♥ QUANDO É DIFÍCIL COMPREENDER O SILÊNCIO

em 06 junho 2010


"Se me disseres um dia que estás cansado,
 eu me transformarei em repouso...
Se um dia me fizeres perceber que minha presença te é pesada,
eu manterei certa distância...
Se me disseres que não há mais nada para admirar,
eu me transformarei na mais pura beleza...
Se um dia me disseres que teu amor parece escapar 
e já não é mais o mesmo,
haverei de me fazer desejo...
Se todos os dias quiseres me contar não apenas tuas alegrias,
mas também teus aborrecimentos,
tuas perturbações e teus medos, hei de fazer escuta...
Mas, se ficares calado, que poderei eu fazer?"

'Image

3 comentários:

  1. Se te calas, e nada quer dizer;
    Farei me presente.
    Para que saibas, não importar o que se passa.
    Mas que sempre estarei a seu lado para que jamais esteja só.

    Linda postagem.
    Bem o que é feito com amor.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Hamilton, obrigada! Até quando vc pouco fala, fala de forma poética! Lindas palavras!
    Bjão

    ResponderExcluir
  3. "Mas, se ficares calado, que poderei eu fazer?"

    Acho que nestes momentos de silencio é que a presenca se torna primordial, o saber que tem alguem ao seu lado "pro que der e vier" mesmo que nao saiba o que esta acontecendo vale muito mais que um discurso, portanto me calo e fico em silencio tbm.

    Bjos ( ta bonito aqui)

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo