Browsing Tag

Família

Beleza e Saúde, Corpo / Pele, Crianças / Filhos, Dicas, Diversos, Esportes

HÁBITOS DE ATLETAS

Eu tenho dois atletas aqui em casa. Quem me acompanha há algum tempo, já leu por aqui muitas vezes sobre o basquete dos filhotes. E deixa a mamãe orgulhosa aqui falar: hoje eles são atletas federados! E jogam muito mesmo! Mas o que eu quero dizer não é  [apenas] o quanto eles são bons na quadra! Quero ressaltar a importância da disciplina que o esporte ensina!

Hoje, o mais velho está com 15 anos, e o mais novo com 11. O basquete para eles é um compromisso: com eles, com o time, com seus treinadores. Acredito que todo esporte seja capaz de desenvolver essas características na infância e juventude: responsabilidade, competitividade, coletividade, dentre tantas outras.  E num clube, além do treinamento, há palestras com nutricionistas, dinâmicas com psicólogos, e todo um trabalho que ajuda meninos e meninas a perceberem o quanto os hábitos influenciarão no seu futuro.

Meus rapazinhos se preocupam com o sono, a musculatura, os ossos, e até com a alimentação agora. Sabem que podem comer de tudo, e que para cada coisa existe uma regra. Não tem dificuldade para seguir nenhuma delas. Dá um orgulho!

Eu e meu esposo sempre concordamos que eles tinham que fazer um esporte. Não importava qual. Claro que marido queria futebol (desejo de 10 entre 10 pais brasileiros! rsrsrs). Mas o esporte escolhido foi o basquete. E lá fomos nós, nos desdobrando para que eles conseguissem fazer o que escolheram. As escolinhas sempre foram mais limitadas, os uniformes idem (e bem mais caros também). Achar um tênis de basquete infantil (e num preço acessível) por aqui, é uma tarefa impossível! Então, a gente sempre correu muito atrás de tudo! Mas a gente queria que eles fizessem um esporte. E esse foi o escolhido deles! Então, a gente tinha que fazer a nossa parte também, né?

A vida de um atleta, independentemente da modalidade esportiva praticada, é bem agitada. Eles treinam diariamente, mesmo em época de provas. Tem que aprender a dividir o seu tempo entre os estudos e o esporte. E as notas são cobradas. E é preciso muita disciplina e, sobretudo, concentração para alcançar o pódio. Não é uma rotina fácil, e muitas vezes eles ficam exaustos, cansados de verdade! Mãezica faz massagens nas musculaturas, canta, afaga… e eles caem no sono! Merecido!

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em péA imagem pode conter: Marcelo André Chagas, em pé

No fundo, eles nos ajudam a melhorar nosso sedentarismo também, nos tornando mais saudáveis.  E eu contei um pouquinho mais da minha história sendo mãe de atleta, para compartilhar com vocês algumas dicas que recebi por e-mail, pois concordo que  alguns hábitos adotados por eles podem ser replicados no dia a dia de qualquer um de nós e que tendem a nos tornar ainda mais saudáveis.

A psicóloga Laís Yuri e a nutricionista Aritiane Silva, especialistas da equipe do Instituto Tênis, instituição sem fins lucrativos que apoia o desenvolvimento do tênis nacional, selecionaram algumas dicas de práticas seguidas por atletas da entidade que podem ser incorporadas à nossa vida, melhorando, assim, a qualidade da nossa saúde física e mental.

De acordo com a psicóloga, para quem busca a equação “mente sã, corpo são”, três hábitos são imprescindíveis. São eles:

1 – Crie metas factíveis e as persiga com determinação.

Elaborar e perseguir metas não são prerrogativas apenas do mundo esportivo. Mas, nesse ambiente, o atleta precisa traçar objetivos bem definidos desde muito cedo. Por exemplo, no Instituto Tênis, um tenista de oito anos de idade já sabe o que são metas, para o que servem, como planejá-las e entende que algumas delas são mais rápidas e fáceis de se alcançar do que outras. Quando metas são definidas e suas motivações são claras, o indivíduo passa a ter foco – ele compreende o que está fazendo e porque deve fazê-lo, o que reduz a ansiedade e o sentimento de frustração;

2 – Organize a sua rotina e tenha tempo para tudo.

Manter a rotina organizada é uma exigência para qualquer atleta. Para não se perder nas atividades e nos objetivos, é preciso de organização; é preciso saber quanto tempo se gasta com cada prática e o horário de cada uma delas. Por exemplo, qual o horário do estudo e por quanto tempo se deve estudar, qual o horário das refeições, dos treinos, de interagir com colegas etc. Assim como um atleta, organizar a rotina é essencial para que todos nós possamos cumprir uma agenda de responsabilidades diárias cada vez com mais eficiência e assertividade;

3 – Respire fundo. Ansiedade não ajuda em nada.

Tirar alguns minutos ao longo do dia, respirar fundo e prestar atenção em si mesmo, sem a preocupação com o que se precisa fazer ao longo do dia é muito importante. Sem isso, a rotina acaba consumindo o indivíduo, que fica cansado, estressado e frustrado e não consegue se apropriar dos seus desejos genuínos e do que realmente precisa para ser feliz.

Já do ponto de vista da nutrição, algumas mudanças também são muito bem-vindas, de acordo com a nutricionista Aritiane. São práticas simples, que podem fazer parte de qualquer cardápio. Vamos a elas:

  1. Diminua o consumo de alimentos processados e evite os ultraprocessados, devido o alto teor de gordura e sódio (comidas industrializadas e congeladas, peito de peru, sorvete etc);
  1. Evite preparações à base de frituras por imersão (frango frito, batata frita etc) e o consumo de produtos refinados (pães brancos, torradas, biscoitos e açúcar);
  1. Faça três refeições fixas ao dia – café da manhã, almoço e jantar – e insira um ou dois lanches intermediários;
  1. Dê preferência às fontes de carboidratos complexos integrais e de fibras (pães e massas integrais com grãos);
  1. Consuma de duas a três porções de frutas ao dia e legumes e verduras nas duas refeições principais – almoço e jantar;
  2. Ingira ao menos 2 litros de água por dia.

    Com tantas boas dicas, é possível, sim, apresentar um excelente rendimento na vida, assim como os atletas do Instituto Tênis estão, regularmente, registrando nas quadras do Brasil e do mundo. Assim como os meus atletas de basquete tem feito ao longo das suas vidinhas Pensem nisso! Beijos.

Culinária, Diário da Si, Diversos, Resenhas | Swatches |Releases

DIA NACIONAL DA PIPOCA

Nunca imaginei que existisse um “Dia da Pipoca”! kkkkkk Mas sim, ele existe! E eu não poderia deixar de escrever aqui sobre isso. Quem me conhece, sabe que eu AMO mimoca (é assim que chamo aqui em casa! rsrs). Filme sem pipoca não rola, né? E as vezes sem filme mesmo… porque eu não preciso de nada pra comer! ha  ha ha

Lembro quando ganhei do maridón minha pipoqueira, e fiquei fazendo stories igual criança! rsrsrs É o eletro que eu mais uso aqui em casa. Pelo menos duas vezes por semana (no mínimo). Porque fim de semana sempre tem filme, e as vezes durante a semana também!

Seja no cinema, na rua ou no trabalho, apipoca se tornou uma opção de snack prático e saboroso para fazer parte da rotina. Embora a data não seja amplamente divulgada, a Yoki (líder de vendas na categoria), dá dicas de como preparar a pipoca perfeita para celebrar a data, que foi o que eu acabei de fazer! Confira abaixo:

PRÉ-PREPARO

Milho: Invista em um milho de pipoca de qualidade com grão selecionados. Para garantir que não contenha resíduos, sujeiras ou grão defeituosos que não estourem. #Dica: a Premium da marca estoura todinha mesmo!!! E fica grandona e fofinha!

Óleo: Utilização de óleo na pipoca de panela é fundamental, para garantir um estouro adequado, isto é, boa crocância e poucos grãos não estourados. A recomendação é seguir a proporção: para cada 2 colheres (sopa) de milho, 1 colher (sopa) de óleo.  Agora só uso mesmo a pipoqueira, que não precisa de nada, pois o milho estoura com o ar quente! E fica deliciosa também. Só acrescentar aji-sal (AMO!) e uma manteiguinha derretida! Huuuuuuu…

PREPARO

– Adicione 1 colher (sopa) de olho para cada duas colheres (sopa) de milho.

– Deixe aquecer por 1 minuto, retire a panela do fogo e mexa por 30 segundos. Volte a panela para o fogo e aguarde o restante do milho estourar.

– Quando o volume de estouro for reduzido, desligue o fogo e retire a pipoca da panela, pois os grãos podem queimar.

– Para finalizar, adicione sal e se preferir manteiga.

 BENEFÍCIOS DA PIPOCA

Além de ser uma delícia, o grão estourado é um ótimo aliado para manter o sistema digestivo saudável. Por apresentar uma significante fração de fibra em sua composição tende a melhorar o funcionamento do trânsito intestinal, contribuindo na redução da absorção de glicose e dos carboidratos, se tornando muito benéfica no tratamento da constipação e desconforto intestinal. É, sem dúvida, uma ótima opção para dividir com a galera, levar ao piquenique no parque, no lanchinho da escola ou para assistir um filme em ótima companhia.

E falando da marca, vale dizer que se vocês ainda não experimentaram as pípocas prontas doce, putz… não sabem o que estão perdendo! Eu confesso que tive uma certa resistência quando começaram a vender. Achava que eram moles, sei lá… Eu ficava com aquela pulga atrás da orelha, sabem?  Mas Jesus, elas são deliciosas, e super crocantes!

Mas as embalagens com pipoca doce pronta, não se comparam a essa de caramelo de microondas:

image description

Meu Deus, quando eu era criança, a Nestlé tinha uma bala de caramelo que é E-XA-TA-MEN-TE essa cobertura!!! Indescritivelmente maravilhosa derretida! Só tinha que vir mais… porque ela é muito deliciosa, e eu sou exagerada, gosto de muuuuuuito caramelo da mesma forma que gosto de muuuuuuuuita manteiga na pipoca salgada!

E vocês, gostam de “mimoca” também? Preferem doce ou salgada? Se tiverem alguma receitinha especial, deixem nos comentários também!

Super beijo!

Diário da Si

UMA CAIXA DE BOMBOM

Hoje foi um dia daqueles… de irritar!

Me machuquei feio quando acordei, às 5 da manhã! A menstruação desceu. A cólica está intensa (e eu nem sei dizer há quanto tempo não sinto essa merda!). O calor está insuportável. E o dia está se arrastando. Que saco!

Até a edição de vídeo, que estou amando fazer… hoje deu toda errada! A música não batia com a fala, não conseguia encaixar a voz, enfim… rsrs Rindo pra não chorar!

Aí dei uma parada em tudo, porque eu só estava me irritando. Fui cuidar de mim, num banho mais demorado, pra relaxar. Ao ligar o chuveiro (que está no frio, óbvio!), a água saiu a ponto de fazer um café!!! Pra irritar mais? Talvez!

Mas respirei fundo… deixei a água cair, e cair, e cair… até melhorar um pouquinho. Depois, aproveitei o morninho até ele esfriar o máximo que podia. Depois foi a hora de colocar talquinho. kkkkk Sim, eu uso e adoro! Fico igual um bebê ou uma velhinha: com talquinho no pescoço!

Me perfumei, me penteei, e cá estou, escrevendo no meu diário virtual… pra relaxar um pouquinho mais. O ar condicionado já está ligado no quarto, e vamos assistir um filme, comendo pipoca e bebendo uma coca com muito gelo.

Daí maridão foi na rua, porque ele sabe o quanto um “doce” faz a diferença em dias assim: uma caixa de bis ou uma caixa de bombom, foi o que eu pedi… para antes, durante e depois do filme! ha ha ha Bem, porque essas caixinhas eu devoro sozinha na mesma hora, lógico! E aqui somos 4!!!

Tomara que a noite o sono não vá embora como tem acontecido nos últimos dias! E com certeza, amanhã tudo vai começar bem… amém!

 

Amore… ♥ 

Ação Social / Utilidade Pública, Crianças / Filhos, Diversos, Notícia

90 ANOS DO MICKEY

 

Oi gente linda 🙂

No dia 06 desse mês eu recebi esse release, e desde então estou pra publicar e nada… Quem tem acompanhado um pouquinho lá no instagram (se você não segue: @simone_aline), já sabe que tenho andado mega enrolada.

The Walt Disney Company anunciou o lançamento da campanha Share Your Ears, que beneficia a instituição Make-a-Wish. O lançamento ocorreu durante a exibição do especial “Mickey’s 90th Spectacular” na rede de TV norte-americana ABC. Durante a programação a apresentadora Robin Roberts, uma das âncoras do Good Morning America, falou sobre a importância de realizar desejos. A apresentação teve performances de estrelas musicais e tributos comoventes em comemoração aos 90 anos da primeira aparição de Mickey Mouse.

E essa campanha irá doar até U$ 2 milhões para que a Make-A-Wish realize os desejos de crianças com doenças graves! Nada tão gostoso quanto ver sonhos sendo realizados, né?

Pelo terceiro ano consecutivo, a Disney apoiará a Make-A-Wish, ajudando a conseguir doações por meio do convite para que seus fãs “compartilhem suas orelhas” nas redes sociais. E essa campanha vai até amanhã!!!

A Disney vai doar US$ 5 para a Make-A-Wish para cada foto postada que mostre as orelhas do Mickey ou – qualquer outra orelha criativa – no Facebook, Instagram ou no Twitter com a #ShareYourEars. As doações podem atingir o teto de US$ 2 milhões. \o/

“A Make-A-Wish faz um trabalho tão essencial que eu estou muito empolgada em poder fazer parte desta iniciativa e ajudar sonhos de mais crianças a se tornarem realidade”, disse Roberts (a apresentadora) e euzinha, Simone Aline, repito! Porque ajudar nunca sai de moda! E como sempre digo: “O amor é a única coisa que cresce, a medida que se reparte!”

Ao longo da parceria com a Make-A-Wish, que já dura 40 anos, a Disney já ajudou a realizar mais de 130 mil desejos, metade deles nos Estados Unidos. Desde 1980, quando a Disney fez parte do primeiro desejo oficial, a companhia tem colaborado com a Make-A-Wish para fazer com que essas experiências não somente proporcionem um momento especial para uma criança, mas contribuam para que crianças e suas famílias troquem o medo pela confiança, a tristeza pela alegria, a ansiedade pela esperança. Atualmente, mais de 10 mil desejos são realizados pela Disney todos os anos e esse número só tende a crescer.”Estamos empolgados em juntar as forças mais uma vez com a The Walt Disney Company para a campanha Share Your Ears para fazer, de um jeito bem família e bem divertido, uma real diferença na vida de crianças com doenças graves”, disse Holly Thomas, vice-presidente de alianças corporativas da Make-A-Wish America.Jon Stettner, presidente e CEO da Make-A-Wish International e completou: “Somos muito gratos à Disney e a todos os seus fãs em todo o mundo pelo apoio. A generosidade contínua da Disney fortalece globalmente nossa organização e nos permite realizar desejos que podem mudar vidas em mais de 50 países. Estamos muito felizes por estarmos no terceiro ano desta campanha incrível”.

Visite www.ShareYourEars.org para outras informações.

A Make-A-Wish® realiza desejos a crianças com doenças graves. Nós buscamos dar luz e realizar cada desejo possível de uma criança pois acreditamos que os desejos são parte integral da sua jornada de tratamento. Pesquisas demonstram que crianças que tiveram seus desejos atendidos conseguiram se fortalecer física e emocionalmente para litar contra suas doenças. Sediada em Phoenix, Arizona, Make-A-Wish é a maior e mais importante organização de desejos a nível mundial, que atende crianças de mais de 50 países. Com a colaboração de generosos doadores e mais de 40 mil voluntários em todo o mundo, a Make-A-Wish realiza um desejo em algum lugar do planeta a cada 17 minutos aproximadamente. Desde 1980, a entidade tem realizado mais de 450 mil desejos a nível internacional, mais de 30 mil só no último ano. Para mais informações sobre a Make-A-Wish America, acesse www-wish.org e, para mais informações sobre a Make-A-Wish International, acesse worldwish.org.

Faça também sua foto. A minha já está lá no insta, no twitter e no face! 😉

Super beijo!

Artesanato, Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, DIY

TRABALHO INFANTIL (OBRIGUEI MEU FILHO E SEUS COLEGUINHAS A FAZEREM)

Passando aqui para compartilhar um pouquinho do meu dia… exausto, por sinal! ha ha ha

Ontem, soube que filhote tinha combinado com os amiguinhos da escola de irem fazer um trabalho de grupo na casa de um deles. E lá fui eu caçar no grupo da escola, as mães dos amiguinhos. Meu filho já havia trazido até o endereço, para onde meu esposo iria levar ele e mais quatro hoje! E, surpresa, quando falei com a mamãe do amiguinho, ela não estava sabendo de nada!!! Exatamente o que eu havia imaginado. Porque crianças combinam entre si, mas só avisam as mães na última hora, né? rsrsrs

E a mãe do amiguinho só chegaria em casa hoje depois das 18h! Bem, daí, eu sugeri que viessem pra cá. O trabalho é para ser entregue amanhã, ou seja, teriam que fazer mesmo!

Combinamos tudo pelo whatsapp, e avisei ao Klaus: “amor, não esqueça que vai trazer Cecelo (filhote) e mais 4!” kkkkk O sexto amiguinho a mãe trouxe depois.

A galerinha almoçou:

almoço-filhote-amigos-trabalho escolar-

Depois, enquanto eu preparava a caixa de papelão que um deles trouxe, pegaram uma bola de basquete, e foram subindo as escadas para o terraço (onde tem uma cesta), dizendo: “Se precisar, só chamar a gente, tia!” rsrsrs

Oi???? Na, nani, nanão!!! Podem descendo que o trabalho é de vocês, não meu! Vou ajudar, mas não vou fazer! Eles desceram um pouco desanimados, mas acabaram se empolgando, claro. Primeira tarefa: pintar as bolas de isopor. E lá foram eles: cagando mãos, mesa, toalha velha… rsrsrs Mas no final, deu tudo certo! E os planetas ficaram lindos!

Aí veio a hora e encapar a caixa, e confesso: eu a outra mamãe que encapamos certinho. Eles até “ajudaram”, medindo, segurando… mas as colagens ficaram por nossa conta. Porque eu detesto trabalho borrado!!! kkkkk

Comprei várias estrelinhas adesivas, e cada um ganhou uma cartela para colocar na caixa. Adesivos são práticos para as crianças manusearem e dão um visual lindo, sempre!

Eles digitaram os nomes dos planetas, e eu imprimi. Eles cortaram e colaram em seus respectivos lugares. Eu e a outra mamãe colocamos o fio de nylon  no alto, e indicamos como cada um colocaria seu planeta. E a farra foi daquelas! Depois foi só esconder os “nós” do nylon com mais estrelinhas, e voilá:

trabalho escolar-sistema solar-jean mermoz

Quando terminaram, aí sim, puderam brincar! rsrs

E eles mesmos ficaram felizes com o resultado do trabalho. Não paravam de repetir: “caramba, ficou lindo, né? Acho que nenhum grupo das meninas vai ser tão bonito quanto o nosso!”  Olha a preocupação deles?! rsrsrsrs

Mas diz pra mim: ficou lindo mesmo, não ficou? Mãezica fica como???? Toda boba também!

Bem, ainda tivemos dois momentos de lanche, que nem consegui fotografar… e só agora consegui terminar de arrumar a bagunça, e a cozinha! ha ha ha Mas valeu a pena! O dia foi recheado de delícias e de muita arte! AMO essa rotina escolar!

Super beijo,

Comportamento, Diário da Si, Diversos, O Blog

E PRA COMEÇAR A SEMANA…

Que eu adoro segundas-feiras, todo mundo já sabe! É um dia cheio de novas esperanças, de promessas, de novas oportunidades… Quase um réveillon! kkkkkk

Os últimos meses tem sido bem corridos, quando eu vejo, o mês já acabou. Eu estive mais presente do que já era na vida dos meus pais. Em hospitais, consultas, exames, cirurgia… com eles e com a Gaya, a cachorrinha deles. Aliás, deles não… eles cuidam, mas na verdade ela é de um sobrinho meu, filho da minha irmã mais velha, que mora com eles, e não cuida da bichinha! 🙁

Enfim… isso é ainda uma outra história que vou contar aqui pra vocês. Mas essa não é a única história pra colocar em dia! Nooooooooooossa, na verdade, a vida tem sido um eterno looping nesses últimos meses. E quando eu penso que vou dar uma respirada, iupi… segura que lá vem outro!

A vida não para, em momento nenhum. O que significa que tenho me desdobrado ainda mais agora que o finalzinho de ano se aproxima: último bimestre escolar, treinamentos de basquete para últimos campeonatos, e claro, a gente tem que continuar batalhando pelo dim dim, porque ele não cai do céu se a gente não fizer nada!

E aí, quando chega o fim de semana, e eu posso relaxar nos horários da nossa rotina diária, e ficar mais livre da cozinha… eu planejo um montão de coisas pra colocar em dia durante a semana que vai iniciar. E???? Não consigo!!!

Youtube tá parado há mais de mês. Até o instagram que é mais fácil de fazer, nem sempre tem dado pra atualizar. Stories (que eu tinha prometido ser mais ativa), falhei na promessa. As vezes fico dias sem fazer nada por lá! Mas é pela correria mesmo.

Ontem eu imprimi meu planner do mês, porque o planner que tenho na parede é anual, para marcar os compromissos mesmo. Eu tenho cadernos para tudo, agendas, mas até pra anotar as coisas eu tenho andado um pouco zonza!  Anoto num caderno, depois procuro na agenda, e juro de pés juntos que anotei numa folha perto do pc… Ou seja, confundo tudo! ha ha ha E um planner me facilita muito. Nele serão apenas o que vai para as redes sociais. Assim vai ficar mais fácil de colocar em dia tudo o que eu quero por aqui!

Até mesmo pra gente começar a falar mais do nosso #EBSA9 

Esse horário é, provavelmente, o que poderei parar por aqui nos próximos dias. Espero vocês!

Super beijo,

Comportamento, Crianças / Filhos, Datas Comemorativas, Diário da Si, Diversos, Fé e Religião, Festas

Holywins ou Halloween?

Esse vai ser mais um daqueles posts enoooooormes (pra variar) e contraditórios… eu acho! Ou vocês vão achar. Porque sou cristã, nascida, batizada, fiz eucaristia e recebi comunhão no Metodismo. Na vida adulta, me crismei Católica, e sou praticante até hoje. Tenho um relacionamento intimista e profundo com a religiosidade, já estudei Teologia por um tempo…  E culturalmente falando, gosto de conhecer a visão de outras religiões. Mas eu adoro a temática de Halloween, filmes de terror, livros de psicopatia e histórias macabras… rsrsrsrs  Tenho um relacionamento também intimista e profundo com a morte. A considero apenas mais uma etapa. Triste, claro, para quem continua vivo. Mas acredito na vida eterna, e consequentemente, ainda melhor do que essa. Ou seja, acredito no encontro com a paz, numa verdadeira Festa no Céu (ops… pulei da festa americana para a mexicana. Isso só pra dizer que eles tem uma noção de morte bem a minha cara: colorida e cheia de vida! )

Bem, então vamos começar pelo Halloween, comemorado ontem. Aquela festa americana, onde enfeitam as casas, e crianças saem às ruas questionando “Doce ou Travessura?”, fantasiadas. Uma mistura de carnaval com Cosme e Damião brasileiros. he he he Essa é uma data que, assim como o Natal, eu acho que deve ser incrível passar lá fora!

Halloween significa “All hallow’s eve”, palavra que provém do inglês antigo, e que significa “véspera de todos os santos”, comemorado hoje!  Entre essa festa que se iniciou lá com os celtas, o Dia de Todos os Santos e amanhã o Dia dos Mortos, eu descobri na internet uma festa “alternativa” da Igreja Católica: o Holywins! Que quer dizer: A Santidade Vence! 

Falando do Halloween, tem também aquela antiga lenda irlandesa de que a abóbora iluminada seria a cara de um tal Jack,  que acabou no inferno. No folclore da Espanha perdura a lenda de aparições e fantasmas nessas datas.

Segundo o testemunho de algumas pessoas que praticaram o satanismo e depois se converteram ao cristianismo, o Halloween é considerada a festa mais importante para os cultos demoníacos, porque se inicia o novo ano satânico e é como uma espécie de “aniversário do diabo”. *  Credo!

A coincidência cronológica da festa pagã com a festa cristã de Todos os Santos e a dos defuntos, que é o dia seguinte, fizeram com que se mesclasse. Em vez de recordar os bons exemplos dos santos e orar pelos antepassados, enchia-se de medo diante das antigas superstições sobre a morte e os defuntos. Alguns imigrantes irlandeses introduziram Halloween nos Estados Unidos aonde chegou a ser parte do folclore popular. Acrescentaram-lhe diversos elementos pagãos tirados dos diferentes grupos de imigrantes até chegar a incluir a crença em bruxas, fantasmas, duendes, drácula e monstros de toda espécie. Daí propagou-se por todo mundo. *

Em todas estas datas, ritos e lembranças resiste um desejo inconsciente, pagão, de exorcizar o medo à morte, subtraindo a sua angústia. O mito antigo do retorno dos mortos converteu-se hoje em fantasmas ou monstros com efeitos especiais nos filmes de terror. Talvez, por eu não temer a morte e nem me assustar tanto com a perda, eu aprecie todas essas comemorações.  

Hollywood contribuiu à difusão do Halloween com uma série de filmes e séries, que confesso: eu adooooro! São meus filmes preferidos. O Halloween hoje é, sobre tudo, um grande negócio! Máscaras, disfarces, doces, maquiagem e demais artigos necessários são um motor mais que suficiente para que alguns empresários fomentem o consumo do terror.

Eu penso na parte boa de tudo… talvez por isso não me prenda nas tradições ruins, e foque mais na festividade mesmo. Curto o Halloween pelos doces, pela decoração, pelas fantasias. Não acredito que apenas nessa data o mal saia às ruas “disfarçado”. O mal está no nosso dia-a-dia, e temos que aprender a identificá-lo e não deixá-lo entrar em nosso coração e mente. O bem é maior e é capaz de vencer qualquer ação maligna, sempre. Eu creio num Deus maior,  e isso me basta!

Se eu estivesse fora do Brasil, iria apenas ensinar as crianças que a “travessura” tem limite. Não é pra confundir travessura com vandalismo.  Da mesma forma que quando assistimos filmes de terror (que eles também adoooooram, porque puxaram a mãezica deles! rsrsrs), digo que o mal e o demônio existem, não são apenas fantasias de filmes. Mas que temos um Deus maior, que nos livra de todo o mal e nos liberta de armadilhas do inimigo.  Se o filme for muito aterrorizante, de verdade, a oração antes de dormir incluiu que Deus vele nosso sono sem permitir que o mal visto no filme seja capaz de ficar em nossa memória inconsciente. E assim, não há pesadelos que os acorde na madrugada por causa do que assistiram. Dormem como anjos! Aqui no nosso país, professores de inglês e escolas, normalmente organizam uma festinha, sem doces ou travessuras, mas claro, para mostrarem aos alunos essa parte cultural no exterior.

Agora que já falamos do Halloween, vamos falar da festividade de Todos os Santos, onde a tradição católica nos mostra a importância de celebrar os Santos, como modelos da fé, como verdadeiros seguidores de Cristo. E sejamos sinceros, não é exatamente uma “festa”.

Nem mesmo o Dia de Finados a gente festeja algo… porque é uma choradeira só, recheada de lamentações. Uma tristeza profunda invade a maioria das pessoas. Aqui no Brasil, hoje menos que antigamente, segue a tradição de no 02/10, visitar os cemitérios, arrumar os túmulos com novas flores e enfeites, recordar os familiares falecidos e rezar por eles. E aí os familiares sofrem como se o ente querido tivesse falecido de novo, e no outro ano de novo…  Eu já me identifico mais com a festa mexicana nessa data. Alegria de preparar o que os nossos falecidos gostavam de comer, colocar músicas para eles, enfim… relembrar dos bons momentos que tiveram nessa vida ao nosso lado e celebrar junto a eles a vida eterna ao lado do nosso Senhor!

E aí, descobri o Holywins, uma proposta criativa da Diocese de Paris. Os jovens franceses queriam oferecer uma opção de festa cristã que, ao invés das bruxinhas e das fantasias aterrorizantes, propagasse valores de vida eterna, dizendo ao mundo que “a santidade vence” (um trocadilho em inglês, holy wins).  e que há alguns anos está presente no Brasil também, promovida pela Arquidiocese de Porto Alegre/RS.

As crianças podem disfarçar-se de anjos, de seus santos preferidos, ou usar fantasias “do bem”, e preparar pequenas bolsas com doces, presentes, desenhos ou cartões com mensagens e passar de casa em casa, e em lugar dos “doces ou travessuras”, eles presenteiam os lares que visitam, explicando que entregam ao invés de receber, para lembrar a importância de celebrar a todos aqueles que foram como nós deveríamos ser: os Santos, que fazim o bem, sem olhar a quem! Mais que combater a forma como hoje se celebra o  Halloween, que nada tem que ver com os costumes e valores cristãos, querem retomar o sentido original da “Festa de Todos os Santos”.

O que eu achei bem legal foi essa proposta de trocar os elementos negativos:  morte e escuridão, por vida. Terror e medo, por alegria.  Sustos e chantagem, por respeito e entrega. Violência, por paz e amor.

Eu achei a ideia uma gracinha, mas que toda criança A-DO-RA receber um doce, isso é inegável, né? rsrsrs E confesso (post de confissões esse!!! rsrs): adooooro a temática do Halloween também.