TURISTANDO NO IBIRAPUERA

em 20 agosto 2019

Que eu adooooooro passeios ao ar livre não é novidade por aqui! Na época que namorava o marido, ele sempre reclamava dos passeios que eu gostava de fazer... dizia que eram "programas de índio"! kkkkkkkk E eu adoro mesmo, posso ir num parque toda semana, todo dia até... não enjoo de mato! AMO ♥ 

Zoo, cachoeira, lagos, apenas os tons de verde... como ele diz: locais que não tem nadanormalmente são meus preferidos. Sentir o vento, o cheiro de mato, ouvir o "barulho" do silêncio, assistir o nascer ou o pôr-do-sol, olhar o céu... tudo isso é uma delícia! Eu adoro! Me dá uma paz absurda! Klaus gosta desses passeios numa única vez! E eu gosto de fazer esse tipo de passeio sempre! kkkkkkkkk 

Em algumas das vezes que fomos a São Paulo, passamos de carro na frente do Ibirapuera. E todas essas vezes eu comentava: "caramba, a gente tem que vir um dia aqui no Ibirapuera. Todo mundo fala desse parque, e ele é tão lindo, já vi em várias fotos!"

E dessa última vez que fomos pra Sampa, lá fomos nós:



Como dessa vez os meninos viajaram conosco, o passeio "de índio" foi prioridade, já que todo mundo queria conhecer o parque. E os filhotes queriam, claro, bater uma bola. O basquete em São Paulo é muito mais intenso que aqui no Rio. E assim que a gente chegou, já tinham quadras tomadas com times completos. E uma com times incompletos, onde rapidamente os filhotes fizeram amizade, e começaram a jogar! Nesses momentos, todo mundo sempre acha engraçadinho o mais novo, meu Bêzinho, cheio de marra e atitude! E na divisão dos times, ele sempre acaba ficando no time do irmão (o que ele adoooora). Mas quando ele começa a jogar, todo mundo vê que ele não tem medo de jogar com os mais velhos, e não se intimida por nada! ha ha ha "Olha só o pequenininho!" é a frase que ele mais ouve! rsrsrsrs




Mãezica ficou só olhando... admirando os filhotes jogando (como sempre!). Sâo os meus jogadores. E tirando fotos, claro! Porque né??? Mais uma forma de aproveitar um parque tão lindo como o Ibirapuera. E claro que penso em voltar mil vezes, porque o parque é enorme, e não conhecemos nem metade dele. Soube que tem até caminhada monitorada, e isso deve ser demais. Há várias praças, bosques e o famoso lago que não conhecemos. Mas eu ainda vou voltar, sem dúvidas! Mais um amor que descobri em Sampa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo