DESABAFO DE UMA MULHER MODERNA

Gente, esse texto é velho, mas por gostar muito dele vou postá-lo hoje aqui. Trabalhei muitos anos "nessas condições" rsrsrsrsrs Aos poucos vou incluindo nesse meu diário todo o tipo de coisa que me agrada, minhas lembranças, meus planos, meus anseios, meus desejos (nem todos...rsrsrs) Espero que gostem!

"São 6h...
O despertador canta de galo e eu não tenho forças nem para atirá-lo contra a parede...
Estou tão cansada... não queria ter que trabalhar hoje...
Queria ficar em casa, cozinhando, ouvindo música, cantarolando, até...
Se tivesse filhos, gastaria a manhã brincando com eles, se tivesse cachorro, passeando pelas redondezas...
Aquário? Olhando os peixinhos nadarem...
Se eu tivesse tempo... gostaria de fazer alongamento, brigadeiro...
Tudo menos sair da cama e ter que engatar uma primeira e colocar o cérebro pra funcionar.
Gostaria de saber quem foi a mentecapta, a infeliz matriz das feministas que teve a estúpida idéia de reivindicar direitos de mulher!
Queria saber PORQUE ela fez isso conosco, que nascemos depois dela...
Estava tudo tão bom no tempo das nossas avós... elas passavam o dia a bordar, trocar receitas com as amigas, ensinando-se mutuamente segredos de molhos e temperos, de remédios caseiros, lendo bons livros das bibliotecas dos maridos, decorando a casa, podando árvores, plantando flores, colhendo legumes das hortas, educando as crianças, frequentando saraus, ENFIM, a vida era um grande curso de artesanato, medicina alternativa e culinária.
Aí vem uma fulaninha qualquer que não gostava de sutiã nem tão pouco de espartilho, e contamina várias outras rebeldes inconsequentes com ideias mirabolantes sobre "vamos conquistar o nosso espaço"!!!
Que espaço, minha filha???
Você já tinha a casa inteira, o bairro todo, o mundo aos seus pés.
Detinha o domínio completo sobre os homens, eles dependiam de você para comer, vestir, pra tudo!!! Que raio de direitos requerer?
Agora eles estão aí, são homens todos confusos, que não sabem mais que papéis desempenhar na sociedade, fugindo de nós como o diabo foge da cruz...
Essa brincadeira de vocês acabou nos enchendo de deveres, isso sim. E nos lançando no calabouço da solteirice aguda. Antigamente, os casamentos duravam para sempre, tripla jornada era coisa do Bernard do vôlei - e olhe lá, porque naquela época não existia Bernard do vôlei.
PORQUE???  Me digam PORQUE um sexo que tinha tudo do bom e do melhor, que só precisava ser frágil, foi se meter a competir com o macharedo? Olha o tamanho do bíceps deles, e olha o tamanho do nosso. Tava na cara que isso não ia dar certo!!!
Não aguento mais ser obrigada ao ritual diário de fazer escova, maquiar, passar hidratantes, escolher que roupa vestir, e que sapatos combinar, que acessórios usar...
tão cansada de ter que disfarçar meu humor, que sair sempre correndo, ficar engarrafada, correr risco de ser assaltada, de morrer atropelada, passar o dia ereta na frente do computador, com o telefone no ouvido, resolvendo problemas que nem são meus!!!
E como se não bastasse, ser fiscalizada e cobrada (até por mim mesma) de estar sempre em forma, sem estrias, depilada, sorridente, cheirosa, com as unhas feitas, sem falar no currículo impecável, recheado de mestrados, doutorados, e especializações (ufa!!!)
Viramos super mulheres e continuamos a ganhar menos do que eles...
Não era muito melhor ter ficado fazendo tricô na cadeira de balanço?
CHEGAAAAAAA!!! Eu quero alguém que pague as minhas contas, abra a porta para eu passar, puxe a cadeira para eu sentar, me mande flores com cartões cheios de poesia, faça serenatas na minha janela...
ai, meu Deus, já são 6:30, tenho que levantar...
e tem mais, quero alguém que chegue do trabalho, sente no meu sofá, coloque os pés pra cima e diga
"meu bem, me traz um cafezinho, por favor?", descobri que nasci para servir.
Vocês pensam que eu tô ironizando? To falando sério! Estou abdicando do meu posto de mulher moderna.... Troco pelo de Amélia. Alguém se habilita?"

Que as feministas não me entendam mal, mas eu acho que homens são homens e mulheres são mulheres, cada qual com seus direitos e deveres, mas infelizmente, concordo que pagamos o pato porque algum dia mulheres "acharam" que eram desprevilegiadas  em alguma coisa... detesto essa mania feminina de "achar"...
Ainda pouco estava navegando por outros blogs, e lendo um post, o autor ressaltava a importância da mulher ser clara, porque homens não entendem nossos "achismos". Ele dizia: "Homens gostam das coisas às claras. Avise-o de algo claramente. Não quer que ele viaje sozinho com os amigos? Diga assim: Não quero que você viaje sozinho com os amigos. Não crie expectativas. Mulheres têm teorias mirabolantes: Vou deixar de ligar pra ele hoje de manhã. À noite, quando ele quiser sexo, vou dizer que tô cansada. Isso tudo vai mostrar para ele que eu não gostei do que ele disse na semana passada e, como ele vai perceber, amanhã ele vai me mandar um buquê lindo. Não. Ele não vai nem se lembrar do que disse na semana passada." É, nós e essa nossa mania de "achar". As feministas "achavam" que eram menosprezadas como mulheres... e hoje, elas mesmas reclamam de que homens não cedem o lugar no metrô ou no ônibus, não abrem portas, não são tão gentis como antigamente... Mas mulheres são "afoitas", acabam metendo os pés pelas mãos, desde Eva é assim... Tanta coisa pra comer, e ela tinha que querer justamente a única proibida????? Ahhhh, mulheres... realmente, de fases, tão difíceis de entender as vezes... até nós mesmas sabemos disso!  E talvez por isso, sejamos tão apaixonantes... rsrsrs
Bjks e até breve!

3 comentários:

  1. Oieee. Td bem? Passando pra dizer que tem uma enquête lá no meu blog. Passa la pra responder e deixa um comentário pra eu saber qual foi a resposta que vc escolheu tah? ^^ Bjusss.

    ResponderExcluir
  2. ola Si...Realmente, ás vezes nem nós mesmas sabemos oque queremos...Quem dirá os homens!!!

    Beijo doce

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Venho deixar aqui minhas impressões sobre a leitura. Primeirante que desagradável este texto, ao qual não posso nem julgar, por está talvez fora do contexto da escrita de quem o escreveu, mas o lendo de maneira isolada, quão horrorizante ele é. Pior ainda é ver a concordância a esses absurdos, tal percepção sua seja sobre o movimento feminista, seja no que tange o papel da mulher na sociedade é retrato de uma ignorância absurda, ao qual infelizmente convivermos todos os dias. " mulheres ACHARAM que eram desprivilégiadas"???, meu Deus! Eu estou tão horrorizada com essa leitura que até os argumentos me fogem aos dedos, de tamanho espanto a este absurdo. Quer dizer antes que era bom? Você ser obrigada a se deitar com um macho sem querer, sem direito de prazer, e viver sem poder de fala? Sendo a animalzinha doméstica do homem? Pra ele mandar e desmandar em você? Fia, pra sua informação nenhum movimento garante direitos baseados em "achismos", é necessário constatação de algo, para ser validado...
    Sabe sua descrição inicial? Esse era o post para voçê manter em oculto, somente pra vc e ainda sentir vergonha disso.

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!

QUER SE DESTACAR NO INSTAGRAM?
E-BOOK

Atualizações do Instagram

Subir