♥ MEU DIVÃ ♥

em 25 setembro 2010

Em primeiro lugar quero agradecer a todos os comentários deixados na última data de postagem e perdoem-me por não responder a cada um deles separadamente, como normalmente faço. Eu não costumo falar de problemas (os meus!), esse é o meu jeito. As vezes faço um "desabafo", não me controlo... mas ainda assim, não chego a escrever exatamente o X da questão, se é que me entendem... rsrrsrs Por hábito ou por medo, sei lá, normalmente escrevo com muitas reticências, muitas aspas e poucos pontos finais ou frases afirmativas. É a minha maneira de falar dos meus problemas. Todo mundo sabe o quanto eu gosto de relatar (em detalhes) bons momentos, falar sobre a alegria com os filhos (alegria essa que só eles são capazes de nos dar!!!), falar sobre amor de uma forma geral e universal, porque eu acho SIM que o amor é incondicional e deve ser a base de tudo, sempre! E na hora de falar sobre coisas ruins, eu me retraio... não gosto de compartilhar esses momentos.

Que o blog tem sido um "divã", noooooooooooooossa, como tem!!! E aqui eu conheci pessoas maravilhosas que se tornaram amigos muito especiais! E agradeço de coração todo esse carinho!
Tenho passado por alguns maus momentos... Justamente porque eu nunca falei sobre problemas realmente, e embora eu esteja sempre com um sorriso nos lábios, os últimos anos tem sido difíceis! Tão difíceis a ponto de eu não conseguir falar sobre eles... e a noite, quando todos dormem, eu "desabafo" com o meu travesseiro... que nada fala, apenas ouve, e isso tem me aliviado durante todo esse tempo. Não resolve meus problemas, mas me sinto bem melhor no dia seguinte. E há cerca de 7 anos luto com um problema grande... muito grande! Tudo vem acontecendo como num "efeito dominó", e até então eu nunca havia falado sobre isso com ninguém... nem minha família. E esses dias, em que tenho andado um tanto quanto pensativa sobre todos esses dominós que já caíram sobre mim, eu desabei, desabei mesmo e escrevi um e-mail para minha irmã relatando tudo... apenas como um desabafo e pedindo que por favor ela guardasse aquilo com ela, e que apenas me "ouvisse", porque estava doendo muito guardar aquilo comigo...
Engraçado preferir escrever do que falar... mas tenho muita dificuldade em falar de problemas, muita mesmo. E eu estou sempre sorrindo...  Enfim, sabia que ela me entenderia. É minha irmã, né?rsrsrs
E falar me deu um alívio danado... Foi como "dividir" o peso, embora eu saiba que quem carrega mesmo sou eu... mas me sinto mais leve, sei lá...
Esse ano começou de uma maneira bem pior que qualquer outro até aqui... Veio carregado de outros tantos problemas, outras tantas decepções... E eu continuo indo, levando, tentando, sonhando...
Eu queria apenas agradecer o carinho deixado, as mensagens que enviaram aqui e por e-mail. À todos vocês o meu muito obrigada! Embora esses problemas ainda estejam aqui comigo, parecendo insolúveis, eu creio que eles se resolverão. Creio que Deus tem um plano para tudo o que acontece na nossa vida. Ninguém carrega uma cruz mais pesada do que suporta. E eu tenho perguntado para Deus o "para que" ao invés de perguntar o "por que" de tudo isso que vem acontecendo... afinal, para tudo existe um propósito!
E assim, vou vivendo à espera desse dia. Ou de uma época melhor... Depois da tempestade vem a bonança, não é assim que dizem? E ela virá!!!
'Image

Um comentário:

  1. Boa noite Si,

    Qualquer que seja seu problema, repartir com sua irmã foi uma benção. Tenha certeza que Deus sabe o que está fazendo e tudo tem um propósito.

    Bom domingo,

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo