A GENTE TEM QUE SER CORINGA

em 31 outubro 2019

Terror psicológico do Coringa

Coringas na vida são aquelas pessoas que podem assumir o papel de outras, atuando em diversas áreas. No jogo, há quem ache um coringa ruim...É sujo? É! Mas fazer o que? rsrs A verdade é que ele salva muitas vezes! 

E assim como um Jocker do baralho, acredito que todo mundo tenha um lado bom e um lado ruim. Durante a vida, enquanto crescemos e aprendemos tudo o que nos possa servir de base, vamos sendo moldados ao que a vida nos oferece e nos ensina. 
Tem gente que supera rápido as coisas, outras pessoas demoram muito....
Tem gente que perdoa com facilidade, outras guardam rancor para sempre...
Tem gente que deseja o mal, tem gente que pratica...
Tem gente que pede perdão e perdoa, e tem gente que não se arrepende de nada e jamais perdoa se alguém cometer algum erro com ela...
Pessoas são diferentes, coringas são diferentes (que o diga a carta 2 do baralho! rs) E cabe a nós, decidirmos que tipo de coringa ser, e quando sê-lo!

Eu queria muito ter um assunto mais específico para falar no youtube. Mas sou geminiana, né mores? Falar de uma coisa só é monótono! A não ser que seja uma coisa que "não acaba nunca"! rsrsrs Tipo não morre, entendem? Daí pensei: Caramba, a morte é algo que me fascina. Não um fascínio no sentido estranho da coisa. Gosto de ler sobre culturas diferentes, e como cada uma delas reage quando perde um ente querido. Lido com a morte muito bem. Suporto ausências (não solidão)  numa boa, sem problemas!  Claro que eu sofro, choro, lamento, sinto saudades absurdas, mas compreendo bem de uma forma geral... e me sinto tranquila em relação a pessoas (vivas ou mortas). Aliás, lidar com mortos é muito mais simples que com vivos!!!

E agora falarei sobre isso no canal, de uma forma mais descontraída mesmo. E claro, hoje sendo Halloween, eu não poderia deixar de gravar um vídeo para dar nosso novo  start:

2 comentários:

  1. Oii Simone!!! Sou estudante de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará e estou fazendo uma pesquisa sobre os blogs e a escrita íntima na internet. Gostaria de saber se você se interessa em conversar comigo, responder algumas perguntas e contribuir na minha pesquisa. Obrigada :)

    ResponderExcluir
  2. Olá Maria Letycia, que legal! Será um prazer contribuir na sua pesquisa, só mandar. Super beijo

    ResponderExcluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!



Topo