♥ EU PRECISO...♥

em 24 março 2011

Preciso escrever um pouquinho... Eu voltava da escola do filhote agora, pensando na vida... e no que a gente faz dela! Sei lá...
Hoje de manhã recebi isso aqui num e-mail (clique na imagem para ampliar):

E eu fiquei pensando no "porque" as pessoas "adultas" tem tanta dificuldade de apreciar "coisas pequenas", gestos simples, que demonstram amor apenas...
As vezes eu me acho "retardada", porque consigo ter essas atitudes "bobas" como as crianças bem pequenas e os cães. A diferença entre ambos, é que os cachorros não se importam quando crescem em continuar demonstrando o amor da mesma forma. Já as crianças, conforme vão crescendo, vão aprendendo a se tornar cada vez mais "frios"... O amor bobo passa a ser "vergonha ou humilhação".
"Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro" Owh, que fofo! E como a gente se "acostuma" a não ter "gente" fazendo isso.
"Não importa quantas vezes o outro te magoe... volte e faça as pazes novamente." Nooooooosa, nem é preciso falar muito... Mas nós, adultos, temos uma dificuldade grande em entender e mais ainda, em agir assim!!!
Filhote mais novo, com seus 3 aninhos, sempre "faz festa"... ô delícia!
Vou buscá-lo na creche e ele ao me ver, dá aquele sorriso gostoso, abraço, demonstra sua alegria, entendem? E no final de semana, em casa, ao meu lado, se eu for a padaria, ao mercado, enfim, na esquina, ao voltar é a mesma alegria... como se tivesse sentido minha falta naqueles "minutinhos" de ausência. É uma fase tão gostosa de curtir... Pena que os adultos esqueçam de FAZER isso! Tudo na vida de um adulto passa a ser prioridade: dinheiro, trabalho, estudo, viagens, lazer... e por último, as "pessoas". Sempre acabam ficando lá atrás...
As vezes eu me sinto assim... "lá atrás"... E pouco importa se eu "faço festa", continuo "lá atrás" do mesmo jeito...  As pessoas só lembram das outras nos momentos de "falta" de alguma coisa... Quando estão "sozinhas", "tristes"... sei lá...
As vezes a gente "faz uma festa" danada, e a pessoa age como se estivesse com um "cão" realmente, pouco se importando... Muitas vezes a gente quer só um afago, um carinho, nada demais...
Aff! Queria que Peter viesse me buscar!!! Quem???? O "PAN"!!!! rsrsrs =)
Adoraria não crescer nunca! E só ter gente "retardada" ao meu lado! *\o/*
Porque será que as pessoas "crescem"???
Ah, deixa pra lá... é a vida... que segue em frente, sempre!

2 comentários:

  1. Si isso é simplesmente pq os adultos perdem a inocência e pq ñ dizer eles axam q já ñ é mais possivel,preciso aprender.

    ResponderExcluir
  2. Acho que não dá para generalizar... As crianças são "fofas", dá mais vontade de beijar, abraçar e apertar. O amor adulto é mais erotizado, começa no beijo e termina no ato íntimo, em uma evolução natural da preservação da espécie. Porém, não precisamos perder a nossa inocência, podemos abraçar os amigos, os parentes, os filhos adultos, podemos fazer surpresas, podemos comemorar dias especiais, o que muda é a forma com que o fazemos, mas a intenção continua a mesma.
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo