♥ PAIXÕES E TARAS NA VIDA BRASILEIRA ♥

em 03 setembro 2010

Estava com esse livro aqui em casa há algum tempo... mas ainda não tinha lido.
Que eu adoro Jabor eu já comentei em alguns posts por aqui... Gosto do humor irônico e sarcástico dele ao falar sobre as coisas da vida.
Admiro a sua intrigante sinceridade (explícita e exagerada, como toda verdade deveria ser). E mais ainda, a sua coragem em falar de coisas "normais", ainda que mal vistas ou ignoradas pela sociedade, pela moral e bons costumes.
O livro tem sexo, família, mulheres, política... Histórias (até da vida dele mesmo) contadas da forma ácida e extremamente masculina (não disse "machista", ok?). Porque homens e mulheres "enxergam" as coisas de modos diferentes (ou se fazem de besta quando lhes é conveniente).
 Ele escreve "taxativo e delicadamente" sobre relacionamentos do ponto de vista "macho e fêmea", naturalmente como deveria ser... talvez por isso "choque"!!! Sem falar que muitas vezes ele me arranca boas risadas... rsrsrs e algumas exclamações: "Jesus!!!!" também acontecem quando o leio...rsrsrs
Sua crônica "amor é prosa, sexo é poesia", Rita Lee transformou em música (e ficou uma graça!!!).

♫♪ Amor é um livro, Sexo é esporte
Sexo é escolha, Amor é sorte...
Amor é pensamento, teorema
Amor é novela, Sexo é cinema...
Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa, Sexo é poesia...
O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos!
Amor é cristão, Sexo é pagão
Amor é latifúndio, Sexo é invasão
Amor é divino, Sexo é animal
Amor é bossa nova, Sexo é carnaval!
Amor é para sempre, Sexo também!!!
Sexo é do bom, Amor é do bem...
Amor sem sexo é amizade
Sexo sem amor é vontade...
Amor é um, Sexo é dois
Sexo antes, Amor depois...
Sexo vem dos outros e vai embora
Amor vem de nós e demora... ♫♪

E assim está no original dele:
"O PERIGO DO SEXO É QUE VOCÊ PODE SE APAIXONAR.
O PERIGO DO AMOR É VIRAR AMIZADE.
Com camisinha, há sexo seguro, MAS NÃO HÁ CAMISINHA PARA O AMOR."

Enfim, leia Arnaldo. Fica aí a dica! Eu adoro! ;-)
'Image

3 comentários:

  1. TAmbém adoro o humor ácido do Jabor. òtima indicação. grande beijo

    ResponderExcluir
  2. Vlw pela dica...vou pegar sabe m dizer o ano dele...Trampo em uma biblio da se for novo vou sugerir pra xefe compra bjuu

    ResponderExcluir
  3. Janinha, a publicação é de 2006, e é da Editora Objetiva.
    Muito bacana, eu adorei!
    Bjks

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo