COVID: COMO EU VENCI "SEM FICAR EM CASA"

 45 anos, asmática, alérgica e hipertensa.

Cheia das comorbidades, eu estaria na "frente" das pessoas da minha idade a tomarem vacina contra o Covid. Qual vacina? Qualquer uma, não faria diferença... todo mundo quer ser vacinado o quanto antes! Se daqui há 10 anos irão mudar tudo, os estudos (com o tempo necessário para conclusões amadurecidas) irão dizer. A verdade é que tá todo mundo tentando, correndo atrás, torcendo... todo mundo!

Até aqueles adolescentes aparentemente despreocupados (adolescência é um "super poder", esqueceram disso?) Ah sim, estamos falando de algo sério... mas e qual adolescente é sério?? Me poupem. Os adultos parece que esquecem que foram crianças e jovens. Tá bom, existem aqueles que amadurecem pela morte de um parente, um amigo, mas a maioria só amadurece quando fica adulto mesmo. Ficam com mais receio, se preocupam mais, se previnem mais até... Mas falando no português claro: prevenir é melhor que remediar é ditado que a gente só aplica na vida depois da maturidade! Confesso que tive uma ótima adolescência, mas muuuuuita loucura que as amigas faziam eu nunca curti... e não fazia porque não queria. Não à toa muita gente sempre me dizia: "ai você parece minha mãe falando!" kkkkkkk É, eu sempre fui mais materna mesmo. 

E hoje, além do apelido carinhoso aqui na blogosfera, dos meus dois filhotes (hoje adolescentes), eu ainda tenho mais duas criancinhas: uma de 82 anos, e outro de 86 anos! Esses foram meus pais. São, claro! Mas se tornaram também meus filhos. É amor que não cabe no peito. Impressionante como eles vão retornando a inocência tipicamente infantil em alguns momentos.

E falando em pandemia, graças a Deus, ambos tomaram suas duas doses da vacina já faz um tempinho. Não tiveram reação nenhuma 🙏 E sim, eu não fico em casa, para que eles possam ficar! 

Eu, infelizmente, não cheguei a tomar a vacina. E daí... peguei o maldito vírus. Marido voltou a trabalhar na área da saúde desde o ano passado, e fazendo exames em casa. Ou seja: contato com pacientes infectados constante. Sempre nos cuidamos, mas nunca com muita neurose. O necessário para não pirar! Porque a verdade, nua e crua, é que o vírus está aí... A gente pode ficar em casa, e o carinha da entrega do fast food estar contaminado, e gotículas contaminarem a caixa ou sacola da entrega... como saber? Não há resposta para essa pergunta, infelizmente!

Eu só não consigo entender a necessidade que as pessoas tem em apontarem um culpado pra isso. O vírus apareceu, tomou o mundo numa pandemia incontrolável, mas o problema é o Brasil (pra variar). E o problema do Brasil, na verdade, é o brasileiro. Sou eu, é você, é o vizinho... a gente tem que fazer a nossa parte! Se cada um fizesse a sua, se ganhava mais. E quando eu digo cada um fazer a sua, significa também acreditar em possibilidades; já que o vírus ainda é quase uma incógnita, que ainda se transmuta, para ferrar ainda mais! 

Infelizmente, a morte não é culpa de uma ou algumas pessoas em especial. É injusto dizer que os jovens irresponsáveis são os culpados, ou o presidente. Eles tem seus erros, tem. Não estou falando sobre os erros alheios. Mas jogar nas pessoas a culpa de algo que acometeu o mundo inteiro, é idiotice também. Meu Deus, enquanto pessoas continuam morrendo, ainda se discute sobre a porra do "fique em casa" e o presidente. Faça-me o favor!!! 

Não vamos falar de política, vamos falar de Covid. Ele está aí, e vírus NENHUM vai embora quando vê que está todo mundo dentro de casa. Ele não quer companhia para brincar. Pelo amor de Deus! Todo mundo conhece alguém que perdeu uma pessoa especial, do ano passado pra cá. E muitos (assim como eu) também conhecem pessoas que morreram de outras doenças, mas entraram nas estatísticas do Covid pra assustar o povo e alarmar! E isso é muito triste! Porque as pessoas insistem em discutir política enquanto outras vidas se vão.

Foda-se qual é a vacina, de onde ela vem, que não teve o tempo "normal e necessário" de testes, a gente tem que tentar! Foda-se que o medicamento X ou Y não é exatamente pra merda do vírus, mas se pode ajudar a melhorar, bora mandar pra dentro! O Viagra foi criado para angina, e virou o medicamento nº 1 do mercado para disfunção erétil masculina (por puro acidente! Esse era o "efeito colateral" nos homens). Engraçado que brasileiro é um dos poucos que vai ao médico "se persistirem os sintomas" (ou seja, se trata por livre arbítrio). Mas se alguém disser que vai fazer isso para pacientes com covid, aí são irresponsáveis, loucos, não tem comprovação, tem muito efeito colateral. Cacete, efeito colateral até dipirona tem (proibido, inclusive, em vários países) e pode levar a morte! Então porque raios não tomar algo que tenha entre suas propriedades algo que ajude a recuperação, embora não cure???

Eu fiz uso de um cocktail receitado por mim mesma. Prazer, Dra. Simone Aline! 😂 Tem aquele ditado que diz: "de médico e louco, todo mundo tem um pouco!"

Ivermectina (se não melhorar, ao menos piolho não vou pegar 😝)

Xarope Kóide D® (maleato de dexclorfeniramina + betametasona) é indicado no tratamento de doenças alérgicas do aparelho respiratório, como: asma brônquica grave e rinite alérgica. Ahhhh, já usei para essas coisas também!

Azitromicina - Pra mim sempre foi maravilhosa. E meu filhote mais velho usou por várias vezes esse "santo remédio" também, em crises de amigdalite e pneumonia. Pode ferrar o estômago? Como todo antibiótico sim (e se eu estivesse com amigdalite ou a bronquite atacada, eu teria que tomar). Então, tomei! Qualquer coisa, o omeprazol tem aqui também! 🙈

Mas o golpe tá aí... cai quem quer! 

A minha dica é:

😷 Use máscara e mantenha as mãos lavadas

💪 Aumente os cuidados com o seu imunológico. Vitaminas C, D, Completo B... nada em excesso, mal também não vai fazer! Toma logo de A a Zinco pra se precaver! rs

💗 Não deixe de amar as pessoas. Sinceramente, a gente nunca tem como saber quem será a próxima vítima. E é melhor poder ter um último momento de alegria ao lado de quem a gente ama, do que depois acontecer uma internação e não poder dar o último adeus, e nem sequer sepultar de forma tradicional um ente querido! Muito triste isso. Muito mesmo! Então, o "fique em casa", a meu ver, é retardar algo que não se tem controle ainda. Quando a gente sair, o vírus vai voltar a atacar. A gente diz pra ficar em casa, mas se só tem uma atendente para anotar os pedidos por telefone, a gente perde a paciência; se o carinha da entrega demorar pra trazer a comida, a gente reclama... Pelo amor de Deus! Põe luva, máscara e vai lá comprar. Ajuda!!! Pergunta se algum vizinho quer que traga algo também... A vida tá complicada pra geral. E assim será até que se consiga vacinar o mundo todo, para que as pessoas possam circular, viajar, viver... só não deixe de viver sua vida e abraçar quem ama por medo. AMOR é ação, é presença (mesmo a distância). Se você ama, demonstre! 

Os meus sintomas, graças a Deus, foram bem amenos, mesmo eu sendo de grupos de risco. Senti muito cansaço (sem dores, só sono mesmo) e perdi o olfato (que já começa a retornar lentamente).

Febre e dores de cabeça, não tive. Não perdi muito o paladar. Falta de ar? Sim.... mas sou asmática, né? Já estou acostumada a sentir falta de ar. Não passei do meu "normal" e não precisei reutilizar minha velha amiga bombinha, graças a Deus! 👐

E assim seguimos, agradecendo a Deus pela nossa saúde, pedindo não apenas pela nossa vida e dos nossos entes queridos... mas lutando e TENTANDO, de todas as formas, vencer esse vírus ainda tão potente e fatal.

Beijos da Si

22 comentários:

  1. Que bom que vc está melhor!

    cobaiaamiga.com

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso testemunho! Amei e concordo com tudo! Parabéns, querida!

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você conseguiu vencer mais essa! Graças a Deus!

    ResponderExcluir
  4. Que depoimento TOP. Compartilho de tudo que você disse. E querendo ou não, tratamento precoce salva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POis é.... mas as pessoas as vezes preferem discutir (pra dizer que tem razão). Eu, hein... sempre achei isso estranho. Não quero ter razão, quero ter saúde! kkkkk SUper beijo

      Excluir
  5. É não é fácil, mas nós somos fortes e nós adaptamos 👏🏽

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.... rotina natural da vida: a adaptação. Ou a gente encara de frente, ou a gente corre! Mas correr até quando??? Vírus não se cansam, não evaporam, não somem assim.... do nada! Vamos tendo que aprender na marra (por ser um vírus novo), mas temos que continuar a caminhar, simples assim. Beijos

      Excluir
  6. Ester Rocha07/05/2021 11:25

    Muito feliz por você estar bem !
    Adorei o texto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Que texto maravilhoso que Deus te abençoe te admiro cada dia mais e mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohwn... muito obrigada pelo carinho! Super beijo

      Excluir
  8. Parabéns Simone vc é uma pessoa iluminada e com certeza nos representa dizendo tudo isso por aqui.
    BJS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! ♥ Rezando para tudo isso passar logo! Beijos

      Excluir
  9. Que lindo depoimento amore, você e uma guerreira,que bom saber que está bem ,adoro seus vídeos com seus babys ( pai e mãe) Feliz dia das mães

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cleo, muito obrigada pelo carinho! Eles "fazem sucesso" nos stories! rsrsrsrs Super beijo

      Excluir
  10. Por um acaso eu encontrei seu perfil. Sou jovem, um jovem adulto com responsabilidades como foi dito acima. E sim exitem adolescente responsável, se não talvez foi a forma que aprendeu a educar.
    Sobre remédio que você mesmo se automedicou e totalmente impróprio. E fora outras coisas que nem quis terminar.
    Pense antes de ser uma "digital influence". Como vemos no CPI da covid, e totalmente impróprio tomar o que você tomou. Mas estamos mergulhados na ignorância, de acreditar que sendo mais velho e o ser evoluído, que raramente acontece. Posso ter 10 anos e maturidade, responsabilidade. Responsabilidade não e só em torno de contas.
    Enfim um desabafo. Faltou palavras para colocar aqui, mais e o suficiente.
    Att
    Anônimo adolescente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá adolescente anônimo, pode desabafar, sem problemas. Sim, existem muitos adolescentes responsáveis, assim como fui, e como você relata que é. E não, isso nada tem a ver com pagar contas realmente. Mas sinceramente, o julgamento e o apontar o dedo é algo que normalmente demonstra pouco amadurecimento. Apesar de que, conheço até idosos assim.... então, talvez não tenha nada a ver com a idade esse comportamento. Em nenhum momento citei que me automediquei por causa da minha maturidade ou idade. E aceito sua opinião sobre as medicações citadas, bem como não recomendei ninguém a fazer o mesmo, visto que é um relato pessoal e não uma orientação para que os outros façam. Também me limitarei a terminar aqui. Cuide-se, apenas isso! Grande abraço.

      Excluir
  11. Siiiii estou com Covid nesse momento e isso era EXATAMENTE o que eu precisava ler! 👏🏻❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cuide-se Céu. Descanse... e faça o que puder fazer para melhorar. As vezes a gente dá ouvidos ao que estão falando, que esquecemos de "nos ouvir"! Vai ficar bem! Super beijo

      Excluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!

QUER SE DESTACAR NO INSTAGRAM?
E-BOOK

Atualizações do Instagram

Subir