♥ O PRECONCEITO ♥

em 26 junho 2011


21 de junho de 2011, por volta das 15h a deputada católica Myriam Rios (PDT/RJ) fez uso da palavra no plenário da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro e por pouco mais de 10 minutos manifestou publicamente seu repúdio ao PEC 23/2007.
Nos blogs muito se falou a respeito.  
E eu também li sobre o anúncio de que haviam mais heteros do que homossexuais, e alguns blogs chegaram a citar isso como sendo o povo mais "aberto" e menos preconceituoso. Vamos lá...
Acho que não tem nada a ver uma coisa com a outra.
A grande maioria dos frequentadores desse tipo de manifestação é gente "jovem". E consequentemente, atraem mais o público masculino (hetero) que feminino. Por que????  Simples!!!  Porque normalmente as lésbicas são BIsexuais, e quando não o são, "de longe" são identificadas. Então porque vc acha que existiam na tal "parada" mais homens heteros que homo???? A prefeitura "patrocina" uma festa, com TUDO O QUE SE PODE, que rapaz solteiro vai perder essa???? Mesmo não sendo gay. Ou esqueceram que uma das fantasias mais faladas nas revistas femininas é justamente essa? Duas mulheres. É a festa ideal pra conhecer uma "dupla" assim... Acham mesmo que os heteros estão ali sem "preconceito"??? Acham que se tomarem uma cantada de um outro homem vão achar tão "normal" assim???? Sinceramente, acho que todo mundo se faz de "besta" quanto à esse assunto!
Claro que orientação sexual não tem nada a ver com pedofilia (e a tal deputada foi infeliz nessa declaração), mas daí eu perder o DIREITO de querer educar meus filhos a RESPEITAREM qualquer indivíduo, porém a seguir o meu EXEMPLO, é um direito meu também, não????
Gente, é claro que os filhos podem crescer e serão livres para optar pelo que quiserem. E quando o fizerem, continuarão sendo AMADOS como filhos da mesma forma. O amor que sinto hoje não vai mudar se mais tarde meu filho disser: "sou gay". Daí ter orgulho disso????? Desculpe. Não é preconceito, mas nada tem também a ver com orgulho... Sentirei orgulho quando ele terminar seus estudos, conseguir um emprego, aprender alguma coisa, qualquer coisa... Isso dá orgulho como as festinhas da escola hoje, quando ele canta, dança e etc... E vai continuar dando, sempre!!! Mas orgulho gay????? Posso ser chamada de "quadrada", de "velha", mas preconceito é muito diferente gente! Acho que as pessoas tem TODO O DIREITO de tomarem suas decisões e atitudes diante de suas próprias opções, mas daí começar a EXIGIR direitos é outra história. Até hoje prostitutas não tem "carteira de trabalho". E  questionam: não vendem o que é delas? Concordo. Da mesma forma que concordo que quando estiverem com uma idade em que não conseguirão mais "vender seu produto", terão que fazer outra coisa, certo? Triste... Mas não acho que "puta" tem que ser enquadrado em "profissão", da mesma forma que não concordo que "terceiro sexo" exista! Nascem-se homens e mulheres. Não nascem gays e lésbicas, salvos raríssimas excessões (físicas e biológicas). E digo mais, até nessas excessões, muito raramente essas crianças crescem como "gays".  Se tornar homosexual é SIM desvio de COMPORTAMENTO, e nada tem a ver com o NASCIMENTO. É uma opção da pessoa, e qualquer um tem o DIREITO de optar por sê-lo! E entendam: desvio de comportamento não tem nada a ver com DESVIO DE CARÁTER!!!
Eu acho que a deputada Myriam Rios foi "grotesca" na sua comparação com pedofilia, que é CRIME e nada tem a ver com orientação sexual. Ser gay não significa gostar de criancinhas. Essa foi a parte infeliz do seu pronunciamento. Mas eu concordo que no dia a dia, no ambiente de trabalho e na vida social, homens tem que se comportar como homens e mulheres como mulheres. O que fazem da sua vida social e sexual (em casa ou não) é problema deles, aí não nos diz mais respeito. Mas perante a sociedade acho SIM que o respeito deve ser de "homens ou mulheres". É como o "fumante" que acha que o "não fumante" tem que aceitar a fumaça dele e pronto!  Há um tempo atrás eu escrevi sobre isso AQUI
Eu acho que os homossexuais de hoje perderam a "linha" na exigência de seus "direitos". DIREITO é de ser humano (independente de raça, sexo ou cor). Mas daí achar que é "bonito" desmunhecar, "dar piti" e etc, NÃO É NÃO!!! Pra mim é a mesma coisa que mulher "quebrando barraco"! É feio! Feio! E feio!
Querer fazer Projeto de Emenda Constitucional (PEC 23/2007, cujo objetivo é inserir a ‘orientação sexual’ no corpo da Constituição Estadual), aí já é falta do que fazer!!!
Não acho que isso seja preconceito. Isso é tão "óbvio" quanto 2+2 são 4!!!
Me desculpem, mas existe "pênis" e "vagina" (pra não dizer as versões no linguajar mais popular), e que outra coisa existe???????? Então, não precisa mais nada para "comprovar" que  é OPÇÃO de cada um SIM, querer encaixar porca com porca, parafuso com parafuso... Daí querer "brigar" que um "prego" pode prender uma "porca"  num "encaixe perfeito" é outra história...
Não me levem a mal...  "porca encaixa em parafuso e vice versa"!!! 
Isso não é preconceito, é constatação!!!
Daí desde então, demais sites e blogs vêm colocando revistas de mil novecentos e antigamente, com a "hoje" deputada Myriam Rios, em fotos sexys e de revistas masculinas, alegando que ela deveria "olhar o próprio rabo" ao invés de falar besteira por aí. Eu concordo com a parte do "olhar o próprio rabo", mas discordo que alguém não possa se arrepender ou ao menos não se ORGULHAR de ter feito algo no passado. Então, ninguém se arrepende de nada? Isso não existe? É errado "mudar de opinião", não pode? A cabeça da gente muda, a vida da gente muda, quando a gente tem filho então... muda tudo!!! O mundo é feito de mudanças!!! MAS EXISTE UM PRINCÍPIO BÁSICO QUE DEVERIA SEMPRE SER LEVADO EM CONSIDERAÇÃO: O RESPEITO!!! NÃO IMPORTA SE VOCÊ É BRANCO OU NEGRO; HOMEM OU MULHER... OU GAY OU LÉSBICA... OU SEJA LÁ O QUE FOR...
Olha, sinceramente, eu tenho uma certa "implicância" com quem GOSTA de querer ganhar tudo na "briga", no "grito", na "greve", na "imposição"!!! Quem IMPÕE para mim seus "direitos" dessa forma, já está "cobrando" e se achando no próprio direito! E não concordo que essa seja a melhor maneira!
Abomino quem gosta de vivenciar essa "regra" de que É PROIBIDO PROIBIR. Legal, cada um tem o "seu" direito, mas daí, quando surge uma "opinião controversa", aí não pode. Como assim?????
Então eu sou OBRIGADA a aceitar TUDO da forma que me impõem???? Tenho que aceitar o DIREITO dos outros, e não posso ter o DIREITO de discordar? O proibir agora virou crime???
Porque quando alguém se levanta e fala que é contra as "mudanças" que estão acontecendo, este alguém é crucificado??? Meu Deus é a FALTA DE RESPEITO A OPINIÃO ALHEIA DO MESMO JEITO. Quer dizer, no final das contas, quem cobra ser respeitado está agindo com o mesmo "desrespeito", não????
Ou o DIREITO é igual para TODOS ou ele não existe. Mas o LIMITE do outro começa quando TERMINA o nosso, sempre foi assim!!! E hoje em dia as pessoas parecem querer ultrapassar suas próprias "fronteiras" do direito, esquecendo de seus DEVERES. E o pior é que nessas horas, tanto de um lado ou do outro, aparecem mais uma "penca" de pessoas aplaudindo!!! O que é isso???
Já dizia vovó: "O mal é que todo mundo só quer o "venha a nós".  Ao Vosso reino: NADA!"
Isso hoje em dia virou uma "rotina" do ser humano!!! Triste realidade onde o "EU" é sempre melhor, mais correto e mais importante que qualquer coisa!
E cada vez vai ser mais difícil manter a ORDEM pelo caminho que estamos indo... e achando "normal".
RESPEITO É BOM, TODO MUNDO GOSTA... E CONSERVA OS DENTES (já dizia também falecida vovó...he he he). 
E ordem não tem a ver com religião, mas esta, por sua vez, tem uma grande ligação tanto com a "ordem" como para com o "preconceito".
O triste é ver como as pessoas "brigam" por N motivos e depois querem se "justificar" em nome de Deus. Pessoas que "arrotam" trechos da Biblia, mas ignoram completamente o mandamento mais "básico":
"ELE DISSE: AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO!" (Mateus 22:39)
Mas, TODO MUNDO quer dizer que não é preconceituoso, que "aceita" tudo e todos... mas continuam o mesmo "ciclo vicioso" de querer CULPAR E PUNIR alguém que seja franco e exponha sua opinião "contrária". Não seria a hora de CONVERSAR? De tentar se colocar no lugar do outro e ESCUTAR seus motivos, procurar ENTENDER??? E ainda assim, depois disso, se a gente ainda não concordar com TUDO o que o OUTRO disser, não seria a hora de dizer:  'TUDO BEM, PENSAMOS DIFERENTE'???????
Mas não... o POVO gosta de punir opiniões e de ter razão, sempre!!!
Apontar o dedo e colocar a culpa no preconceito é sempre mais fácil!!!
O QUE EU ACHO "ENGRAÇADO" (PRA NÃO DIZER TRISTE...) É QUE AS PESSOAS QUE SOFREM QUALQUER TIPO DE PRECONCEITO, QUEREM APENAS VIVER EM PAZ... MAS ESTÃO SEMPRE "BRIGANDO" PELOS SEUS DIREITOS!!!
SERÁ QUE BRIGAR É O MELHOR CAMINHO PARA VIVER EM PAZ???

7 comentários:

  1. 10!!!!!
    Onde eu assino?

    Paz e bênçãos!

    ResponderExcluir
  2. concordo com o comentário anterior.

    beijos, muita paz e amor, pra todas nós.

    ResponderExcluir
  3. CARACA! O "POVO" TA' DIZENDO CADA UMA, NE'? EM NOME DE "QUEM" MESMO?
    Mil bjs, amada!

    ResponderExcluir
  4. Si,sou gay e não faço disso uma bandeira,e concordo com você em algumas coisas que diz,mas daí achar que o único "pecado" no mundo é a homossexualidade... e é essa a outra "bandeira".Sem hipocrisias,vamos lá...O sexo anal(dar o fiofó)não é exclusividade dos homossexuais,cada vez menos o é,hoje até atrizes famosas já dão declaração de maneira bem "confortável" com relação a essa prática,os homens (hetero) em sua grande maioria gostam e muito,as mulheres já em grande numero vão aos poucos aceitando a prática sem tabús,sem "esforço".O sexo anal é tido na Bíblia como pecado grave,é anti-natural ,em alguns lugares do mundo é crime,seja ele de que forma seja ou com quem "for".Sodomita vem de Sodoma,a cidade destruída por Deus,por que tinha essa prática muito difundida e não só entre homens...
    É tão "duro" pra uma mãe imaginar que um filho
    seu dá o fiofó,quanto talvez pra um filho imaginar que sua mãe "tão santa" também pode estar dando e para o seu pai "seu herói".
    Mas o que importa pra um filho mesmo é que seus pais estejam bem felizes,resolvidos,"com a pele a boa" e que se dane o resto.Pra os pais deveria
    ser a mesma coisa,mas...
    Pra os religiosos,os puritanos,os "normais":se entre um casal de heteros vale tudo,vai fundo...ui!...mas Deus tá vendo,hein!

    ResponderExcluir
  5. Paulo, eu tentei dizer aqui sobre o que cada um "cobra" como sendo "direito", entende? E quando alguém discorda, o outro tenta no "grito"... sei lá... Usei termos bem "grotescos", é bem verdade! E sinceramente, acho que o sexo não é motivo de orgulho ou vergonha pra ninguém. Filhos, irmãos, parentes, amigos... enfim. Sexo é sexo, só isso! E com quem se faz ou o que se faz, cada um é que sabe... Não acho que seja duro para os pais imaginar como será a vida sexual de um filho ou filha. Só acho que nada tem a ver com orgulho, entende? Se minha filha se tornar uma "dadeira", não dará orgulho... assim como se ela se tornar lésbica ou bi. Será apenas a opção sexual dela. E ninguém terá nada a ver com isso: parentes, amigos, o mundo em si. Isso é opção sexual, pronto! Orgulho é outra coisa! Acho que é natural sentir com outras coisas. Te mandei uma outra mensagem. Espero que entenda. Bjks.

    ResponderExcluir
  6. Entrei nesse blog pra participar de uma promoção [e acabei lendo esse texto], mas se pra isso precisa ser seguidora do blog, desculpe-me: minha reputação correria sério risco ao ter meu nome associado a algo tão mesquinho, desrespeitoso, pequeno, limitado, vil e arrogante.
    Adeus, e não voltarei mais aqui.

    ResponderExcluir
  7. Laurita,
    não sei se só leu esse post sobre o assunto... não sei se não entendeu alguma coisa, mas aceito sua opinião! Você pode me achar mesquinha, pequena, limitada, vil e arrogante, porque o texto pode ter te "passado" essa impressão, mas sinto muito, desrespeitosa não! Em nenhum momento eu fui DESRESPEITOSA com nenhum tipo de orientação ou escolha sexual. Aliás, falo exatamente sobre isso: respeito! Se todo mundo respeitasse o outro ao invés de tentar IMPOR sua própria opinião, viveríamos num mundo melhor, com certeza!
    Se não se sente a vontade em compartilhar dessa opinião (de respeitar QUALQUER forma de expressão), então, fique a vontade. Porque AQUI, T-O-D-A-S elas são respeitadas, mesmo que tendo pontos de vista diferentes dos meus! Cada um com seu "cada um". Obrigada pela visita mesmo assim.
    Bjks!

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo