Browsing Category

Negócios

Comportamento, Diversos, Negócios, Notícia, Polêmicos

QUAL A DIFICULDADE DAS EMPRESAS NAS REDES SOCIAIS?

Puxa a cadeira, pega um café, que o texto vai ser longo…

Estamos no final de 2018, e parece que a maioria das pessoas ainda não entendem muito bem como “trabalhar” nas redes sociais. Sim, trabalhar!

Há poucos meses tivemos uma “revolução” aqui na internet brasileira, devido a política. Independente do seu voto, #EleSim #EleNão, as redes sociais mostraram o seu poder. Mas ainda assim, algumas marcas ainda não entenderam como as coisas funcionam.

Pra começar, vamos pensar: “Para que serve uma rede social?” Para fazer amizades, para que os amigos possam ver nossas conquistas, alegrias, e também acompanhar momentos de tristeza. Momentos e acontecimentos que, na distância (e sem as redes), muitas vezes não seriam compartilhados, e alguns amigos nem teriam como saber!  A gente pode manter a amizade “próxima” mesmo quando esses amigos vão para outro bairro, outra cidade, outro país!!!  Trocar de escola, de curso, de faculdade? Não é mais problema há tanto tempo! Casou, se mudou, teve filhos? Ah… que delícia! Porque mesmo distantes fisicamente, a gente pode acompanhar através das redes sociais, o barrigão da amiga crescer, o parto, o aniversário dos filhos… Isso é tão indescritivelmente maravilhoso!

E o melhor, é que a gente não apenas acompanha isso, mas também interage: deixa um recadinho, uma figurinha, uma mensagem. Quando liga, pode não apenas ouvir a voz, mas conversar “cara a cara”. E novamente eu digo: isso é tão indescritivelmente maravilhoso! Quem tem parentes longe, podem continuar se vendo mesmo estando a quilômetros de distância. Meu Deus!

Mas como eu disse no início do texto, para que tudo isso aconteça, tem muita gente trabalhando por trás! E claro, com as redes sociais cada vez crescendo mais, as empresas também quiseram “fazer amigos”, estreitando os laços com seus clientes. E a grande maioria –  pasmem, em 2018 – ainda não sabem trabalhar com elas!

Claro que não é errado sua empresa entrar na internet. E óbvio, ELA DEVE! Seja que negócio for, que tamanho for, enquanto uma marca não estiver na internet, ela terá um público limitado. Muitos donos de empresas resistem para entrar nas redes sociais, justamente porque não sabem mexer nelas. É preciso tempo, paciência e bom senso. E cabe à empresa, contratar alguém que tenha essas aptidões para trabalhar com isso. Lidar com pessoas de vários pensamentos e diferentes temperamentos não é fácil na vida real. Por que seria na virtual? E por experiência própria, nem sempre é fácil ler desaforos, e não responder. O fato de estarem atrás de um computador, com a falsa sensação de segurança, torna as pessoas corajosas, cuspindo fogo, se achando donas da razão absoluta. E ainda tem aqueles piores ainda: que xingam, ameaçam, “roncam grosso”…  rsrsrs Não é fácil, mas é rir pra não chorar, literalmente!

Quem trabalha com redes sociais passa por isso o tempo todo. E o segredo, qual é então? Contar até três (aproveitando que a pessoa não está nos vendo também), respirar fundo, soltar palavrões sem digitar. E calmamente responder, ponderando as palavras, e tentando assim, acalmar ou sensibilizar quem está lendo. É dessa forma, com carinho, que a gente toca no coração das pessoas. E faz elas lembrarem que, mesmo quando não as conhecemos de verdade e não estamos ao seu lado, somos “amigos”, e como tal, devemos nos respeitar e nos entender, com educação e sensibilidade de ambos os lados.

Que não é brigando que se entende, as marcas sabem muito bem. Qualquer estabelecimento usa a frase de que o “cliente sempre tem razão!”  Se sabem disso, porque não agem assim também nas redes sociais? Qual a dificuldade que elas ainda enfrentam nessa hora? A falta de “humanidade” nas redes. Quando o cliente está ao vivo, gritando, apontando um erro, ele quer falar com o gerente, o supervisor, o dono!!! PORRA, ele quer falar com alguém que vai tentar amenizar a situação.  Se essa pessoa for grosseira, não der razão ao cliente ou não mostrar empenho em tentar resolver, ele NUNCA vai conseguir manter sua empresa. Ou terá que contratar alguém para fazê-lo. UMA OUTRA PESSOA. Não vai adiantar o cliente pedir pra chamar o responsável, e o funcionário mostrar uma máquina pedindo desculpas. O cliente quer ALGUÉM, entendem? Ele quer ser ouvido e quer ser entendido.

E nas redes sociais, quem está, tem que ser ativo, tem que ser alguém!!! E é aí que as empresas erram. Porque das duas, uma:

1) A empresa não quer (ou não pode) investir no virtual, mas fazem seu perfil numa rede social porque ouviram falar que é essencial hoje em dia estar na internet! O dono ou um funcionário de qualquer área da empresa, entra numa rede social, e pronto! Coloca ali as informações, avisa das promoções, disponibiliza o telefone, e por aí vai…  De vez em quando acessa pra colocar uma novidade, e sai, acreditando que tá “bombando”!

2) A empresa quer e pode investir, e já sabe que TEM que estar na internet também! Contratam uma assessoria de imprensa, uma agência de publicidade, e acham que pagando por bons serviços, estarão fazendo um ótimo trabalho! Artes perfeitas, textos bem escritos, frequência diária, respostas automáticas… parece que estão “bombando” também!

Mas sabe qual é o problema de ambas as empresas? É que estar “bombando” pode ser muito legal quando a gente pensa em curtidas, em comentários, em números! Mas quando uma “bomba” realmente estoura, ambas também não sabem lidar com a situação. E por quê? Porque simplesmente não tem quem o faça. Porque simplesmente falta ali a “humanidade” da empresa.  Falta o funcionário bem treinado, alguém que responda para cada um, com carinho, com carinhas, com gracinhas… falta a amizade, a empatia, o cuidado… falta a demonstração de que CADA UM é importante, é amigo, é especial para a empresa!

Pessoas gostam de sentir especiais. Pessoas gostam de abraços, afagos e afeto. E como uma empresa pode fazer isso a distância? Respondendo “à mão” ao invés de mandar mensagens automáticas pra todo mundo. Não dá pra fazer com todo mundo, não tem problema. Demonstre carinho com um ou outro por dia! Note o que as pessoas estão falando da sua empresa, agradeça, compreenda, retribua! E quando errar??? Peça desculpas, repare o erro, reverta a raiva em enternecimento. É através do coração que a gente ganha o cliente! Uma marca nunca pode esquecer disso!

O olhar deseja (capriche nas fotos e no seu produto ao vivo), o valor vende (quem resiste à uma promoção?), mas o coração… ah, o coração!!! É através dele que o cliente se fideliza.  E é cativando ele, que você faz o cliente voltar, seja na sua rede social ou na sua loja física! Agrados, cuidado, carinho de verdade… fazem toda a diferença!

Se não houver a intenção de interagir de verdade com os amigos (nesse caso, clientes), porque raios uma empresa entra numa rede social? Porque ouviram dizer que estar na rede social  é importante? Sim, é importante! Mas tem que ESTAR de verdade. As redes sociais são para isso: SOCIALIZAR!!!

Trabalhar com as redes sociais não é complicado, não é difícil… mas sim, é trabalhoso! Porque requer “cuidado”! O que se escreve na internet, não se apaga, mesmo depois de ser deletado.  Milhares de pessoas veem ao mesmo tempo, e quando se tenta passar a borracha, alguém já copiou… Isso sem falar que,  muitas pessoas interpretam a mesma coisa de formas diferentes. O que pode gerar mais problemas. E aí, meu amigo, vira uma bola de neve. E a empresa que não responder, vai ter dor de cabeça, de verdade!

Aí eu chego no acontecimento do Carrefour. Mercado grande, presente em vários países, atuando nas redes sociais há anos, e ainda assim… tão distante de seus clientes! Com certeza contrataram grandes empresas de assessoria e comunicação para administrar suas redes sociais. E o que eles fizeram de errado então? Esqueceram de ter um funcionário para estar ali, presente nas redes. Aquele que vai responder de forma DIRETA E PESSOAL quando alguém GRITAR (porque a gente também GRITA nas redes sociais!!!) que quer falar com o gerente, o supervisor, o dono, ora bolas!!!  As agências contratadas fizeram seu habitual trabalho como sempre: artes lindas, sites bem estruturados, navegação excelente, promoções, categorias separadas, venda online, logística de entrega, enfim,  tudo pra facilitar. E pra socializar? Não é que tenham esquecido, mas isso só quem faz é gente, é um funcionário que conhece a empresa, a rotina, os funcionários, o dono…  Não existe algoritmo, cálculos ou códigos que façam o papel de uma pessoa. Consequentemente, NUNCA conseguirão responder pela sua marca como SENDO a sua marca. Haverá apenas aquela resposta automática, aquela gravação pronta, aquela frieza maquinal… e dessa forma, o cliente se revolta, fica mais indignado. E é nesse momento que ele quer “destruir” a imagem da sua empresa, porque de alguma forma, ele quer fazer você também se sentir como ele: insignificante! 🙁

E aí, eu pergunto: Não é o seu cliente o mais importante pra sua empresa? Então porque raios VOCÊ EMPRESA não se manifesta como um “amigo” na rede social e assume o seu erro? Por que é tão difícil ouvir o seu cliente ali? Por que é tão difícil entender que um funcionário para a internet é tão importante quanto um que esteja fisicamente no estabelecimento? Quando alguém na internet pedir pra falar com o gerente, o surpervisor, o dono… ele quer que essa pessoa venha falar com ele na rede social. E é esse funcionário que precisa fazer esse papel por você! Pedir desculpas, de verdade. Mas não com mensagens automáticas, isso só piora. Só faz o seu cliente se sentir mais insignificante pra você! Ninguém quer falar com uma máquina!

A gente não pode desfazer algo que já tenha sido feito, mas pode tentar amenizar a sensação dolorosa e o vazio criado pela “marca”, mostrando de forma REAL ao cliente, que a empresa está tão chateada como ele!

Um mercado tão grande, de um dia para o outro, teria condições de colocar um cão de algum abrigo em cada mercado do Brasil, ao lado de um segurança na entrada da loja, sendo funcionário também: com direito a crachá com foto, hora de almoço, casinha no estacionamento e algumas regalias. E claro, as devidas explicações na entrada da loja também, dizendo que o mercado não apenas REPUDIA o ato cruel do segurança de Osasco, e que vai colaborar para que os envolvidos sejam punidos, mas que quer fazer algo para ajudar os animaizinhos que ainda sofrem por aí. Que aquele novo cão ali na entrada da loja não irá nunca “substituir” o outro, mas será uma forma de lembrar à todos que o mercado NÂO COMPACTUA com o acontecido. Reverter a venda das rações no mercado para uma ONG, e dizer que espera assim, ajudar a tantos outros animaizinhos que sofrem ainda pelo abandono e maus tratos!

Se mostrar sensibilizado com o fato, como todo mundo, porque é isso que o cliente espera. Que por trás de uma grande marca, exista também um grande ser humano!

#DICA – Sigam o bom exemplo do Posto Ipiranga:

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Bombril para blogs, Comportamento, Diário da Si, Dicas, Diversos, Negócios

SER BLOGUEIRA, GANHAR DINHEIRO OU AMAR O QUE FAZ?

Oi lindonas!!!

Já faz um tempinho que li um artigo no Empreendedor Digital, que me fez refletir para a blogosfera. Porque “ser blogueira”  virou um sonho de muitas meninas. E a maioria delas, de maneira bem distorcida.

O artigo é de Bruno Picinini, que tem como título: “Faça o que você ama… e fique sem saber como pagar as contas!” descreve exatamente um começar errado já! Porque quando a gente decide alguma coisa pra fazer, estudar ou trabalhar, gostando daquilo, o sucesso é certo, e o dinheiro vem! Porque tudo o que a gente faz com amor, rende frutos, lógico! É uma ordem inquestionável: plantar, cuidar e colher! Mas isso não significa que essa ordem será exatamente na mesma proporção. Por exemplo: o tempo de plantar, é rápido. O tempo de cuidar, é eterno. E o tempo de colher, é numa época certa. Sempre assim!

Não adianta pensar que é só plantar e regar um pouquinho para colher. Ou que quando se colhe, não precisa mais plantar e cuidar de nada. Toda colheita acaba! E essas são as partes que ninguém explica ou explicita na blogosfera. Não de uma forma tão clara, a ponto do entendimento ser mais amplo.

A fórmula pode funcionar (aliás, o amor como base sempre funciona, em qualquer situação). A paixão é algo que nos leva além, nos faz querer mais, nos faz arriscar. Mas essa fórmula que parece simples, pode não funcionar tão rápido quanto se espera, e é preciso entendimento para não se sentir prejudicada depois.

“Uma prova disso é olhar a quantidade de pessoas que já ouviram esse conselho, o consideram verdade absoluta e estão até hoje tentando achar esse trabalho mágico que a gente ama fazer e dá dinheiro.”

O que devemos ter consciência é que esse trabalho dos sonhos só vai existir se for árduo, intenso e contínuo! Não basta amar o que faz. É preciso batalhar muito, muito mesmo, para que esse amor pelo trabalho se transforme em dinheiro para pagar as contas no final do mês. Não é realmente tão fácil quanto parece.

Assim como o Bruno, autor do artigo que me fez refletir e escrever sobre o tema aqui, eu não estou dizendo que não existe esse trabalhar com amor e ganhar por isso. Sim, existe! Mas olha… é intenso! Demora até conseguir colher os frutos. Porque receber mimos é bom, experimentar produtos também. Mas nada disso paga contas. E essas sim, mais cedo ou mais tarde, começam a chegar! Ou seja: tem que se trabalhar muito para poder pagá-las, fazendo aquilo que se ama!  ♥ 

Porque fazer de graça, é serviço voluntário. Eu por exemplo, adoro fazer também! Mas preciso de dinheiro para pagar todo o restante, e é  aí que está o tal segredo: “se existe algo que você goste de fazer (como blogar), faça isso e tente transformar isso em um negócio.” Essa será a parte difícil. Não faltam blogs bacanas por aí. Encontre seu diferencial, e trabalhe mesmo em cima dele. Encontre alguma coisa que só você faça, e faça mais e mais… até se tornar referência! Até que outras pessoas se inspirem no que você faz! Isso é motivador demais. Deixar rastros, juntas forças, agregar valores, e continuar trabalhando… sempre!

Pouco a pouco, com feedbacks do mundo real, todo mundo vai se achando. Bruno recomenda que as pessoas tentem encaixar seus “sonhos” nos três círculos de convergência:

O primeiro círculo é para as coisas que você realmente gosta de fazer, o círculo da “paixão”. As coisas que você gosta de fazer ajudam – e muito – na hora de criar um negócio, por causa da vontade e energia que você vai colocar nisso.

O segundo círculo é o da habilidade. Você pode gostar muito de uma coisa, mas isso não significa necessariamente que você é bom nela. Muitas pessoas gostam de jogar futebol, mas isso não significa que elas são boas nisso. Muitas querem ser blogueiras, mas sem um português ao menos beeeeeeem razoável, fica difícil. Ou querem virar a próxima webcelebridade do youtube, mas tem vergonha de começar a gravar vídeos. Ora bolas, primeiro somos nós mesmas que temos que saber o que queremos, além de ter consciência daquilo que levamos jeito. Porque sem jeito pra coisa, fica difícil de tornar isso rentável. Será só hobby mesmo.

O terceiro, que é o círculo mais importante, é o círculo da demanda. Isso é o que você gosta de fazer e isso é no que você é bom. Existe essa demanda no mercado? Existem pessoas que querem saber mais desse conteúdo? E principalmente: existem pessoas que lhe pagariam para que você falasse sobre esse assunto? Se não existe, você terá dificuldade em trabalhar com isso.

Eu recomendo que você seja você. Não tente fazer do mesmo jeito que outra pessoa faz. Faça do seu jeito. Coloque mais de você num texto, num vídeo… abra seu coração de verdade! E busque sempre melhorar.

Nesses três círculos, somente o terceiro é obrigatório para se ganhar dinheiro. Se você quiser fazer algo por hobby, não tem problema. Eu por exemplo, gosto de fazer artesanato, de dançar, de cuidar de animais e pessoas… mas decidi que iria trabalhar com o blog. E a luta sempre foi intensa para isso.

Não adianta você gostar muito do que faz, não adianta você ser muito bom naquilo, se não houverem pessoas dispostas a pagar pelo SEU conteúdo e pelo o que você pode entregar de valor.

Essa é a dica: Cuidado com o conselho de “Faça o que você ama”! Em especial se você quiser transformar umm hobby em trabalho. Dá pra ser blogueira, amando o que faz e ainda ganhar dinheiro com isso? Sim, dá! Mas isso vai depender de você. Se você dedicar seu tempo para reparar e falar mais do trabalho do outro… vai perder seu precioso tempo, enquanto a outra pessoa estará trabalhando. Consequentemente, ela vai ganhar dinheiro, e você não!!!

Trabalhe, trabalhe duro, e trabalhe mais… Preocupe-se com o seu trabalho, fale do seu trabalho, mostre o seu trabalho. NINGUÉM, exceto você, pode fazer o SEU trabalho valer a pena e render dinheiro!!!

E vocês, já conseguem também um dim dim com seus blogs? O que mais sentem dificuldade na hora de negociar um trabalho? Que resistência encontram nessa vida de blogueira?

Bjks!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Diário da Si, Dicas, Diversos, EcoFashion, Moda, Negócios, Recebidos | Jabá | Mimos

ECOFASHION BAZAR

Como o tempo passa rápido… e conforme a gente vai ganhando idade, parece que passa mais rápido ainda. Não é conversa de mãe, de tia, de vó não… é verdade! Porque a gente ainda tem tantos planos, tanta coisa pra realizar, que percebe que tem que correr mais, tem que aproveitar mais cada minutinho. A vida é uma eterna luta contra o tempo. Temos 24 horas, e o que devemos fazer nesse período? VIVER!

Viver com intensidade cada momento, de alegria ou tristeza, fazer alguns durarem mais, outros nem tanto… Aprender a dar a volta por cima. Conforme a idade avança, a gente entende cada vez mais o que significa “cair e levantar”!

A gente já não se importa com tanta coisa! 😉 E isso faz um bem danado.

Mas porque comecei a falar da vida? Hoje estava eu, lendo um comentário que recebi num blog antigo. Na verdade, vira e mexe me escrevem (só que por e-mail) perguntando algo relativo ao EcoFashion Bazar. Mas dessa vez quem perguntou, entrou e preencheu o formulário de contato. Acabou indo para o meu e-mail também, claro. Mas eu nem sabia que o tal blog ainda estava lá… ops… aqui na internet! Achei que tivesse excluído, sei lá…

A questão é que bateu uma saudade daquela época, entendem? Não da lojinha em si. Mas dos pequeninos eventos que eu fazia lá (já com blogueiras). UAU!!! E as pessoas imaginam que eu comecei nessa vida há pouco tempo… Tem gente que nem o #EBSA conhece direito, e já quer chegar sentando na janela!!! Ah, vai…  rsrsrs

Ohwn, e esse topo de blog:

ha ha ha Que coisinha mais fofinha! Bonequinhas eram moda na época. Daí foi só escolher várias dolls estilosas, e colocar a minha carinha nelas! ♥ 

Bem, e quando eu recebi esse comentário, e fui ver o blog, fiquei recordando tanta coisa! É tão bom ter boas lembranças, né?

Na semana passada aqui no blog, eu falei sobre uma loja que eu conheci nessa época. Que vende meias no atacado, e que mesmo depois que encerrei as atividades no bazar, continuei como cliente: www.lojakeny.com.br

Querem saber mais? Só apertar o play do vídeo:

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Dicas, Diversos, Moda, Negócios, Publi

MEIAS KENY

Oi gente linda 🙂

Quem já me acompanha por aqui faz um tempo, com certeza deve lembrar do meu “EcoFashion Bazar”, onde eu vendia roupas, sapatos, acessórios, meias… E um pergunta que vira e mexe ainda me fazem é: onde comprar tudo isso mais em conta?

Eu sempre fui uma pessoa que gosta de economizar e que vive atrás de uma pechincha. 😉 Porque sempre valorizei muito meu dinheirinho, tá?

Já fechei meu comércio faz tempo, mas mesmo sem vender mais (porque eu realmente não tenho o menor talento para vendas!!! rs), eu continuo antenada em lojas onde eu possa economizar. Porque quanto mais economia, melhor!!! ha ha ha E as vezes a gente acaba indo só no shopping, e pagando o preço de alguma coisa lá em cima… quando na verdade poderíamos levar vários produtos iguais (da mesma marca, inclusive), receber em casa, e ainda pagar muito mais barato por isso!

Si, mas isso existe? Tem como? Claro que tem! Se liga na dica: para comprar meias de todos os tipos, de ginástica a sapatilhas, de masculinas a infantis… as Meias Keny arrasam em todos os pés e estilos:

meias keny-meias baratas-meias no atacado-keny-meias-promoção-frete grátis

Fundada em 1995, pioneira na produção e fabricação de meias, a Meias Keny leva em seu portfólio centenas de clientes já atendidos, buscando sempre inovação nos modelos e no conforto.

O maior diferencial (além do precinho de atacado e do pagamento facilitado) é que as meias são sem costura, oferecendo maior conforto nos pés. No site eles tem vários modelos, e kits femininos, masculinos e infantis.

Atendendo todo o Brasil, com frete grátis, as meias Keny são encontradas no site www.lojakeny.com.br

Se você tem uma loja, um bazar ou comércio, ou vende roupas e acessórios para as amigas por aí, essa pode ser mais uma forma de você faturar: porque além do frete grátis, dá pra ter lucro de até 100%!!! Caraca, é um lucro e tanto! O  valor mínimo de compra é de R$ 300,00 (Boleto ou Cartão), mas imagina faturar o dobro depois??? A compra  é segura e é garantida a pronta entrega.

A marca me enviou alguns modelos variados (até para o maridão e os filhotes), que eu mostrei na foto lá em cima, e uns pares que eu simplesmente estou APAIXONADA:

meias keny-meias baratas-meias no atacado-keny-meias-promoção-frete grátis meias keny-meias baratas-meias no atacado-keny-meias-promoção-frete grátis

Love, corações, cup cakes, unicórnios, arco-íris e muitas fofuras nas meias! Para quem – assim como eu – adora um pé quentinho; e também adora desfilar de meias por aí… Sim, eu sou dessas que sai até de chinelo e meia! rs Nada como um pé quentinho e hidratado. Porque as meias também são ótimas aliadas para aquecer o pezinho depois de aplicarmos um bom hidratante! #FicaAdica

Não deixem de conhecer o site – www.lojakeny.com.br –  e aproveitem para fazer suas comprinhas!

Super beijo,

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Dicas, Diversos, Entretenimento e Cultura, Eventos, Negócios

PRÊMIO MICROINFLUENCIADORES DIGITAIS

Oi gente linda 🙂

Recentemente eu contei aqui pra vocês como foi participar mais uma vez do Prêmio Influenciadores Digitais, que teve sua terceira edição em Julho deste ano, e eu, honrosamente, fui convidada a dividir a apresentação do evento ao lado de Marcelo do Ó! ♥ 

Nem preciso dizer que fiquei mega lisonjeada com esse convite, e já estava ansiosa para contar também sobre o Prêmio MicroInfluenciadores Digitais. Quem me acompanha lá no instagram, viu que eu mostrei no dia da premiação alguns detalhes sobre esse novo prêmio!

A plataforma Negócios da Comunicação saiu na frente mais uma vez, e vai ser a primeira a eleger os principais e mais relevantes microinfluenciadores da internet brasileira. \o/ É motivo pra comemorar ou não é???

Tradicionalmente a plataforma Negócios da Comunicação não apenas reconhece os principais nomes do mercado da comunicação, mas também os reúne em um descontraído evento para homenageá-los durante a entrega de seus cobiçados troféus. Em 2018, o Prêmio Empresas que Melhor se Comunicam com Jornalistas completará sua oitava edição. Já o Prêmio Especialistas reconhecerá os destaques do jornalismo especializado pela quarta vez e o Prêmio Influenciadores Digitais, o primeiro e único a utilizar métricas para avaliar relevância e engajamento nas redes, realiza sua terceira edição.

Após o sucesso do Prêmio Influenciadores Digitais (que vai para a 4ª edição ano que vem), surgiu a ideia de reconhecer e dar mais visibilidade para os Microinfluenciadores Digitais, destacando os mais relevantes nas redes! Claro que isso com métricas é bem mais difícil. Porque é bem mais fácil pesquisar no mercado os grandes, quem já construiu um nome na internet, enfim… quem já alcançou o sucesso, já chegou lá! E quem está no caminho, quem está começando???

E chegou a vez dos Microinfluenciadores, com certeza, este será um evento inesquecível tambem!!! Não apenas para esses profissionais que receberão o devido reconhecimento em 23 categorias de atuação, pelo voto técnico e popular, mas terão um argumento concreto dos resultados do seu trabalho. Os três mais votados em cada categoria – e para cada público – serão agraciados com o troféu Microinfluenciadores Digitais e aqueles que forem escolhidos como o grande nome da categoria também levarão para casa o troféu de Destaque Prêmio Microinfluenciadores Digitais. Uau!!!

Na primeira etapa, a Airfluencers, empresa de geração de inteligência, People Analytics e influenciadores, analisará os perfis das 23 categorias, selecionando-as.

Os microinfluenciadores se inscreverão para participar da pesquisa, através do site www.premiomicroinfluenciadores.com.br. O período de inscrição será de 02 de junho de 2018 a 01 de agosto de 2018.

A Airfluencers fará o monitoramento e apontará os indicados com maior relevância para a votação entregando os nomes para os organizadores do evento, a plataforma Negócios da Comunicação. Na segunda etapa, o voto técnico será realizado através do site, com votação de profissionais do mercado de comunicação. Enquanto o popular será aberto ao público.

Por fim, os três melhores e o destaque (o mais votado), em cada uma das categorias, tanto pelo voto popular quanto pelo voto técnico, receberão um troféu durante evento de premiação, que acontecerá na segunda quinzena novembro.

Ajudando na cocriação dos microinfluenciadores, a grande novidade é que a plataforma Negócios da Comunicação, com o apoio pedagógico da Casa Educação, vai entregar um Programa de Mentoria a todos os vencedores da Pesquisa Microinfluenciadores Digitais 2018.

Os destaques terão a oportunidade de se profissionalizar ainda mais e compreender a dinâmica do mercado em que estão inseridos. O objetivo da mentoria é dar consistência para os microinfluenciadores, não só na parte da comunicação, mas também nas questões relacionadas aos negócios. Ou seja, a ideia é que, mais do que bons comunicadores, eles conheçam e entendam do mercado em que atuam.  Caraca, demais isso, né??? Imagina poder se aperfeiçoar, aprender muito sobre Projeto editorial; Plano de negócios; Projeto comercial; Roteiro; Marketing digital; Métricas; Redação criativa; Negócios inteligentes; Storytelling; Comunicação integrada; e muito mais???? É dar um empurrão e tanto na carreira de todo MICRO!!! ha ha ha

E mesmo pra quem não ficar entre os finalistas e ganhadores, no dia da premiação, acontecerá o IV Influent Minds – Fórum de Negócios Digitais,  que irá proporcionar aos participantes desse fórum debates e discussões com a presença de executivos de marcas e agências, microinfluenciadores e influenciadores.

A ideia é discutir os principais temas de interesse para os profissionais que estarão presentes, além de apresentar cases e histórias inspiradoras. Ao todo, serão 4 painéis, sendo dois no período da manhã e dois à tarde.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

E aí, vamos participar desse super evento também?  Para se inscrever só clicar AQUI!

Fique de olho no regulamento e no cronograma que estão também na plataforma. E que todos possam mostrar o seu trabalho com suas redes!

#JuntosSomosMelhores

Boa sorte galeraaaaaaaa!

Super beijo,

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Bombril para blogs, Cursos e Educação, Diversos, Eventos, Famosos, Negócios, Notícia, Viagens-Passeios-Turismo

PRÊMIO INFLUENCIADORES DIGITAIS 2018

No domingo passado viajamos para São Paulo, para participar da terceira edição do Prêmio Influenciadores Digitais, que aconteceu dia 23/07 no Teatro Maksoud Plaza.

 O prêmio foi lançado há 3 anos, de forma inédita pela Negócios da Comunicação, primeira plataforma a reconhecer a importância dos Influenciadores Digitais, com base em pesquisas de métricas e relevância, reconhecendo assim, os maiores influenciadores do Brasil. E premiando todos eles numa festa linda, com grandes patrocinadores (Bayer, Volkswagen, Grupo Petrópolis e Santander), marcas, agências e apoiadores.

Márcio Cardial, diretor e publisher da revista Negócios da Comunicação, me convidou para apresentar alguns momentos dessa premiação. E eu fiquei como???? Mega lisonjeada com esse convite especial!

No dia do evento também aconteceu o 3º Influent Minds: um Fórum de Negócios Digitais, para debater as relações e posicionamentos entre influenciadores digitais e marcas.
Ao todo, foram apresentados quatro painéis: O primeiro com o tema ‘Marcas e influenciadores: uma reflexão sobre essa relação’. Em seguida, o painel ‘A importância dos microinfluenciadores na estratégia das marcas’.

Na parte da tarde, o painel apresentado foi ‘Cases: Como as marcas conquistam sucesso”, e em seguida, aconteceu a palestra ‘Relevância: como as marcas e agências entendem isso’, encerrando a programação do Fórum.

A noite foi hora do cocktail da premiação, cheio das webcebridades, com um buffet delicioso. E em seguida, todos os convidados foram se acomodando no teatro, para o início do prêmio.

influenciadores digitais, Prêmio Influenciadores Digitais, influent minds, premiaçãp, cocktail, viagem pra São Paulo, viagem pra Sampa, negócios da comunicação, apresentação do prêmio,

Apresentado pelo narrador Marcelo do Ó, e esse ano, também por euzinha! Fiquei toda boba e, sinceramente, muito honrada!

Antes de chamarmos os patrocinadores e apoiadores para a entrega, e claro, os premiados da noite, Márcio Cardial falou sobre comemoramos a confiança que a audiência deposita em cada um dos influenciadores presentes. E num discurso que emocionou não apenas a mim, como muitas outras pessoas, ele falou justamente sobre o nosso tema do nosso #EBSA9: #Inspire

Porque inspirar é tudo que um influenciador faz! Seja a inspiração na vida das pessoas. Faça da melhor forma aquilo a que você se propôs, e evolua, sempre!

Por meio de métricas de audiência, influência e relevância foram selecionados os 6 melhores de 22 categorias (Beleza – Cidades, Arquitetura e Urbanismo – Comportamento e Estilo de Vida – Conhecimento e curiosidades – Cultura e Entretenimento – Decoração, Organização e DIY – Economia, Política e Atualidades – Educação – Empreendedorismo e Negócios – Esporte – Família – Fitness – Games – Gastronomia – Humor – Meio Ambiente e Sustentabilidade – Mídia e Comunicação – Moda – Pets – Saúde – Tecnologia Digital – Viagem e Turismo), que vocês podem ver no site www.premioinfluenciadores.com.br.  A seleção dos indicados foi um processo realizado pela agência A2ad e a votação auditada pela BDO Brazil. E ainda tiveram os Destaques de cada categoria também.

O #EBSA participou das duas edições anteriores, e estar ainda mais presente nessa terceira edição, foi mais que especial, de verdade! A internet, pra mim, é um marco na minha vida, e acredito que na vida de muitas pessoas também. Aproveitei a viagem para gravar um vlogão:

Ficou grande, eu sei… mas olha que eu não coloquei nem metade aqui! ha ha ha Foi demais!

E em breve vou falar sobre o Prêmio MicroInfluenciadores Digitais, que acontecerá em Novembro. Não fiquem de fora, porque será de arrasar também!

Bjks!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

#EBSAtrip, Diário da Si, Dicas, Diversos, Encontros de Blogueiras, Negócios, Pechincha, Serviços, Viagens-Passeios-Turismo

HOTEL SUPER BARATO EM SAMPA

Quem me acompanha, sabe que eu sou daquelas que poupa sempre que pode. Gente, dinheiro é pra gastar, eu sei… mas peralá, eu ralo muito para ganhar meus trocadinhos, e valorizo cada centavo! Já faz um tempo, que sempre que vamos pra São Paulo fazer algum trabalho, que ficamos hospedados num hotel da rede Ibis, o Budget, que é um hotel com pegada mais jovem, compacto, mais pra dormir mesmo.  Há muito tempo que fizemos amizade (coisa de carioca, né não? rsrs) com o Felipe, que trabalha de Uber por lá, e é mega bacana. Quem quiser uma pessoa de confiança em SP, anota aí: (11) 98525-1918. Mesmo quando viajamos de carro, o Felipe acaba sendo contactado, porque a gente se perde ainda de carro por lá. E rodar com alguém que sabe se virar numa cidade, é sempre a melhor opção.

Mas hoje o post é pra falar do hotel, que foi recomendado pelo próprio Felipe, de um outro cliente dele. E onde ficamos hospedados em nossa última viagem com mais algumas influenciadoras aqui do Rio:

A imagem pode conter: céu, nuvem, árvore e atividades ao ar livre

O EZ Aclimação Hotel oferece uma proposta única de hospedagem em São Paulo. Com três linhas de apartamentos, todos modernos e clean, o hotel atende desde hóspedes que buscam por apartamentos studio até aqueles que preferem apartamentos com dois dormitórios. Todos os espaços contam com uma completa infraestrutura e o hotel ainda tem piscina, academia, sauna seca e a vapor, business center, traslado GRATUITO para a estação de metrô Paraiso e para o Shopping Paulista. Além de três salas de eventos, lounge e um charmoso espaço gastronômico atendido pelos restaurantes ZUR Culinária Japonesa, para os amantes da gastronomia japonesa (que não é o meu caso), e o ZAR, restaurante contemporâneo repleto de opções saudáveis em seu cardápio (e com carnes deliciosas também!!! ha ha ha E aquela porção MARA de batatinhas fritas, que eu amo!). E vou ter que escrever com letras grandes: MAIS BARATO QUE O BUDGET!!! Peralá… o Ibis é legalzinho e tal, mas não tem comparação com o EZ, que é mil vezes melhor!!!

Já virou nosso queridinho em Sampa, lógico!!!  Em Setembro estaremos lá novamente, com certeza! #EBSAtrip não para, né non??? rsrsrs Vem Beauty Fair aí… 😉

E pra quem quiser um hotel bacanudo em SP, e com precinho mais bacanudo ainda, fica a #DicaDeMãe

Conheçam mais no site do hotel  e no Facebook.

Bjks!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥