♥ EXCLUSIVIDADE X NOVIDADE ♥

em 26 abril 2011

Entende a diferença?
Exclusivo é aquilo que só você tem e novo é aquilo que você nunca usou!
Então, na moda, exclusivo é aquilo que POUCOS tem e novo é todo o resto... rsrsrs porque o que não é mais novidade pra você, pode ser para uma outra pessoa, entendem?
O que te dá a certeza de uma peça NOVA? Duvido alguém ter essa resposta!!! =)
Dá uma olhada nesse relato "desabafo" que eu achei no site Fashion Wishes, de Carol Linden:
"Em geral, nós mulheres colocamos energia e sentimento em um ato que deveria ser bem normal: o de comprar uma roupa. Se a compra é para uma “ocasião especial” então, nem se fala. Mas a verdade é que tudo o que acontece antes que aquela peça maravilhosa e especial venha até nós não tem o mínimo glamour, muito pelo contrário. Você sai de casa, compra um vestido ou uma blusa, a vendedora te fala que vai pegar um “novinho” no estoque para te vender e você pensa que eles vieram direto da fábrica para o seu armário? Cuidado, você pode estar redondamente enganada. Comigo aconteceu com uma calça linda, maravilhosa, perfeita que obviamente só pode ter sido feita pra mim (raciocínio feminino básico padrão) da Le Lis Blanc, uma loja que adoro e sobre a qual vivo comentando aqui no blog. Comprei e resolvi aguardar uma certa “ocasião especial” para usar – ou melhor, estrear. 
Ir ao Rio ver o noivo parecia ser bacana o suficiente para merecer a calça nova e lá fui eu.
Lá pelo meio do dia, a troco do nada, coloco a mão no bolso de trás da calça e tiro um canhoto desses de máquina de cartão de crédito. O noivo amassa o papel e então me dou conta que não tinha pago nada com cartão naquele dia e se era a primeira vez que eu usava a calça, como tinha um papel desses no bolso? Desamasso o papel para ver o que era: um comprovante de pagamento com Visa Vale (que eu não tenho) de uma compra em um restaurante no shopping praticamente do outro lado do corredor da Le Lis Blanc, ocorrido em uma data anterior à minha compra…
Eu me vejo então obrigada a encarar a realidade: aquela calça tão perfeitinha que veio novinha do estoque direto para mim, que custou uns R$250 (não lembro o preço ao certo, mas não foi menos do que isso) e que levei um tempão para usar esperando o momento “certo” , na verdade já tinha sido usada para ir ao Montana Grill Express.
Será que eu tenho mesmo o direito de me sentir enganada ou eu deveria aproveitar e aprender que uma roupa é apenas uma roupa?"
Claro que a Carol tem todo o direito de ficar chateada, de se sentir enganada... mas definitivamente: uma roupa é apenas uma roupa, SIM!
Pergunto eu: fez diferença a não ser o fato de se sentir "enganada"? Claro que não! Continuou se sentindo deslumbrante com sua calça "nova"!!!
Muitas vezes as vendedoras usam as roupas que vendem (por exigência da loja), já em outras isso é expressamente proibido! Mas o que realmente importa é a roupa estar impecável, linda, limpa e nova... além do noivo ter aberto aquele enorme sorriso quando a viu, não é mesmo? rsrsrsrs
Eu sempre gostei de moda, de estilo e de rosa (dá pra notar?? rs) Aprecio a exclusividade, inovação e a integração de materiais. Criar e recriar. Customizar e reciclar. Sempre gostei do lado artesanal, vintage e exclusivo da moda! Mas sinceramente, NOVO pra mim é aquilo que eu nunca usei... que acabei de comprar... e que está lindo!!! =)
A moda pode ser sustentável assim...Reciclar é resgatar o sabor de novidade, o prazer do novo... E na moda, a delícia de ser única! A certeza de que NINGUÉM, onde quer que vá, estará usando a mesma coisa!  Desagradável é isso:
kkkkkkkkkkkkkk
Prefiro alguma coisa "antiga" porém nova, do que o "novo" que todo mundo tem igual... rsrsrs

Um comentário:

  1. Não sei o que faria em uma situação assim... Talvez eu fosse na própria loja reclamar e pedir um desconto, uma devolução de parte do dinheiro, ou até a troca da calça. Eu não gostaria de comprar algo já usado por uma vendedora, a peça teria de ser lavada e isso poderia danificá-la, o que não justificaria um preço tão alto de nenhuma forma. E, se não fosse lavada, pecaria com a higiene, o que também não justifica o alto preço e ainda mostra descaso para com o freguês.
    Beijo
    Adri

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo