INFLUENCIADORES QUE PARTICIPAM DE GAMIFICAÇÃO

Dia desses eu li um post na YOUPIX (uma das plataformas de influenciadores mais incríveis que eu conheço - e que me inspirou demais no nosso #EBSA), sobre marcas que pagam com recebidos. E desde o meu último curso (também da YouPix) tenho refletido ainda mais sobre valores, pagamentos e precificação. E entendo perfeitamente a situação de cada influenciador. Não acredite em tudo que ouve por aí, porque não existe profissão alguma no mundo em que todos ganhem a mesma coisa, mesmo quando estão exercendo a mesma função ou cargo. As empresas são diferentes, os ganhos são diferentes, os empregados são diferentes... TUDO é diferente!

No texto citado que li, o próprio autor escreve:

"Quando uma marca envia kits de divulgação para criadores de conteúdo sem nenhum tipo de contrapartida e, se esses criadores assim desejarem, algum conteúdo é produzido voluntariamente, estamos falando de outro cenário. "

Amigo, não é outro cenário! É hipocrisia dizê-lo assim. É a mesma coisa: a pessoa quer falar "de graça" de algo que ela recebeu.  Simples assim! Incoerência é produzir conteúdo voluntariamente de uma marca/produto que a pessoa não usa, não gosta e não compraria. E as pessoas que participam de uma gamificação falam de graça quantas vezes elas quiserem, e isso não faz delas menos "criadores de conteúdo" que aquelas que só fazem pagando! Não consigo entender porque as pessoas se incomodam tanto em ver as outras ganhando um mimo, fazendo "de graça" seu conteúdo, e vivendo felizes com isso! 

A realidade de cada um é diferente! A vida de cada um é diferente. E se uma gamificação oferece dinheiro a apenas o que "mais trabalhar", é como empresa que trabalha por comissão! #SimplesAssim Ninguém é obrigado a fazer quantidade para receber o mimo, tampouco participar da gamificação para ganhar R$, se assim preferir.

Não é que o menos relevante tenha que ser de graça, mas a internet tem esse diferencial: é para todos! Dizer que as pessoas NÃO DEVEM falar suas opiniões porque alguém GANHA fazendo isso na internet é absurdo! É querer justamente fazer aquilo que a internet veio para acabar: a liberdade de expressão DE VERDADE! E eu não estou falando de anonimato não, estou falando do contrário: de meter a cara e dizer que fala SIM, do que quiser SIM, quando quiser SIM, e quantas vezes quiser falar SIM! 

Influenciadores e/ou criadores de conteúdo AINDA NÃO SÃO profissões regulamentadas, e sendo assim, não existem "regras ou exigências" para tal. Existe sim, o bom senso e o amor com que cada um desempenha seu ofício.

Por isso hoje, muitos influenciadores tenham deixado de ser referência, porque as pessoas notaram que eles viraram webcelebridades agora, e que não falam mais do que gostam ou não de verdade. Apenas recebem dinheiro para dizer que SIM, usam e adoram (como sempre foi na televisão, que sempre enfiou goela abaixo o que quis). E a gente aceitou, batendo palmas! Então, NÃO, eu não concordo que tenhamos que fazer isso na internet! 

Eu não acho também que possamos fazer tudo de graça, e falar de qualquer coisa de graça! Acredito que as pessoas devam fazer aquilo que lhes for oportuno. Se te interessou? Teste! Se gostou? Fale! E se te oferecerem dinheiro para falar de algo que você não consome, não se identifica, não usa... não se venda para pagar suas contas! Você também não é michê! Não se renda a mídia, seja ela qual for!!!

É bom sim pagar nossas contas, e receber pelo nosso trabalho. E é bom também ganhar produtos que usamos de verdade na nossa casa, que pagaríamos para tê-los em casa (e consequentemente se ganhamos, temos menos um gasto nas contas no fim do mês).  

Beijos da Si

4 comentários:

  1. Adorei Si, eu penso assim também! Amoo poder receber produtos que ja era do meu consumo e poder falar de "graça" sobre esse produto pra mim é prazeroso demais pq vou falar sobre algo que uso e amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Josy, assim começamos os blogs... e hoje as pessoas já chegam na internet querendo ficar ricas. Eu hein! Coisa mais esquisita. E um monte de gente "atirando pedras" querendo diminuir quem faz algo bacana (porque só pode fazer algo bacana na internet se for por dinheiro), e os outros batendo palmas, achando que também vão enriquecer só tirando foto pro instagram. Nos poupem! Super beijo

      Excluir
  2. Eu assino em baixo suas palavras Simone, um texto que nos faz refletir sobre posts, eu não ligo pra criticas eu faço post de graça daquilo que eu gosto. Do que eu uso. Como você citou no texto. Me encaixei perfeitamente nele. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha se identificado! Estranho é aceitar (mesmo recebendo dinheiro) falar que gosta de algo que não se gosta, né? Eu hein! As pessoas se incomodam demais com o alheio. Super beijo

      Excluir

Ficarei muito feliz ao ler seu comentário. Mesmo que seja uma crítica, feita com educação, é bem-vinda para que o conteúdo do blog possa sempre melhorar!

QUER SE DESTACAR NO INSTAGRAM?
E-BOOK

Atualizações do Instagram

Subir