Browsing Tag

Filhotes

Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, Esportes

MEU BÊZINHO JOGADOR DE BASQUETE

Oi gente linda 🙂

Quem me acompanha lá no instagram (segue lá: @simone_aline) sabe que meu filhote mais novo, Marcelo André, detesta quando eu o chamo assim: de Bê. Recentemente, alguns amiguinhos da escola vieram fazer um trabalho aqui, e ouvi a mãe de um deles o chamando de Bê. Aí falei: “Tá vendo filho, a mãe do seu amigo também o chama de Bê, e ele nem liga. Atende sem cara feia e responde numa boa!” Aí ele me olhou, sorriu e disse: “Mãe, o nome dele é Bernardo!” kkkkkkkk

Ah, tá bom… e daí? Filhos são nossos eternos bebês, crianças, adolescentes no máximo. Porque mesmo quando se tornam adultos, continuam sendo os filhos!

Mas hoje vou falar do meu Bêzinho jogador de basquete. Que ele joga, não é novidade. Teve seu irmão mais velho como ídolo, e claro, acabou decidindo praticar o mesmo esporte!  Parece que foi ontem que jogou pela primeira vez no time do irmão, onde as tias o deixavam treinar e quicar a bola, de tanto que ele já gostava e queria também! Ele era o menorzinho, o xodó do pré-mirim. Vira e mexe dentro da quadra, ele abria os braços e fazia um “aviãozinho”, todo mundo ria. Era uma graça. E ele se sentia jogador também!

A imagem pode conter: 4 pessoas

Amo ver essas fotos lá do início da “carreira”, ele pequenininho ao lado do irmão mais velho! Claro que meu Bê acabou aprendendo a jogar cedo, e desenvolvendo seu talento também pra coisa! E continua seguindo absolutamente todos os passos do irmão.

Daí que o irmão decidiu que queria fazer peneira esse ano. Peneira  no basquete é igual no futebol: uma “prova”, uma seleção que os times fazem para descobrir novos jogadores nas categorias de base (menores de 18 anos). E ali avaliam as características e habilidades de cada um.

O professor de basquete do time atual do meu Bê… ops, Cecelo – está na iminência de ir para o Vasco da Gama. E já disse que, se realmente for, levaria ele junto.  Mas Cecelo puxou a minha ansiedade. E a primeira peneira que abriu, ele quis logo tentar, para saber exatamente como funciona.

E ontem, lá foi ele para o Fluminense:

Ficou todo bobo porque passou na peneira e irá participar do time. Já até avisou ao treinador, que disse que era para ele ficar no Flu mesmo, porque vai que o Vasco não rola… O Fluminense tem uma escolinha maravilhosa para os times de base, vejo isso desde o pré-mirim.

Mais uma conquista do meu filhotinho mais novo! E a mamãezica está como? Muito feliz por ele também!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Artesanato, Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, DIY

TRABALHO INFANTIL (OBRIGUEI MEU FILHO E SEUS COLEGUINHAS A FAZEREM)

Passando aqui para compartilhar um pouquinho do meu dia… exausto, por sinal! ha ha ha

Ontem, soube que filhote tinha combinado com os amiguinhos da escola de irem fazer um trabalho de grupo na casa de um deles. E lá fui eu caçar no grupo da escola, as mães dos amiguinhos. Meu filho já havia trazido até o endereço, para onde meu esposo iria levar ele e mais quatro hoje! E, surpresa, quando falei com a mamãe do amiguinho, ela não estava sabendo de nada!!! Exatamente o que eu havia imaginado. Porque crianças combinam entre si, mas só avisam as mães na última hora, né? rsrsrs

E a mãe do amiguinho só chegaria em casa hoje depois das 18h! Bem, daí, eu sugeri que viessem pra cá. O trabalho é para ser entregue amanhã, ou seja, teriam que fazer mesmo!

Combinamos tudo pelo whatsapp, e avisei ao Klaus: “amor, não esqueça que vai trazer Cecelo (filhote) e mais 4!” kkkkk O sexto amiguinho a mãe trouxe depois.

A galerinha almoçou:

almoço-filhote-amigos-trabalho escolar-

Depois, enquanto eu preparava a caixa de papelão que um deles trouxe, pegaram uma bola de basquete, e foram subindo as escadas para o terraço (onde tem uma cesta), dizendo: “Se precisar, só chamar a gente, tia!” rsrsrs

Oi???? Na, nani, nanão!!! Podem descendo que o trabalho é de vocês, não meu! Vou ajudar, mas não vou fazer! Eles desceram um pouco desanimados, mas acabaram se empolgando, claro. Primeira tarefa: pintar as bolas de isopor. E lá foram eles: cagando mãos, mesa, toalha velha… rsrsrs Mas no final, deu tudo certo! E os planetas ficaram lindos!

Aí veio a hora e encapar a caixa, e confesso: eu a outra mamãe que encapamos certinho. Eles até “ajudaram”, medindo, segurando… mas as colagens ficaram por nossa conta. Porque eu detesto trabalho borrado!!! kkkkk

Comprei várias estrelinhas adesivas, e cada um ganhou uma cartela para colocar na caixa. Adesivos são práticos para as crianças manusearem e dão um visual lindo, sempre!

Eles digitaram os nomes dos planetas, e eu imprimi. Eles cortaram e colaram em seus respectivos lugares. Eu e a outra mamãe colocamos o fio de nylon  no alto, e indicamos como cada um colocaria seu planeta. E a farra foi daquelas! Depois foi só esconder os “nós” do nylon com mais estrelinhas, e voilá:

trabalho escolar-sistema solar-jean mermoz

Quando terminaram, aí sim, puderam brincar! rsrs

E eles mesmos ficaram felizes com o resultado do trabalho. Não paravam de repetir: “caramba, ficou lindo, né? Acho que nenhum grupo das meninas vai ser tão bonito quanto o nosso!”  Olha a preocupação deles?! rsrsrsrs

Mas diz pra mim: ficou lindo mesmo, não ficou? Mãezica fica como???? Toda boba também!

Bem, ainda tivemos dois momentos de lanche, que nem consegui fotografar… e só agora consegui terminar de arrumar a bagunça, e a cozinha! ha ha ha Mas valeu a pena! O dia foi recheado de delícias e de muita arte! AMO essa rotina escolar!

Super beijo,

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Datas Comemorativas, Diário da Si

DIA MUNDIAL DO IDOSO

A revolução demográfica está em curso em todo o mundo. Hoje, em todo o mundo, existem cerca de 600 milhões de pessoas com 60 anos ou mais; Desse total vai dobrar até 2025 e chegará a praticamente dois bilhões até 2050 – a grande maioria deles em países em desenvolvimento.

Não é apenas nos países em desenvolvimento que o papel dos idosos é fundamental. Na Espanha, por exemplo, cuidar de pessoas dependentes e doentes (de todas as idades) é feito principalmente por pessoas mais velhas (especialmente as mulheres mais velhas); o número médio de minutos por dia gastos na prestação de tais aumentos de cuidados exponencialmente com a idade dos cuidadores: 201 minutos se o cuidador é na faixa etária 65-74 e 318 minutos se idade 75-84 – em comparação com apenas 50 minutos se o cuidador é na faixa etária 30-49 (Durán H, Fundación BBVA, 2002).

Tais contribuições para o desenvolvimento só pode ser garantida se os idosos beneficiam de níveis adequados de saúde, para os quais as políticas adequadas precisam estar no lugar. Em linha com o Plano de Acção Internacional de Madrid, a Organização Mundial da Saúde lançou em 2002 um documento “Envelhecimento Activo – Um enquadramento político”, delineando suas abordagens e perspectivas para um envelhecimento saudável ao longo da vida.

Os idosos que sentem que são um fardo também podem perceber que suas vidas são menos valiosas, colocando-os em risco de depressão e isolamento social. Pesquisas realizadas por Levy et al mostram que adultos mais velhos com atitudes negativas em relação ao envelhecimento podem viver 7,5 anos menos do que aqueles com atitudes positivas. 
(Levy BR et al. Longevidade aumentada por autopercepções positivas do envelhecimento. Revista de Personalidade e Psicologia Social 2002 83 (2): 261-270)

FONTE

Graças a Deus, mamãe está melhorando a cada dia! E meus filhotes idosos estão uma fofura só:

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si, Diversos, Festas

O CONCURSO DOS SONHOS

Kim RosaCuca estreou no teatro aqui no Rio, dia 19 de Agosto, há um mês atrás!!! E só hoje que eu consegui vir aqui pra falar um pouco disso com vocês.

No dia encontrei com várias amigas blogueiras na peça e na festa. E pela primeira vez meus filhotes quiseram nos acompanhar em alguma coisa assim… acho que se empolgaram para ver Felipe Mariano também:

Vizinho, amigo de longa data, colega de diversos trabalhos, e há alguns anos, MC do nosso #EBSA, Felipe Mariano divide o palco da peça com a Kim! E eles arrasaram, de verdade!

Ela interpreta Valentina, uma menina alegre, sonhadora e muito fã da youtuber Kim Rosacuca. Valentina tem um grande sonho desde pequena. Ela quer ser cantora. Seu irmão, Joaquim (Felipe Mariano), sempre gostou muito de dançar. Os dois cantavam e dançavam juntos por horas. Mas, a medida que foram crescendo, a realidade foi afastando o menino do seu sonho. Eles mudam de escola, fazem novos amigos e um Concurso de Talentos muda completamente suas vidas. Valentina aprende que é preciso seguir em frente, prosseguir e nunca desistir.

No dia da peça, quem me acompanha no instagram, acompanhou pelos stories o desespero do dia que mamãe desapareceu. E toda a sage percorrendo hospitais, casas de amigos, IML e vários estabelecimentos comerciais… foi um dia de muito sufoco e desespero! Mas filhotes (embora também preocupados, porém sem perceber a gravidade do problema) queriam muito ir a peça, e depois a festa.

Bem, e nós fomos. Durante a peça, tive que me ausentar várias vezes, mas filhotes curtiram muito! Mas deu pra entender bem a história, que foi muito bacana. Além de constatar que Kim também é talentosa demais na atuação e no canto, além de Felipe!

Depois da peça, houve uma festa para comemorar a estreia e nada de mamãe ainda. Ela havia saido por volta de 8 da manhã. Já passava de 8 da noite, e nada dela aparecer… Na festa, combinei com Karen e Tiago de levarem os filhotes com Matheus para casa, enquanto partíamos para verificar mais hospitais:


É isso!

SIGA EM FRENTE, PROSSIGA E NUNCA DESISTA!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Comportamento, Crianças / Filhos, Diário da Si

MEU BEBÊ, MEU MENINO, MEU RAPAZ

Ontem filhote mais velho completou 15 anos! :0

15 ANOS! Sabem o que é isso??? São 15 anos minha gente! Caracaaaaaaaa, como o tempo passa rápido. Ele nasceu há 15 anos atrás! Meu Deus! Repetidas vezes eu já falei isso pra mim nesses últimos dias! E isso me assusta e me faz tão, mas tããããão feliz!

Filhos são o melhor presente e o projeto mais delicioso de uma vida! Cada etapa, desde a barriga, é simplesmente a MELHOR FASE DO MUNDO! E desde que eles chegam, a gente passa a ter uma nova vida. A gente passa a se adequar a vida deles, a organizar tudo de acordo com a idade que eles tem: os programas de fim de semana, as viagens, os passeios… Filhos mexem com absolutamente todos os planos. E são prioridade, sem sombra de dúvida. Tudo o que a gente mais planeja é vê-los adultos, vê-los criados,  e ainda assim, a gente não se prepara para esse dia!

Meu filhote está apenas com 15 anos completos, e eu estou desesperada!!! kkkkkkkk Modo de dizer, tá? É uma fase ótima. Adoro adolescentes, e tenho uma facilidade nata para lidar com a idade. Talvez porque não tenha passado há tanto tempo assim pra mim… kkkkk Até parece! Mas eu, sinceramente, acho que as pessoas na minha idade, agem com seus filhos como se não tivessem sido adolescentes. Adolescência é época de tanta coisa… e os meus amigos dessa época, de repente, se transformaram em pais  que esqueceram isso. Foram ótimos alunos na escola, nunca colaram, nunca mataram aula, nunca roubaram uma bala nas Lojas Americanas ou uma caneta na Casa Mattos! Na adolescência não pensavam em beijar, namorar… queriam apenas estudar! Ah,vai… fico chocada com isso! Mentem demais para seus filhos, isso sim! E mentir é feio! A gente ensina tanto isso na infância, pra quando chegarem na adolescência, alguns pais simplesmente fazerem isso direto! Eu hein!

Eu gosto muito dessa fase, sério! A adolescência é um furacão na cabeça, né? A gente começa a ter vergonha de um monte de coisas, passa por N alterações corporais, se apaixona, aff… É tanta cobrança ao mesmo tempo que parece que a gente não vai dar conta. Mas a gente dá… he he he

E hoje eu olho esse meu furacão calmo e penso: “Meu Deus, olha o tamanhão dele!”

 

Parece que foi ontem… Que ele passou meses dentro de mim, sem quase se mexer de tão quietinho que era, e me deixar desesperada por isso!  Que chegou fazendo biquinho, chorando de mansinho, e me dando uma alegria que eu jamais imaginaria que existia! Que aprendeu a falar (mesmo sendo “papai” em pleno Dia das Mães) e fazer gracinhas. Aprendeu a andar, a nadar, a correr… E assim foi o tempo… correndo!

  

Hoje ele está um rapaz! Lindo, cavalheiro, com um bom coração (e como eu me orgulho disso), com sentimentos nobres dentro de si. E a única coisa que eu espero, é que a vida lhe reserve o que de melhor puder!

É a mesma amiguinha nas fotos, desde a infância… Hoje está com 15 anos, uma moça linda também! Dá um orgulho de vê-los assim… tão crescidos!

Eles tem sonhos, tem medos, tem planos… e eu só peço a Deus para que abençoe cada um deles! Porque tudo o que a gente mais deseja é que eles sejam muito, mas muito felizes!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Diário da Si

QUANDO A DEPRESSÃO CHEGA

Bem, quem me acompanha no instagram, ou até mesmo há algum tempo aqui no blog, sabe que mamãe já passou por problemas de depressão há algum tempo atrás. Nada tão intenso como agora.

A idade talvez possa ter agravado isso, pois hoje mamãe está com 79 anos. E nunca esteve tão pra baixo. Só fala que quer morrer, que não tem vontade de sair da cama, quer ficar no escuro, deitada… não se anima com quase nada. Nem comida, que sempre foi algo que a animou bastante!

Estar triste é diferente de estar com depressão, já que a tristeza é um sentimento normal de qualquer pessoa, sendo um estado desconfortável gerado por situações como um desapontamento, lembranças desagradáveis ou o término de um relacionamento, por exemplo, que é passageiro e não precisa de tratamento.

Já a depressão é uma doença que afeta o humor, gerando tristeza profunda, persistente e desproporcional, que ultrapassa 2 semanas, e que não tem um motivo justificável para acontecer. Além disso, a depressão pode vir acompanhada de sintomas físicos adicionais, como diminuição da atenção, perda de peso e dificuldade em dormir, por exemplo.

Estas diferenças podem ser sutis, e até, difíceis de perceber, portanto caso a tristeza persista por mais de 14 dias, é importante passar por uma avaliação médica, que poderá definir se há depressão e orientar um tratamento, que inclui o uso de antidepressivos e a realização de sessões de psicoterapia.

Tristeza Depressão
Tem um motivo justificável, e a pessoa sabe por que está triste, podendo ser um desapontamento ou um fracasso pessoal, por exemplo; Não tem uma causa que justifique os sintomas, sendo comum a pessoa não saber o motivo da tristeza e achar que tudo está sempre ruim. A tristeza é desproporcional aos acontecimentos;
É temporária, e diminui à medida que o tempo passa ou a causa da tristeza se afasta; É persistente, dura a maior parte do dia e todos os dias por, pelo menos, 14 dias;
Há sintomas de vontade de chorar, sentimento de impotência, desmotivação e angústia. Além dos sintomas de tristeza, há perda do interesse por atividades agradáveis, energia diminuída, além de outros, como pensamento suicida, baixa auto-estima e sensação de culpa.

 

Assim, a depressão pode classificada como:

  • Leve – quando apresenta 2 sintomas principais e 2 sintomas secundários;
  • Moderada – quando apresenta 2 sintomas principais e 3 a 4 sintomas secundários;
  • Grave – quando apresenta 3 sintomas principais e mais de 4 sintomas secundários.*

Mamãe já passou mais uma vez por uma avaliação, porque eu logo noto quando a depressão está chegando. Pra mim, fica bem nítido a diferença entre o desânimo, a tristeza. Sim, por ser idosa, mamãe as vezes está mais devagar. Mas em tristeza profunda, eu já logo lembro das outras vezes… e trato logo de retornar ao médico. A depressão da mamãe sempre foi leve, nunca chegou a moderada. E dessa vez, foi logo para uma depressão grave e profunda. 🙁

Medicada, antes ela logo melhorava. Pouco, mas melhorava. E com o tempo, tudo ia fluindo. Dessa vez, porém, tem sido mais resistente. Eu tenho ficado com ela todos os dias, assim que os filhotes saem pra escola. Levo pão, faço café, limpo o quintal, as sujeiras da Gaya… Cuido da louça, vejo o que falta, vou ao mercado. Volto, converso mais um pouquinho. E o banho??? Mamãe tem ficado resistente a isso, coisa que nunca havia acontecido. Mas eu coloco ela no box, e fico lá… olhando ela tomar banho, ajudando, enquanto ela reclama que agora eu sou desobediente com ela! rsrsrs ♥ 

A verdade é que tanto mamãe quanto papai, estão uma gracinha idosos! É difícil cuidar de idosos, ainda mais sendo os nossos pais. Eles tem experiência de vida, resistem um pouco a serem cuidados como crianças. E querem continuar “mandando” e não recebendo ordens, ainda mais dos filhos!!! rsrsrs Mas confesso que: NUNCA perco a paciência com eles (mesmo perdendo a paciência “lá dentro” de mim, entendem?). Não é fácil, não mesmo. Mas embora cansada com minha nova rotina, estou muito feliz com eles!


E o que eu puder fazer para ver esses dois assim, por muitos e muitos anos ainda, eu farei:

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, close-up

São os meus filhotes idosos! AMO demais!

 

 

*Referência: www.tuasaude.com

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥

Diário da Si

O PODER DO AMOR

Essa semana tem sido difícil…

O horário mais calmo, que eu conseguia sentar aqui na frente do pc, e relaxar escrevendo, lendo, colocando algumas coisas em ordem, me atualizando de tudo… agora é dedicado aos meus pais! Porque família está sempre em primeiro lugar.

Faço e sempre farei tudo por eles! São a minha melhor parte.

Papai está bem, graças a Deus! Mas mamãe está em depressão, só quer ficar no escuro, sozinha, não quer comer, só fala em morrer… ainda bem que não se recusou a fazer o tratamento, mas se não der o remédio na boca, ela joga fora e diz que tomou.

Por isso, no período da manhã, depois que os filhotes saem pra escola, eu vou pra casa dela, cuidar dos meus filhotes velhos!

Quando eu chego, eles ainda estão dormindo. Lavo a louça, preparo o café, compro o pão, vejo o que está faltando, vou no mercado, varro o quintal, limpo a área da Gaya… e aí eles estão levantando, lá pelas 9 horas da manhã.  Convenço mamãe de levantar da cama, de tomar café e comer apenas um pouquinho, vejo o que posso adiantar pra hora do almoço. E depois volto pra casa, que aí já é hora de fazer o almoço daqui também. Filhote chega da escola “azul de fome”. Adolescentes não comem, devoram! E estão sempre com fome!!! ha ha ha

A tardinha sempre volto na mamãe, por causa do banho (se não ela nem liga, e não sai da cama), vejo lanche ou janta, e por volta de 20h eles já estão indo deitar.

Tem sido cansativo? Tem, claro! A vida já era uma correria com a rotina dos meninos: escola, basquete, reuniões, festinhas, e etc. E no tempinho que eu conseguia, estava preparando um post, respondendo e-mails, trabalhando imagens, e etc, etc, etc. Mas agora, justamente nesse tempinho, eu tenho cuidado deles! E acabou que o tempinho de vir aqui ficou ainda mais reduzido! 🙁

Mas eu não estou triste com isso. Pelo contrário… estou com ideias fervilhando na cabeça. De coisas pra fazer, pra mostrar, pra contar… estou anotando tudo para não esquecer! Porque minha memória e nada é quase a mesma coisa!!! kkkkkk

E não existe nada melhor do que ver quem a gente ama assim: sorrindo!

Só estava com saudade de escrever aqui… e falar um pouco da vida. A vida como ela é! E vocês, como dividem o tempo entre a família e o trabalho virtual? Me contem!

Super beijo!

Apenas alguém feliz! 🙂

E que acredita que #juntassomosmelhores ♥