JESUS, O MAIOR PSICÓLOGO QUE JÁ EXISTIU


Eu adorei esse livro!
O autor diz tudo logo no início do livro, com a frase:
"Alguns psicólogos encaram a religião como um culto que limita o potencial humano, e pela mesma razão algumas pessoas religiosas olham a psicologia com preconceito".
Como ele mesmo diz, a nossa vida se baseia na fé. E eu concordo! Para mim, a fé realmente remove montanhas. As escrituras falam (numa linguagem própria para a época em que foi escrita) de fé, de que a fé é tudo na vida! Outra citação dele, que eu sempre segui à risca em minha vida é que "podemos ter razão ou podemos ser felizes"! E eu sempre preferi ser feliz à ter razão!!!!!
O escritor também usa vários versículos bíblicos, alguns que eu também gosto muito:
- "Não condeneis e não sereis condenados." Lucas 6:37
- "Se alguém te ferir na face direita, oferece também a outra." Mateus 5:39
Aliás as duas frases que ele usa após esse versículo são bárbaras: "Frequentemente dizemos que as pessoas passivas são humildes. É uma maneira de encontrar algo amável para se referir a pessoas que consideramos bastante incapazes. Raramente admiramos a humildade, porque a consideramos como o oposto da agressividade, que associamos ao sucesso."
Em outra parte ele diz: "Ter necessidade não nos torna carentes." Achei isso o máximo!!! Sinto isso, mesmo! E quando ele diz: "Até mesmo aqueles que conseguem o que querem precisam pedir o que necessitam." (uau!) ou "A coragem não é a ausência do medo e sim a presença da fé apesar do medo."
- "Por fora, pareceis justos aos outros, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e perversidade." Mateus 23:8 (Digo de passagem, que Mateus, para mim, é um dos livros mais bonitos da Bíblia)
- "Amai os vossos inimigos." Lucas 6:27
- "Pois é pelo fruto que se conhece a árvore." Mateus 12:33
- "Quem agarrar-se à própria vida a perderá." Mateus 10:39 (A principal causa do pecado é o egoísmo)
- "Assim como ouves o vento mas não sabes de onde ele vem, o mesmo acontece com o Espírito." João 3:8
Bem, não dá para colocar aqui tudo que eu admirei nesse livro, mas é uma leitura fascinante... talvez porque eu goste muito de religião como gosto de psicologia! Os casos que o escritor narra de seus pacientes se encaixam perfeitamente nos princípios e ensinamentos de Jesus Cristo. E o final do livro também me encantou:
"O amor é gratuito, mas não é barato.(...) A razão pela qual muitas pessoas temem os relacionamentos é que o amor nos deixa vulneráveis. O risco de sofrer é o preço que pagamos quando estabelecemos um relacionamento com outras pessoas. Mas o amor é a recompensa."
Disse mais que tudo aí... Porque num relacionamento, sempre enxergamos a perda como uma ameaça, sei lá... Quando na verdade deveríamos enxergar apenas o amor, porque ele não finda, nunca! Mesmo que a pessoa amada se vá, a ausência não significa que o amor morreu. Conseguimos enxergar mais isso quando falamos apenas de amigos, porque nos relacionamentos mais íntimos, tendemos ao exclusivismo. A própria entrega ao ser amado impõe essa exclusividade como amor. Não, amor não é isso! Amor é simplesmente amor, e "é estar-se preso por vontade" (lindo isso!). Amor não se cobra, não se exige, se sente apenas! E eu acho que AMOR GERA AMOR NA PESSOA AMADA!!!
É uma leitura realmente maravilhosa e imperdível!

Um comentário:

  1. "o amor é a recompensa." SEMPRE!

    "Amor não se cobra, não se exige, se sente apenas!" sempre esquecemos disso Oo

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!

QUER SE DESTACAR NO INSTAGRAM?
E-BOOK

Atualizações do Instagram

Subir