foi a minha opção. E opções não são regras!

E vocês, já ouviram falar desse procedimento? O que acharam dele? Qual a sua opção para a vida? Me contem!

Bjks!

Apenas alguém feliz! :)

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, Dicas, Diversos, Entretenimento e Cultura, Games

JOGOS DE TABULEIRO VERSÃO DIGITAL

Oi gente linda :)

Quem tem filhos aqui, sabe muito bem que hoje o pc, celular e vídeo games são sempre os locais preferidos para a brincadeira das crianças. Mas a gente tem que incentivar os jogos tradicionais também, e as férias são um ótimo momento para isso. Sentar em roda, chamar os amigos, fazer uma pipoca, e jogar num tabuleiro!!! YES!

Sou suspeita pra falar, porque sempre adorei jogos. E gosto de gente na mesa, no chão… rsrs Meu jogo preferido era um que ninguém queria jogar: Scotland Yard. Todo mundo reclamava que tinham palavras difíceis, que demorava muito… mas eu A-M-O esse jogo! Em segundo lugar, Detetive. E esse, não tinha quem não gostasse. Até hoje, todo mundo gosta! E engana-se quem pensa que os adolescentes estão em outra “época” hoje! Os adultos é que pensam assim, e preferem deixá-los somente no digital. :/

scotland yard- jogo de tabuleiro-growdetetive-estrela-jogo de tabuleiro

Bem, jogos digitais eu também adoooooro! kkkkkkkkk  Daí imagina unir as duas coisas???

Pois é, eu recebi faz um tempinho um release falando sobre a plataforma “Jogos de Sempre”, oferecida pela Vivo, que tem “clássicos” da Estrela: Jogo da Vida, Banco Imobiliário, Detetive… Os jogos de tabuleiro com versão mobile??? Caraca, isso é demais! Fiquei super curiosa!

Agora mesmo estava vendo o site, na parte “Estrela Digital”. Doida pra saber como funcionam os jogos online!

Daí fui pesquisar também a Grow (do Scotland Yard rsrs). Caraca, e eles também tem versões digitais de jogos como War e Imagem & Ação, que eu adoooooooro também! Me divirto muito jogando!

Vocês conhecem algum jogo desses, que eram de tabuleiro, na versão digital? Alguém já jogou? Tô aqui só imaginando…

Bjks!

Apenas alguém feliz! :)

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, Fé e Religião, Festas

O PRESENTE DE NATAL QUE EU MAIS QUERO

Oi gente linda :)

O natal é sempre uma data de muita reflexão, né?  Na verdade, eu sou bem reflexiva o ano todo, mas nessa época acho que a sensibilidade aflora ainda mais.

Meus pais estão idosos, e com alguns ‘problemas’ típicos da idade: esquecimento, confusão, cansaço… Graças a Deus estão bem de saúde, mas confesso: esse é o meu maior pedido sempre! Que Deus dê muuuuuuuuuuuuita saúde para que meus pais possam ainda comemorar muitos natais e aniversários conosco.

Nem quero escrever muito no assunto, porque mal comecei e o nó na garganta já está enorme. No último vídeo da nossa #VEDWEEK lá no canal eu gravei um vlog arrumando a casa ontem, mostrando um pouquinho da mesa da ceia, da família, e dos meus lindos “véios”:

Apenas alguém feliz! :)

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Crianças / Filhos, Cursos e Educação, Dicas, Diversos

LET’S CODE ACADEMY: FÉRIAS PARA OS FILHOTES

Oi gente linda :)

Quem me acompanha sabe que eu sou mãe de dois rapazinhos:

filhotes-rapazinhos-simone aline-blogueira s/a-mãezica

Cecelo tem 9 anos, e Dandan 13! E naturalmente, ambos adoram vídeo games e computadores. Quem não gosta??? E fico orgulhosa com cada “pecinha” que as vezes os deixam tão felizes num jogo.  Se eu entendo??? Não, nada! Mas gosto de saber que eles “evoluíram” ou passaram de fase. Sou de uma época onde as crianças e adolescentes acreditavam que tinham passado de fase por terem apenas as cores alteradas na tela!!! ha ha ha As vezes um objeto a mais (estático, claro! rs) já era motivo de alegria. Hoje, quando sento com eles, penso: “Como conseguem mexer em tantos botões ao mesmo tempo???” E quando a tela é dividida ao meio para que ambos acompanhem? Aff… já me perco e não sei mais quem sou eu, que parte da tela é meu jogo… rsrsrsrs Uma loucura só! Mas amo, mesmo sem conseguir mais acompanhar tudo isso!

É tão gostoso ver avanços, mesmo quando a nossa mente não consegue mais acompanhá-los. Eu penso: “Nooooooooossa, que máximo!” E sim, o futuro é deles. Dessa geração de muitos botões, de telas alternadas, de agilidade excepcional!

Daí que dia desses eu recebi a programação de férias de uma escola super diferente:

lets-code

A Let’s Code Academy é uma startup de ensino de programação para crianças, jovens e adultos. Com método próprio e inovador, a escola ensina de forma divertida e completa, com linguagem nativa e módulos específicos para quem nunca programou até especialização em games e Apps. Aprender programação desenvolve o raciocínio lógico, ajuda a resolver problemas e, no caso das crianças, pode ser útil inclusive para matérias escolares, como a matemática.

Serão duas semanas de aulas diárias (segunda a sexta), com duração de 3 horas (cada dia) que vão introduzir os pequenos no mundo dos games e da internet. Serão 3 cursos: Kids, para crianças a partir de 6 anos, Games em Scratch, para crianças a partir de 8 anos, que já sabem ler, e o curso de Introdução à Programação, para quem tem mais de 14 anos e quer aprender a lógica da programação. Serão até 6 turmas, 3 para o período da manhã e 3 para o período da tarde, com 3 datas de início: 09, 16 e 23 de janeiro. Quem se matricular até o fim deste ano terá 15% de desconto no valor do curso.

A Let’s Code Academy tem 3 salas de aula digitais, com capacidade para 12 alunos cada, espaço Digital Lab, reservado para o aperfeiçoamento do conteúdo ensinado e reposição de aulas e um Café, com mesas e cadeiras no qual os pais podem permanecer e observar as aulas dos filhos. Como assim??? Caracaaaaaaaaaa, eu ia querer fazer as aulas junto, isso sim! Imagina só???  Aprender um pouco mais, tentar entender um pouquinho aquilo que a mente já não aprende sozinha. Seria o máximo!!!

Puxa, quem dera eu fosse passar as férias em São Paulo!!! ha ha ha  A proposta da Let’s Code é fantástica, e os sócios Felipe, Guto e Omar estão de parabéns. A escola de programação fica no Jardim Europa, e quem quiser mais informações pode acessar o site: www.letscode-academy.com

#FicaAdica para quem estará em Sampa nas férias! 😉

Bjks!

Apenas alguém feliz! :)

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥