♥ GESTAÇÕES ♥

em 18 julho 2010

Hoje, estava aqui arrumando uma estante, e acabei mexendo em pastas de exames e etc,  relembrando minhas gestações, lendo o meu "Diário da Mamãe", revendo fotos, o "Primeiro Álbum do Bebê"...
Meu primeiro filho nasceu quando eu tinha 15 anos! Calma, não biológico, mas de coração! Não que nessa idade não se possa ter, já vi meninas até mais novas que isso... Mas eu, nessa idade, ainda não tinha dado nem meu primeiro beijo na boca...kkkkkkkkkk Hoje, esse meu filho está com quase 20 anos, lindo!!! Eu sou suspeita pra falar, claro, mas... podem conferir o meu gatão aí na foto:
 
Ah, como está grande...
Quantas vezes te ninei no colo; velei teu sono; deixei de sair pra ficar contigo; gastei meu primeiro salário inteiro com vc; te ensinei a andar, falar, brincar, brigar... e hoje, aí está você: um homem!!!! Que para mim, será eternamente um filho, um bebê, o MEU BIBICO!!!  Te amo!!!
Bem, mas voltando as minhas gestações...rsrs
Na primeira vez que engravidei, quando vimos o sexo pela primeira vez, a médica (Dra. Mônica) imprimiu uma foto e Klaus saiu igual bobo mostrando pra todo mundo. Nós trabalhávamos na mesma empresa, uma clínica radiológica (ou seja, a ultra era quase toda semana) kkkkkkk . E muita gente vinha falar comigo assim: poxa vida, Si, é um menino! E eu dizia: sim, eu queria um menino! E as pessoas se espantavam: você?????? kkkkkk Quase todo mundo acha que eu sonhava em ter uma filha. Engraçado isso... Acho que pelo meu jeito... Amo rosinha, corações, lacinhos, babados, rendinhas... Aí todo mundo imagina eu e uma "bonequinha"!!!! Mas sempre sonhei em ter meu primeiro filho do sexo masculino!!! rsrsrsr Queria o MEU filho, um meninão!!! rsrs A minha primeira gestação foi tranquila (tirando uns probleminhas...rsrsrs). No terceiro mês, eu ainda não sentia nada, nem uma "cócega", e fazia ultra toda semana, os médicos já não me aguentavam mais... Quando eu via algum dando sopa pelos corredores, eles corriam...rsrsrs e diziam: pô, não pode ver que a gente tá descansando um pouco e lá vem vc!!!! kkkk Eu queria ouvir aquele coraçãozinho, olhar aquela vidinha lá dentro... E aí todo mundo dizia, daqui a pouco vai sentir uma movimentaçãozinha e cheguei no 5º mês!!!! NADA!!!! Nesse mês tive repouso aboluto por 1 semana, tomando medicamento para amadurecer a placenta, caso a cesárea fosse necessária nessa época!!!! O bebê ainda não tinha nem 1 kg, e eu sofri muito... Foi apenas 1 semana, de completo desespero, parecia uma eternidade, e eu nem sentia o bebê... Um exame de doppler constatou início de sofrimento fetal, pouco líquido... eu entrei em desespero! Só chorava... Na semana seguinte repetiria o exame, para decidir se faria a cesárea ou não... Eu só chorava e rezava... E, graças a Deus, no segundo exame o laudo estava normal!!!! A gravidez toda eu tive pouco líquido mesmo. Mas, de resto, esse foi o único momento  problemático mesmo. Os outros (de fazer ultra toda semana) eram mais momentos de nervosismo tipicamente femininos mesmo, a ansiedade do primeiro filho, e essa história dele quase não mexer... 
A única coisa que enjoei foi café (que eu adoooooro!!!). Não podia nem sentir o cheiro que a boca enchia de água pra vomitar...eca!!!!! E isso foi a gravidez toda, não havia remedinho que desse jeito!!! kkkkk Pior, a máquina de café do trabalho era ao lado da minha sala!!!!  E no final, eu já querendo me internar, e meu médico dizendo: calma, Simone!!!! Eu queria logo marcar a data, sabe? Eu arrumei a minha bolsa e a bolsa do bebê quando passei por aquele "probleminha"...
Quase no sexto mês eu senti a minha "cobrinha" se mexendo!!! E uma semana inteira, bem pouquinho... até que chegou domingo e nada... nenhum movimento, nem de leve... entrei em pânico! Madruguei no trabalho segunda, a espera do primeiro médico... Dra. Marilene, que parece um personagem do Luis Fernando Guimarães (o super Sincero) kkkkk
Ela já me olhou chorando no corredor e soltou: PQP, não acredito... o que é agora????? E eu, aos prantos: ele não mexe desde ontem, o dia todo e a noite toda... Nem dormi direito!!!! rsrsrs Entramos na sala, ela caindo de sono, sem tomar café ainda... aí ela ligou o aparelho e começou a passar na barriga. E eu desesperada, olhando ele quietinho, comecei: doutora, o coraçãozinho não tá batendo??? cadê o coraçãozinho???? E ela, p. da vida já, começou a saculejar o transdutor na minha barriga, chacoalhando tudo!!!! Até ele se mexer!!! kkkkk "Pô, Simone, esqueci de ligar o som, kral.. ainda vai dar sete horas da manhã", ela disse!!!! Aí, enquanto ele se espreguiçava lá dentro, eu ouvia aquele barulhinho delicioso do coração do meu bebê batendo dentro de mim... isso é tão bom!!! Pois é, Daniel era preguiçoso mesmo! Passava a maior parte do tempo dormindo (também, cheio de coisas pra fazer lá dentro, né???rs) E até hoje é assim... Data prevista do parto: 27/09, mas ele nasceu dia 17/09, porque minha pressão simplesmente aumentou. Eu estava suuuuper ansiosa. Era uma das últimas consultas, tomei calmante e no dia seguinte, a pressão estava mais alta... eu não estava sentindo nada, mas do consultório fui para o hospital.  Fiquei com medicamento na veia até a noite... quando meu filhotinho chegou!!!!
A segunda gestação foi interrompida. Eu nem sabia que estava grávida, apesar de estarmos planejando mais um filhote. Eu fazia uma ultra transvaginal e mamária (controle anual). Aí a Dra. Ana Cristina (que eu amo de paixão e conheço de longa data), não falou nada e saiu da sala. Só perguntou se estava atrasada, eu disse que não, menstruação normal há 1 semana atrás. Achei estranho ela ter saído. Pensei: algo errado! Se fosse gravidez, além de atraso da menstruação (que não ocorreu), ela falaria. Aí ela entrou com a Dra. Márcia. E houveram aquelas "trocas de olhares médicos", que quem trabalha na área entende muito bem, pensei: fu! (desculpem o termo, mas foi esse mesmo que pensei!!!). Resultado: dali do trabalho fui direto pro hospital, enquanto elas ligavam para meu obstetra e pro marido. Gravidez ectópica na trompa esquerda, com feto sem batimentos cardíacos, podendo "romper" a qualquer momento! Diziam que eu deveria estar sentindo uma dor horrorosa, por causa do tamanho do feto, mas eu não sentia nada... No hospital, enquanto eu esperava o meu médico, virei "objeto de estudo"...kkkkkk Toda hora alguém queria olhar e ficar perguntando com cara de espanto: Não está sentindo dor???? E eu repetia: NÃO!!! Pô, se estivesse sentindo eu iria falar! Tive que fazer outra cesárea. Isso sim é horrível! Fazer um corte desses e não ter nada pra "olhar" e esquecer da dor depois... Putz!!!! Bem, aí, eu fiquei o final de semana todo internada, que legal, hein? E logo na sexta, ocupando um quarto na "Obstetrícia" (sem bebê, né???) eu acabei sendo transferida para o setor "geriátrico" do hospital!!! kkkkkkkkk E lá, os velhinhos achavam que eu era "enfermeira", pediam ajuda... Eu ficava andando pra lá e pra cá, a cirurgia doía, não podia ajudar muito... Mas velhinhos gostam de conversar, e isso eu tb adoro! E nem adianta médico dizer que vai dar gazes... eu não consigo. Que mulher consegue ficar muito tempo calada?????? As mudas, né???rsrsrs
E logo depois estava na minha terceira gestação. Calma... sem problemas... Só no finalzinho que a pressão subiu de novo...  E bebê, que era pra vir a partir de 17/07, veio dia 07/07!!!! Que data linda, né? 07/07/07 (UAU!!!!) Bem, seguiu a "tradição", nasceu 10 dias antes do previsto! Não enjoei de nada dessa vez, mas em ambas as gestações, tive "desejos" em comum. Sentia vontade de comer pizza o tempo todo... que eu nem ligo muito, mesmo! Marido, que adooooooora, sempre "atendia" esses desejos!!! rsrsrrsrs E sexo? Deus!!!! Que vergonha! Mas época gestacional a libido fica tãaaaaao aflorada, né? A vontade aumenta conforme a barriga!!!! kkkkkkkkk E as revistas sempre dizem que o desejo pode diminuir em grávidas... Será que eu sou anormal, então???? E meu obstetra respondia: não, Simone, vc é super normal! Aliás, o meu obstetra é um santo!!!! Tão calmo, tão calmo, tão calmo, que as vezes me irrita... lembra muito o jeitinho do meu pai. É meu médico há mais de uma década! E eu indico ele pra todo mundo!!! E olhem aí o meu meninão mais novo:
Se eu planejo mais???? Na verdade, eu sempre sonhei com família grande, daquelas que se reúne nos Natais, que comem e bebem (e brigam) pra valer... e que se entedem, porque família é assim mesmo...
Mas filho sai caro... rsrrssrs E nos dias de hoje, é difícil... Então, esses sonhos que eu tinha, de ter uns 6 ou 8 filhos, fica só nos sonhos mesmo! Mas, eu não fiz ligadura da minha trompa única (ou seja, só fiquei com 50% de chances. rsrssrs). Quem sabe mais um? Também que já estou com 35 anos, não sei não... Mas filho é tão bom, né???? A melhor coisa do mundo!!!
E eu já escrevi à-beça, pra variar!!! 
E na verdade eu falei das minhas gestações porque estive relembrando elas, mas não era exatamente a intenção do post... rsrsrs
Por essa vocês não esperavam, hein?!?!?!?
Mas agora o assunto é rapidinho, prometo.
Ontem nasceu prematura (7 meses) numa cesárea de emergência uma sobrinha-neta!
Minha sobrinha perdeu todo o líquido e teve que fazer a cesárea. A pequena Letícia está em UTI Neo Natal, ela pesa 1,5 kg e mede 36 cm. O pulmãozinho ainda não está completamente formado e ela ainda não engole, está toda entubadinha... tadinha... Então, peço apenas orações para essa vidinha... e que mais esse anjinho possa superar isso e em breve alegrar ainda mais a vida da família!
Desculpem pela postagem MEGA!!!
'Image

5 comentários:

  1. Vim com todo meu carinho e lhe oferecer o Selinho do "Dia do amigo" espero que goste:)

    Uma bela noite para você e um excelente início de semana...beijos fica com Deus!

    ResponderExcluir
  2. si, uma coisa q digo pra todos os blogueiros, NUNK SE DESCULPEM POR SUAS POSTAGENS SEREM GRANDES, quem naum gosta de ler nem na blogosfera devia estar, aki naum eh lugar de gnt inculta.
    Sabe, tbm fikei surpreso em vc qrer um menino, pensei q qsesse uma menina tomando por base teu blog. kkkkkkkkkkkkkkk Uma companheirinha cheia de rosas e babados como tu gosta. Uma paquitinha. kkkkkkkkkkkkkkk
    Mas falando serio, naum entendo mto essa predilecaum q as pessoas tem com o sexo da crianca, eu acho q todo filho deve ser bem vindo e eu acho q a crianca SENTE qndo naum eh bem vinda, dzem q sentimos as coisas desde q fomos concebidos entaum, no kso, se vc quisesse ter este teu meninaum e fosse uma menina, ela iria sentir essa rejeicaum de alguma maneira, pode estar certa disso.
    Por isso acho q a unik coisa q os pais devem pedir a Deus eh q seus filhos nascam saudaveis e q naum tenham q fik entubados em UTIs.
    Estarei enviando energias positivas pra q esse anjo abencoado se recupere Si.
    Bjos, te amo.

    ResponderExcluir
  3. Lukas, obrigada pelo carinho de sempre!
    Pois é... todo mundo acha que eu sonhava com uma menina. Mas olha, eu tb acho que o importante é que venha com saúde, e se fosse uma menina eu iria adorar também (e ia sair de "barbie" da maternidade)...rsrs Sem falar que eu ia ter que aprender a costurar de qualquer jeito, porque ia querer váaaaaaaaaarias roupinhas iguais... ai que lindas!!!! kkkkkkkkk Eu concordo que as crianças sentem tudo desde o momento em que são geradas. Mas eu sempre sonhei com um irmão (tenho 2 irmãs). Eu sempre fui "menininha", mas sempre "detestei ataques de piti", entende? Tipicamente femininos... E eles acontecem desde cedo. Por exemplo, se eu estivesse brincando com uma amiga de boneca e chegasse outra, começava uma "implicância"... essas "coisinhas" de menina... sempre mais exigentes, sempre mais ciumentas... e sempre fazendo "apelos" (o q eu sempre detestei). Do tipo: "se ela for brincar, eu não brinco..." Isso sempre me aborreceu... "Ah, não quer brincar não brinca, não enche o saco..."rsrsrsrsrs Meninos sempre são mais maleáveis. Por isso talvez meu melhor amiguinho tenha sido o Luciano (fiz uma postagem aqui no Dia do Bombeiro pra ele). A gente dificilmente brigava, e se entendia numa boa, sem "pitis"!!! rsrsrs Se eu dissesse à ele: "Lu, agora vou brincar de boneca com a fulana". Ele dizia:"tudo bem, vou brincar de carrinho então". Numa boa, e depois não ficava fazendo "drama" de ter sido "trocado" por alguns instantes, não dizi "vc preferiu sua amiga, agora vai brincar com ela!"kkkkkkk Meninas são sempre assim... não aceitam que se brinque com outra coleguinha. Depois dizem:"agora vc quer brincar comigo, né? Kd a fulana?" kkkkkkk Aff!!! Que saco!!! Meninos são sempre mais compreensivos, resolvem as coisas sem muitos dramas...rsrsrsrs E na adolescência! Putz! Irmãos sempre são ciumentos com suas irmãs, dão conselhos... rsrss sei lá... irmãs "pegam" as roupas que ainda nem tiramos a etiqueta!!! rsrsrs Ah sei lá...rsrs Se viesse uma menina, eu iria amar... Mas se eu dissesse que não sonhava com um filho, eu estaria mentindo...rsrs Queria que viesse com saúde, claro, isso é o que mais importa! Mas se viesse o meu "meninão" rsrsrs e veio!!!! em dose dupla!!! kkkkkkkk
    Bjão amigo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Simone, poxa so agora estou vendo este post, que lindo seus tres filhos, parabens! Vc tem razao, filho é a melhor coisa do universo uma bencao de Deus, é um amor que nada abala, incondicional, bom vc sabe bem como é...e vc conhece este menino lindo ai em cima, sabe o qto ele é essencial em minha vida, uma bencao em minha vida

    Estarei rezando pela pequena Leticia, com certeza.

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Ida, saudade de suas visitas...
    Eu sei bem o quanto esses nossos amores são essenciais sim! Um amor que nada abala, com certeza!
    Obrigada pela oração tb!
    Bjão

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo